A importância da valorização dos avós e idosos na pandemia

Além do sentimento de saudade, tristeza e solidão, ficar longe da família durante pode afetar a saúde física e mental dos idosos

No dia 25 de julho, celebramos o Dia Mundial dos Avós, instituído pelo Papa Francisco. Não por acaso, essa data antecede a celebração de São Joaquim e Sant’Ana, pais de Maria e avós de Jesus. Além disso, o Santo Padre escolheu como tema “Eu estou contigo todos os dias” (cf. Mt 28,20), expressando a proximidade do Senhor e da Igreja na vida de cada idoso, especialmente neste momento difícil de pandemia.

Vejo a escolha desse tema como uma promessa. Uma promessa que devemos fazer para nossos idosos diariamente, não apenas nesta data comemorativa, como dito pelo Papa Francisco:

“Eu estou contigo todos os dias’ (cf. Mt 28, 20) é a promessa que o Senhor fez aos discípulos antes de subir ao Céu; e hoje repete-a também a ti, querido avô e querida avó. Sim, a ti! ‘Eu estou contigo todos os dias’ são também as palavras que eu, Bispo de Roma e idoso como tu, gostaria de te dirigir por ocasião deste primeiro Dia Mundial dos Avós e dos Idosos: toda a Igreja está solidária contigo – ou melhor, conosco –, preocupa-se contigo, ama-te e não quer deixar-te abandonado”.

A Igreja sempre reconheceu e exaltou a importância da família para a construção de uma sociedade equilibrada, justa e fraterna. Por isso, agradeço ao nosso Santo Padre por ter proclamado esta data após vivermos momentos tão difíceis.

Avós e idosos na pandemia

Mais do que nunca, voltamos nossa atenção para os idosos de todo o mundo. O distanciamento imposto pela Covid-19 mudou a forma como mantemos contato com a família. Os avós, muitos deles idosos, precisaram se adaptar a uma rotina ainda mais restrita e com pouco contato físico com outras pessoas, ou seja, até mesmo dos netos.

Além do sentimento de saudade, tristeza e solidão, ficar longe da família pode afetar a saúde física e mental dos idosos. Segundo um estudo feito pela Berlin Aging Study, avós que cuidam de netos têm 37% menos risco de morte do que adultos da mesma faixa etária.

E como é edificante uma família que valoriza os avós, sejam idosos ou não, pois já nos ensina o livro dos Provérbios: “Os netos são a coroa dos anciãos, e os pais são a honra dos filhos” (Pr 17,6).

Muitas vezes permitimos que os fundamentos de nossa família comecem a ruir quando guardamos mágoas, dissabores, segredos; quando deixamos de rezar, quando não percebemos que os corações estão se distanciando. Mas é possível novamente fundamentar na rocha quando se volta a Deus. “A família é um elemento essencial para todo e qualquer progresso humano e social sustentável”, como nos ensina Papa Francisco.

Oração pelos avós e idosos

Por isso hoje peço: Senhor, por intercessão de São Joaquim e Sant’Ana, rogais pelos idosos e amparai as famílias.

Rezemos juntos:

Senhor por intercessão de São Joaquim e Santa Ana, lembra-Te daqueles a quem deste o dom da vida longa. Recompensa-os agora pelo bem que realizaram no passado, perdoa-os por suas falhas. Torna seus dias felizes e dá-lhes Tua graça a fim de que sigam crescendo através dos desafios de seus últimos anos. Dá-lhes a vida eterna Contigo. Senhor Jesus, peço-te uma bênção para todos aqueles que chegaram à idade avançada, especialmente estes:

(Diga os nomes, bem como sua intenção pelos idosos)

E a mim Senhor peço a graça de saber valorizar os idosos, peço a graça de saber dar atenção, carinho e afeto, respeito e dignidade aos idosos. Sei que se Vossa bondade me conceder um dia, também o serei e sei que a vida é um aprendizado. Por isso rezo, dai-me a graça de saber envelhecer, dai-me a maturidade que a minha idade permite ter, dai-me sabedoria, compreensão do mundo e das pessoas porque cada dia é um passo rumo à Tua presença.

Senhor por intercessão de São Joaquim e Santa Ana, avós de Jesus, pedimos a graça de aceitar o tempo, aceitar os fatos, mas nunca desistir de um recomeço. Aos que já são idosos, pedimos Senhor que saibamos amá-los em suas fragilidades, acolhê-los em suas limitações, ajudá-los em suas dificuldades. Que a minha presença junto aos idosos leve-os a superar o sentimento de solidão e me ajude a ser um ouvido que escuta, uma mão estendida e um coração que ama. 

Amém

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × 3 =