REDE MUNDIAL DE ORAÇÃO DO PAPA TORNA-SE FUNDAÇÃO VATICANA

A Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou um comunicado, nesta quinta-feira (03/12), a propósito de um quirógrafo do Papa Francisco, datado 17 de novembro, com o qual o Pontífice erigiu, como pessoa jurídica canônica e vaticana, a Fundação Rede Mundial de Oração do Papa, antigo Apostolado da Oração, com sede no Estado da Cidade do Vaticano. O organismo continuará aos cuidados da Companhia de Jesus. Os estatutos, aprovados pelo Papa, entrarão em vigor a partir de 17 de dezembro, ad experimentum por três anos a partir da data de aprovação.

O objetivo da Fundação é coordenar e animar o vasto movimento espiritual, muito querido ao Santo Padre, que acolhe e difunde as intenções de oração mensais propostas pelo Papa à Igreja. Francisco nomeou o padre Frederic Fornos,  diretor internacional da Fundação.

Rezar com o coração sincero

A Rede Mundial de Oração do Papa, antigo Apostolado da Oração, teve início na França, em 1844, com o jesuíta pe. François-Xavier Gautrelet, fundada na espiritualidade do Sagrado Coração de Jesus. Inicialmente destinado aos jovens jesuítas durante a formação inicial, expandiu-se rapidamente como um apostolado de oração para a missão da Igreja, alcançando cerca de 13 milhões de membros em muitos países. Mais tarde, em 1915, nasceu sua seção juvenil, a Cruzada Eucarística, hoje Movimento Eucarístico Juvenil.

Alguns anos atrás, o Papa Francisco instituiu a Rede Mundial de Oração do Papa como Obra Pontifícia a fim de destacar o caráter universal desse apostolado e a necessidade de que precisamos rezar cada vez mais e com o coração sincero.

A Rede Mundial de Oração do Papa apoia sua missão de evangelização, permitindo “sair da ‘globalização da indiferença’ e abrir-se à compaixão pelo mundo.

Várias vezes os Estatutos passaram por emendas “tornando-se cada vez mais um serviço da Santa Sé próximo à da oração pelas intenções do Santo Padre (como desejavam especialmente Leão XIII e Pio XI). Em continuação com os seus predecessores, em 2018, Francisco quis que este serviço ao Santo Padre, através da oração, se tornasse uma Obra Pontifícia. “Vendo o Apostolado da Oração como missão da Santa Sé confiada à Companhia de Jesus, a partir de agora”, lê-se a este respeito nos Estatutos, como Rede Mundial de Oração do Papa, continua a ligação com a Companhia, mas se abre a uma dimensão universal, colocando-se a serviço de cada Igreja particular no mundo”.

Viver o caráter missionário

A Rede Mundial de Oração do Papa “está aberta a todos os católicos que desejam despertar, renovar e viver o caráter missionário que procede de seu batismo” e propõe um percurso espiritual chamado “O Caminho do Coração”, que integra duas dimensões: comprometer-se a promover as intenções de oração do Papa que “expressam os desafios da humanidade e a missão da Igreja” fazendo suas as alegrias e tristezas da humanidade e também deixar-se inspirar “para realizar obras de misericórdia espiritual e corporal”. E a dimensão ligada à vocação missionária do batizado, “permitindo-lhe colaborar em sua vida cotidiana, com a missão que o Pai confiou a seu Filho”. “O Caminho do Coração” é “um processo espiritual estruturado pedagogicamente para identificar-se com o pensamento, a vontade e os projetos de Jesus”. Desta forma, a pessoa  batizada se propõe a acolher e servir o Reino de Deus, motivada pela compaixão no estilo do Filho de Deus”, lê-se nos Estatutos.

A Fundação, afirmam os Estatutos, está diretamente sujeita à autoridade do Sumo Pontífice, que a governa através da Secretaria de Estado, levando em consideração a entrega histórica do Apostolado da Oração à Companhia de Jesus desde o início.

Intenção de Oração

A Rede Mundial de Oração do Papa é a responsável por divulgar a série “O Vídeo do Papa”, uma iniciativa oficial de alcance global que tem como objetivo difundir as intenções de oração mensais do Santo Padre. O projeto conta com o apoio do Vatican Media. Neste mês, o Vídeo do Papa é sobre o poder da oração para mudar a realidade e os corações. Francisco pede que, por meio de uma vida de oração, possamos nutrir nosso relacionamento com Jesus Cristo.

Com informações de Vatican News

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × um =