O conselho de Padre Pio para quando você estiver perdendo a calma

Se tentássemos pelo menos a metade do que Padre Pio fez para vencer os maus hábitos…

Manter um temperamento calmo é um desafio nos dias de hoje. Os pais de crianças pequenas conhecem bem essa luta! Mas essa é uma dificuldade que está em todas as vocações.Até o Padre Pio teve que que lidar com esse desafio, e vê-lo se esforçar para obter essa virtude e encontrar crescimento no processo é encorajador.

E cabe aqui uma pergunta: nós estamos nos esforçando para crescer em virtude ou nos resignamos a nossos maus hábitos?

Ele escreve:

“Meu único arrependimento é que, sem querer ou perceber que estou fazendo isso, às vezes eu levanto minha voz um pouco em questões que envolvem correção. Sei que essa é uma fraqueza repreensível, mas como posso evitá-la, se acontecer sem que eu perceba? E ainda assim eu oro, gemo e queixo ao Nosso Senhor sobre isso; Ele ainda não me respondeu totalmente. Mesmo que eu esteja atento a essa falha, às vezes faço o que detesto e quero evitar.”

E também registrou em uma nota para seu diretor espiritual:

“Aquela bela dama, de temperamento doce, parece estar se saindo um pouco melhor; mas não estou satisfeito. Eu não quero desanimar, no entanto. Fiz muitas promessas a Jesus e Maria, meu Pai! Com a ajuda deles, desejo praticar esta virtude; e, em troca, além de cumprir as outras promessas que fiz, prometi meditar fielmente nessa mesma virtude e conversar com as almas sobre ela. Veja, pai, que não sou indiferente à prática dessa virtude. Ajude-me com suas orações e as orações dos outros.”

Esses trechos e muitos outros podem ser encontrados em uma coleção compilada pelo pregador da Casa Pontifícia, o capuchinho Raniero Cantalamessa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 + 20 =