VIA SACRA

    “Choro as dores e humilhações do meu Senhor. O que mais me faz chorar é que os homens, por quem Ele sofreu tanto, vivem esquecidos dele”. (São Francisco de Assis)

     

             A meditação da Via Sacra nos faz perpassar os passos decisivos que culminou o esvaziamento de Cristo por amor ao mundo através de sua Paixão. A cada estação da Via Crucis é deixar-se envolver no preço do nosso resgaste, afinal, “a cruz não é um fim em si mesma: ela eleva-nos para as alturas e revela-nos as realidades superiores. Por isso ela não é somente um símbolo; ela é a arma poderosa de Cristo” (Santa Teresa Benedita da Cruz).

             No decorrer de cada estação, nos aproximamos cada vez mais da Paixão de Cristo e o Amor Incondicional de Deus por nós, se concretiza na entrega verdadeira do Servo Sofredor – “O bem que Jesus alcançou com sua morte é maior que o dano causado pelo demônio com o pecado”. (São Leão).

             Ora, o desafio da nossa meditação da Via Dolorosa nos tempos atuais é colocar estes passos tão sofridos de Cristo, mas ao mesmo tempo tão firmes, em denunciar o negacionismo, a indiferença, a insensibilidade, o egoísmo, a violência, os problemas sociais etc., refletidos na Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021, como mais um meio de abrir os nossos olhos para esta reflexão atualizada da Paixão de Cristo, nos temas citados vivenciados por tantos irmãos e irmãs em nosso país. “O mistério da Cruz e da Ressurreição garante-nos que o ódio, a violência, o sangue e a morte não têm a última palavra nas vicissitudes humanas. A vitória definitiva é de Cristo e nós devemos voltar a partir d’Ele, se queremos construir para todos um futuro de paz autêntica, de justiça e de solidariedade”. (São João Paulo II)

    Portanto, durante este Tempo Quaresmal, ao rezarmos e meditarmos a Via Sacra, possamos inserir a prece de sermos corajosos em sair de nossa comodidade e individualidade, buscando o diálogo para a solução dos problemas impertinentes em nossa sociedade, como a CFE-2021 nos convida, pois “combatamos com coragem, contemplando Jesus Crucificado que da sua cruz nos oferece sua ajuda, a vitória, a coroa” (Santo Afonso de Ligório). 

    Saudações em Cristo!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    13 − 11 =