Um teólogo-pastor como bispo!

             O Papa Francisco, atendendo a nossa solicitude de contar com a generosa colaboração de mais um bispo auxiliar, acolheu a nossa indicação e nomeou no dia de hoje, dia 24 de novembro, para nosso Bispo Auxiliar, ao Reverendíssimo Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira, do clero da Diocese de Umuarama, no Paraná, entretanto, trabalhando neste momento na nossa Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, como professor da PUC-Rio e como Vigário Paroquial da Paróquia São José da Lagoa.

    Mons. Antonio Luiz Catelan Ferreira, nasceu no dia 02 de fevereiro de 1970, em Cidade Gaúcha – PR, segundo filho de Luiz Fernandes Portel Ferreira (i.m) e de Maria Erci Catelan Ferreira. Ordenado Presbítero dia 05 de fevereiro de 1995. Membro do Presbitério de Umuarama. Atualmente é Vigário Paroquial na Paróquia São José da Lagoa – Arquidiocese do Rio de Janeiro; Professor de Teologia Dogmática no Departamento de Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro; Coordenador da Cátedra Joseph Ratzinger na PUC-Rio; membro da Comissão Teológica Internacional; Perito da Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil; Perito da Comissão para Renovação e Reestruturação do CELAM.

    Os seus estudos foram feitos: Ensino Fundamental na Escola Rural Estadual Santo Antonio, Município de Maria Helena – PR, de 1975 a 1982; Ensino Médio nos Colégios Marista de Maringá e Londrina de 1983 a 1985; Propedêutico no Seminário Rainha dos Apóstolos, Umuarama, em 1986;  Filosofia no Instituto Nossa Senhora da Glória, Maringá – PR, de 1987 a 1989 – validada como Licenciatura em Filosofia, História e Sociologia na Unioeste – Facitol em 1993;  Teologia no Instituto Paulo VI, Londrina – PR, de 1990 a 1994, validada como Bacharelado Eclesiástico pela Pontifícia Faculdade Nossa Senhora da Assunção, São Paulo – SP, no ano 2000 e como Bacharelado Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em 2011; Pós-graduação lato sensu em História da filosofia no Brasil, na Universidade Estadual de Londrina – PR, em 1996; Mestrado em Teologia Dogmática pela Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção – SP, de 2001 a 2002;  Doutorado em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, de 2008 a 2010; Pós-doutorado em Teologia Sistemática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro – RJ, em 2015.

    De um currículo invejável tem a seguinte formação complementar: Curso para Formadores na Escola para Formadores (São Paulo), de 1994 a 1996;  Curso Residencial para Formadores – Congregação para a Educação Católica e Pontifícios Colégios Romanos (1998); Disciplinas de Estudos Medievais, na Universidade de São Paulo (USP – 2001 e 2002), e na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp – 202 e 2003);  Sprach-Intensivkurs de Alemão na Akademie Klausenhof – Colônia (DE).

    Exerceu os seguintes Ofícios eclesiásticos: Pároco: na Paróquia São Paulo Apóstolo – Umuarama, de 1995 a 1997; na Paróquia-Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro – Umuarama, de 2001 a 2003; da Paróquia Nossa Senhora de Fátima/Jardim Sabará – Londrina, em 2007 e de 2010 a 2011. Administrador Paroquial, na Paróquia de Nossa Senhora do Rocio, Tapira – PR, em 1998. Vigário Paroquial: na Paróquia de São José Operário – Maringá, de 2005 a 2006; na Paróquia São José da Lagoa, de 2018 até o presente.  Vigário Geral da Diocese de Umuarama no ano de 2002; Procurador da Diocese de Umuarama nos anos de 2002 a 2004; Reitor de Seminário Maior Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos, Umuarama, de 1998 a 2000 e do Seminário Maior Divino Espírito Santo, Londrina, de 2004 a 2008 e 2010 a 2011. Membro do Colégio de Consultores diocesanos de Umuarama, de 1998 a 2013;  Membro do Conselho Presbiteral de Umuarama de 1998 a 2008;  Coordenador Diocesano de Pastoral, de 1996 a 2000 e 2003 a 2005.

    Monsenhor Catelan prestou outros serviços eclesiais: Conferência Nacional dos Bispos do Brasil: Assessor na Comissão Episcopal Pastoral para a Doutrina da Fé, de 2011 a 2019; Subsecretário Adjunto de Pastoral, de 2015 a 2017; Secretário do Grupo de Trabalho para as comemorações do cinquentenário do Concílio Vaticano II, de 2011 a 2015; Secretário do Grupo de Trabalho para o Colégio Pio Brasileiro: de 2011 a 2015; Assessor na Comissão para as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora de 2015 a 2019 e de 2019 a 2023; na Comissão para as Diretrizes para a Formação dos Presbíteros da Igreja no Brasil.  Membro do Instituto Nacional de Pastoral, de 2007 a 2019.  Membro da Secretaria da 12ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos (2008).

    Nosso novo Bispo Auxiliar exerceu as seguintes atividades acadêmicas: Diretor de Estudos do Instituto de Filosofia Rainha dos Apóstolos – Umuarama: de 1995 a 2004; Professor nesse Instituto de 1995 a 2002; Organizador, Diretor e Professor na Escola Teológica para Leigos da Diocese de Umuarama (São João XXIII) de 2000 a 2003;  Organizador, Diretor e Professor na Escola Diaconal da Diocese de Umuarama: de 2002 a 2011;  Diretor de Estudos no Instituto Teológico Paulo VI – Londrina: 2004 a 2007; Professor nesse Instituto de 2002 a 2006;  Coordenador de curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Teologia na PUCPR, de 2005 a 2007; Coordenador Pedagógico do Curso de Teologia da Faculdade de Teologia da Arquidiocese de Brasília (FATEO), de 2013 a 2017; Professor nessa Faculdade de 2011 a 2017; Coordenador do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Liturgia na FATEO de 2014 a 2017;  Professor de Teologia Sistemática na Pontifícia Universidade Católica do Paraná, de 2004 a 2015; Professor Convidado no Instituto São Boaventura – Brasília, de 2012 a 2015; Professor Convidado no Seminário Maior Redemptoris Mater – Brasília, em 2014; Professor de Teologia Sistemática na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, de 2017 até o presente. Diretor da Cátedra Ratzinger da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, de 2018 até o presente. Professor convidado na Pontifícia Universidade Católica de Goiás e na Faculdade São Bento do Rio de Janeiro.

    Intelectual refinado nosso novo bispo auxiliar tem como principais publicações: Artigos: O Princípio Fundamental da Espiritualidade Presbiteral. In: Revista Teológica Pastoral – Norte do Paraná, vol. I, ano I (2007), p. 37-59;  O sínodo dos Bispos e a catequese, Revista de Catequese, vol. 31, n. 124, 2008, p. 36-41;  “Em que batismo fostes batizados?” Os testemunhos bíblicos do batismo cristão, Estudos Bíblicos, n. 108 (2011), p. 94-106;  A noção eclesiológica de comunhão na obra de Jean Jérôme Hamer, OP. REB. Revista Eclesiastica Brasileira, v. 72, p. 887-901, 2012;  A pastoralidade do Concílio: possível hermenéutica. Medellín (Santafé de Bogotá), v. 38, p. 483-509, 2012;  Eclesiologia do Concílio Vaticano II. Encontros Teológicos (Florianópolis), v. 27, p. 51-79, 2012;  A preparação do Concílio Vaticano II na renovação eclesiológica. REB. Revista Eclesiástica Brasileira, v. 291, p. 532-558, 2013;  O ensino do magistério a respeito do sensus fidei. Teocomunicação (Porto Alegre), v. 45, p. 136-157, 2015; A noção de comunhão nos escritos eclesiológicos de Yves Congar no período pré-conciliar. REB. Revista Eclesiástica Brasileira, v. 77, p. 577-597, 2017; A Sinodalidade Eclesial no Magistério do Papa Francisco. Atualidade Teológica (PUC-Rio), v. 22, p. 390-404, 2018.

    Trabalhou na Coordenação de Livros Coletivos: Desafios Atuais da Cristologia (Caderno de Teologia I – 2006) – Curitiba: EDIPUCPR, 2007; Os 20 anos do Catecismo da Igreja Católica e o Ano da Fé. 1. ed. Brasília: Edições CNBB, 2013.  632p;  Um padre e sua fé: Cícero, história e legado. Rio de Janeiro: Ed. PUC-Rio – Interseções, 2021 (ebook – com Waldecir Gonzaga e Paulo Fernando Carneiro de Andrade).

    Foi Organizador de publicação: A Nova Evangelização para a transmissão da fé cristã. 1. ed. Brasília: Edições CNBB, 2013. 96p.; Comissão episcopal pastoral para a doutrina da fé: As razões da fé na ação evangelizadora. 1. ed. Brasília: Edições CNBB, 2013.84p.

    Escreveu Capítulos de livros: O Magistério no Catecismo da Igreja Católica. In: Antonio Luiz Catelan Ferreira. (Org.). Os 20 anos do Catecismo da Igreja Católica e o Ano da Fé. 1ed.Brasília: Edições CNBB, 2013, v. 1, p. 187-207. Nós cremos no amor de Deus: O Cristo Redentor como uma imagem do “Sagrado Coração de Jesus”. In SILVA, A.L.R., Cristo Redentor: 90 anos. São Paulo: Paulus, 2021.

    Fez a Apresentação de livros: Thadeu Lopes Marques. Filosofia da Religião: sua importância para o cristianismo protestante brasileiro. Rio de Janeiro: Fonte Editorial, 2018.  Joseph Ratzinger. Teologia da Liturgia. O fundamento sacramental da existência cristã. Brasília: Edições CNBB, 2019 (Apresentação em conjunto com o Card. Odilo Pedro Scherer).  Françoá Costa. Jesus Cristo: o único salvador. São Paulo: Cultor de Livros, 2019. Joseph Ratzinger. Jesus de Nazaré: contribuições para a cristologia. Obras Completas, volume 6, Tomo I. 1a edição. Brasília: Edições CNBB, 2020 (Apresentação em conjunto com o Card. Odilo Pedro Scherer).

    Fez a Coordenação de traduções: Catecismo da Igreja Católica. Brasília: Edições CNBB, 2013. Concílio Ecumênico Vaticano II – Documentos. Brasília: Edições CNBB, 2018.  Ratzinger, J.. Teologia da Liturgia. O fundamento sacramental da existência cristã. Brasília: Edições CNBB, 2019.  RATZINGER, J. Jesus de Nazaré: contribuições para a cristologia. Obras Completas, volume 6, Tomo I. 1a edição. Brasília: Edições CNBB, 2020.

             É uma alegria imensa para mim contar como meu Bispo Auxiliar na querida pessoa do Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira que resumiria a sua vida como um homem de consensos: na teologia – ensina com maestria e segurança de doutrina – tendo colaborado por muitas quadras na Comissão de Doutrina da CNBB e na Comissão Teológica Internacional. Como Professor incentiva os alunos a procurar a essência da nossa fé católica e apostólica, nunca descuidando de um olhar pastoral da visão teológica e dogmática de seu apreciadíssimo magistério. Como vigário paroquial assume com gosto e esmero as tarefas na Paróquia São José da Lagoa e em todos os lugares de nossa Arquidiocese aonde é solicitado. Os bispos – de maneira quase unânime – convidam o Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira para formações, retiros, cursos, conferências e palestras.

             Digno de nota é o trabalho do Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira na divulgação da obra de Joseph Ratzinger, o Papa emérito Bento XVI, sendo um dos idealizadores da Sociedade Ratzinger Brasil, sendo ele o coordenador da edição brasileira das “Obras Completas”, de Joseph Ratzinger, um trabalho admirável e que recomendo a leitura de todos.

    Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira tem experiência na área de Teologia, com ênfase em Teologia Sistemática, atuando principalmente nos seguintes temas: eclesiologia, eucaristia, magistério, Concílio Vaticano II e teologia sacramentária. Sua visão de sinodalidade é uma presença em todas as publicações do momento eclesial bonito que vivemos e que ele dará excelente contributo. Creio que, como uma pessoa de consensos e de firmeza magisterial, unirá a competência acadêmica, teológica e dogmática, com a doçura pastoral. Sorridente, acessível, humilde, de uma honestidade intelectual à toda prova, vem trazer à Arquidiocese e particularmente a mim, uma alegria de poder contar com um padre que une a pastoral e a teologia com uma sabedoria impressionante. A sua bagagem e o seu tirocínio pastoral fazem não só nossa Arquidiocese, mas toda a Igreja, ganhe um sucessor dos Apóstolos que muito trará de positivo na unidade entre teologia – dogmática – pastoral e humanidade.

    Caro irmão, Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira, recordo as três passagens que deverá iluminar a sua vida, agora como meu Bispo auxiliar, mas para todo o seu episcopado: 1 – Continue sendo um homem de profunda oração como demonstrou até agora, quando chegou ao Rio de Janeiro, e convivendo comigo no Palácio São Joaquim disso posso dar testemunho que o senhor sempre rezou muito. Reze pela Igreja do Rio de Janeiro, da qual agora me ajudará a servi-la.  2 – Sou convicto que o seu episcopado veio como um coroamento de uma carreira exitosa como Teólogo, professor e pastor. Continue sendo este servidor abnegado de nossa Arquidiocese, na Universidade e na ação pastoral, mas, também e sobretudo, de todos os âmbitos, aqui no Brasil e no estrangeiro, que buscam a sua maestria como perito nas ciências sagradas. 3 – Continue vivendo a generosidade, a gratuidade e a misericórdia do Evangelho. Se já o vivia antes, agora como sucessor dos Apóstolos, poderá esmerar-se em ser o humilde pastor – o primeiro servidor de todos – aquele que lava os pés dos outros. 4 – Continue dando testemunho de Cristo e da Igreja – como bispo auxiliar – de continuar anunciando o Evangelho com zelo apostólico e união com o Colégio Universal dos Bispos e com o Romano Pontífice. 5 – Continue sendo um sacerdote que vive o dom do ministério sacerdotal e, doravante, episcopal como um dom de Deus em favor da Igreja e do povo santo de Deus. O bem do povo de Deus é a marca suprema daquele que é eleito bispo.

    Graças e louvores a Deus pela graça de ter como auxiliar o querido presbítero Antonio Luiz Catelan Ferreira. Tenho certeza de que como nosso bispo auxiliar sempre iluminará a Igreja com o bom odor de Cristo e do Evangelho. Obrigado pelo seu sim!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    sete + 16 =