O agradecimento do Papa pela criatividade dos sacerdotes

Papa reconheceu e agradeceu os esforços dos sacerdotes com o zelo apostólico que não medes esforços para estar juntos à população nestes tempos difíceis de pandemia.

Cidade do Vaticano

O Angelus deste domingo, 15 de março, também foi rezado da Biblioteca do Palácio Apostólico. O Papa Francisco iniciou agradecendo a todos os sacerdotes, que com zelo apostólico, neste momento de pandemia, usam de criatividade para estar próximos do povo e não se sinta abandonado:

Gostaria também de agradecer a todos os sacerdotes, a criatividade dos sacerdotes. Chegam tantas notícias da Lombardia sobre essa criatividade, é verdade, a Lombardia foi muito atingida. Sacerdotes que pensam mil maneiras de estar próximos ao povo, para que o povo não se sinta abandonado, sacerdotes com o zelo apostólico que entenderam bem que em tempos de pandemia não se deve ser como “Don Abbondio”. Muito obrigado a vocês, sacerdotes.

“Don Abbondio” é um dos personagens principais de “Os Noivos”, o romance mais famoso do escritor italiano Alessandro Manzoni. O sacerdote é conhecido por ser pávido e titubeante e se ordenou não por vocação, mas justamente para “fugir” dos perigos da vida.

Francisco também recordou que o arcebispo de Milão [Dom Mario Delpini] encerrava naquele momento a Missa celebrada no Policlínico, para os doentes, os médicos, os enfermeiros, os voluntários:

Neste momento está terminando em Millão a Missa que o senhor arcebispo está celebrando no Policlínico para os doentes, os médicos, os enfermeiros e voluntários. O senhor arcebispo está próximo de seu povo e também próximo a Deus na oração. Vem-me em mente a fotografia da semana passada, sozinho no telhado da catedral, rezando para Nossa Senhora.

Proximidade com a Eucaristia e a Palavra

Diante das medidas que foram sendo adotadas nestes dias para evitar a propagação do Covid-19, e que incluíam a suspensão das Missas para evitar aglomerações, o Papa pediu na Missa celebrada na terça-feira, 10, na Casa Santa Marta,  para que os sacerdotes tivessem coragem e saíssem e estivessem próximos dos doentes e dos agentes de saúde:

Rezemos ao Senhor também pelos nossos sacerdotes para que tenham a coragem de sair e ir ao encontro dos doentes, levando a força da Palavra de Deus e a Eucaristia, e de acompanhar os profissionais de saúde, os voluntários, nesse trabalho que estão fazendo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 − onze =