Coroa do Advento

    A coroa do Advento que acendemos a cada Domingo a partir do primeiro Domingo do Advento, nos ajuda em nossa espiritualidade desse Tempo do Advento e em nosso preparo para celebrar o Natal do Senhor. A coroa do Advento tem uma forma circular, representando assim o ciclo da nossa vida que é circular e vamos mudando de “fase” a cada tempo.

    Ao acendermos a cada Domingo uma vela da coroa do Advento, somos ajudados a refletir que pouco a pouco vamos nos aproximando da Luz que a celebração do Natal nos traz. Iniciamos o Tempo do Advento na escuridão, nas trevas, pois o Messias ainda não nasceu e conforme vamos acendendo as velas da coroa do Advento isso nos indica que o Messias está mais perto de nós.

    Assim somos nós, pouco a pouco devemos nos aproximar dessa Luz que o Messias traz no Natal e a nossa vida deve ser luz para quem encontrarmos. Por esse motivo somos convidados nesse Tempo do Advento a nos aproximarmos do sacramento da confissão, para lavarmos o nosso coração e deixarmos para trás as trevas do pecado e nos aproximar da Luz que Jesus trará com o seu nascimento no Natal.

    A espiritualidade desse Tempo do Advento nos ajuda a rezar e nos convida a nos colocar em constante vigilância e oração para aguardarmos o Messias que vem; é preciso expectar como Maria, esse grandioso nascimento. As leituras de cada Domingo nos ajudam a nos aproximar dessa Luz que é Jesus. João Batista um dos personagens mais importantes desse Tempo do Advento nos ajuda a preparar o caminho do Senhor, a endireitar as veredas e sair do deserto assim como ele e irmos para águas mais profundas, ao encontro do Senhor Jesus, que vem.

    Isaías outro personagem importante desse Tempo do Advento convida o povo do seu tempo e a nós hoje a saímos do deserto, deixar para trás as coisas injustas e nos aproximarmos da justiça. Anunciar a verdade que vem de Deus, que é o anúncio do próprio Cristo.

    As velas da coroa do Advento são coloridas e por isso nos ajudam a rezar a cada Domingo que a acendemos. Elas podem ser verde, vermelha, rosa e branca ou três brancas e uma rosa. A verde normalmente acesa no primeiro Domingo do Advento representa a cor da esperança, ou seja, aguardamos esperançosos o senhor que há de chegar. No segundo Domingo ascendemos a vermelha ajudando a nos lembrar de preparar o coração como um presépio para acolher o Senhor. A vela rosa acendemos no terceiro Domingo do Advento (Gaudete) significa alegria, ou seja, nos alegramos porque o Natal do Senhor se aproxima. E a vela branca acendemos no quarto Domingo do Advento, que representa a cor da pureza, ou seja, devemos estar revestidos de branco e com nossas velas acesas para a chegada do Senhor.

    Da mesma forma quando acendemos a coroa com as três velas brancas e uma rosa, o significado é o mesmo, que estamos a caminho alegres e esperançosos aguardando o Senhor que virá e acendemos a vela a rosa da mesma forma no terceiro Domingo, chamado de Domingo Gaudete ou da alegria.

    A liturgia do Tempo do Advento é dividida em dois momentos que nos ajudam a rezar, o primeiro momento vai até aproximadamente a terceira semana do Advento ou dia 16 de Dezembro e a partir do dia 17 de Dezembro, dentro da terceira semana do Advento, começamos propriamente com a celebração da novena de Natal e as leituras que ouvimos nas missas desses dias nos aproximam ainda mais do mistério que estamos prestes a celebrar.

    A partir do dia 17, última semana que nos separa do Natal, chamada também de Semana de preparação próxima do Natal, escutamos as leituras da expectação de Nossa Senhora, onde no ofício das vésperas (Liturgia das Horas) entoamos também as antífonas do Ó, que recordam os títulos messiânicos do Antigo e do Novo Testamento: Ó Sapientia – Ó Sabedoria; Ó Adonai –  Ó Senhor; Ó Radix Jesse – Ó Raiz de Jessé; Ó Clavis David – Ó Chave de Davi; Ó Oriens – Ó Oriente; Ó Rex gentium – Ó Rei das nações; Ó Emmanuel – Ó Emanuel.

    Desse modo, entremos no clima das celebrações desse Tempo do Advento para nos prepararmos bem espiritualmente para celebrarmos com alegria e entusiasmo o Natal do Senhor. Que através de uma boa confissão possamos limpar o nosso coração de toda impureza, mágoa ou rancor e ao chegarmos no Natal possamos estar mais perto da luz do que das trevas.

    Que a coroa do Advento, que a cada Domingo vamos acendendo as velas nos ajudem na nossa espiritualidade e ao mesmo tempo possamos acender uma vela no nosso coração e apresentá-lo, para ser lugar do nascimento e da morada do Senhor. Se o Menino-Deus é um presente de Deus para nós, que possamos ir ao encontro d’Ele e fazermos também nós, um presente para Ele.

    Um simples sinal que pode nos ajudar na nossa preparação para o Natal do Senhor é que podemos montar uma coroa do Advento até mesmo na nossa casa, em família. Não precisa ser velas coloridas e nem grandes, mas pode ser quatro velinhas brancas em que podemos ir acedendo simbolicamente e assim preparamos a nossa família para a celebração do Natal. E mais importante ainda é rezar a Novena de Natal em família, para que o menino Jesus nasça na nossa casa e a Sagrada Família de Nazaré abençoe a nossa família.

    Preparemo-nos espiritualmente, através dos meios que a Igreja nos dispõe para celebrarmos bem o Natal do senhor e não deixemos de forma alguma essa data passar vazia.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    3 − 1 =