A Ciência Vence as Supertições e a Verdade o Engano

    A ciência vence os idiotas e as superstições

    O que adianta avançada ciência e alta tecnologia nas mãos de idiotas? Qual o resultado em tamanho investimento na educação para um povo com mentalidade supersticiosa e tomado pela patologia tangolomango?

    Quanto mais inexplicável e bizarro for o desconhecido e o delírio, mais fascinante se tornam. O ser humano tem a tendência em acreditar no fantasioso, “Contos de Fadas”, “Fata Morgana” e no ridículo!

    Diz a sentença latina: “similis populum decipi” – “o povo gosta de ser enganado”.

    Mistério: Por que os Maias desapareceram?

    O desaparecimento da Civilização Maia é amplamente considerado um dos colapsos sociais mais estranhos da história humana. Os Antigos Maias eram um povo indígena do México e da América Central que construíram sofisticadas pirâmides, templos e palácios, evidentemente abandonaram sua intrincada civilização e desapareceram nas selvas da América Central. Por um longo tempo, as pessoas se perguntaram por que uma civilização tão avançada simplesmente abandonaria as cidades altamente desenvolvidas que haviam construído na península de Yucatan nos anos 700 ou 800 EC. Os historiadores acreditaram por muito tempo que os maias provavelmente foram derrotados em alguma batalha por povos rivais e foram forçados a partir. Alguns até teorizaram que uma revolta camponesa interna pode ter sido a razão. No entanto, o historiador Jared Diamond, em seu livro “Collapse”, de 2005, menciona que os Maias foram embora por causa de um desastre ambiental pelo qual eles próprios foram responsáveis. Essa teoria também foi confirmada em um estudo publicado em 2012 por pesquisadores da Arizona State University. Os Maias queimaram e cortaram tantas árvores que a capacidade da terra de absorver a radiação solar diminuiu muito. Isso acabou levando à seca e provocando erosão e esgotamento do solo. Os Maias foram forçados a partir para evitar a fome e procurar comida em outros lugares, dizem os pesquisadores.

    Diamond é um geógrafo , historiador , ornitólogo e autor americano mais conhecido por seus populares livros de ciência O Terceiro Chimpanzé (1991); Guns, Germs, and Steel, Armas, germes e aço, no Brasil (1997, ganhador do Prêmio Pulitzer ), renomado por atuar em vários campos da ciência, incluindo antropologia, ecologia, geografia, biologia evolutiva e história. Leciona geografia na Universidade da Califórnia, Los Angeles-EUA.

    Os cientistas e pesquisadores estudam profundamente e desconstroem muitos dos segredos por trás dos populares “mistérios não resolvidos”. A verdade vem à tona para acabar com o teatro lucrativo do engano e colocar um fim nas idiotices e no ridículo.

    Vincit omnia veritas” – “a verdade vence tudo”.

    Por trás do idiota, de suas bizarrices, de sua inclinação as superstições e ao engano, há o fator patológico.

    A ciência vence as superstições, as crendices e a pseudociência. A verdade vence as artimanhas do engano e a famigerada mentira. Nas mãos do intelectual, a verdade, a ciência e a tecnologia são fundamentais para o progresso social e para o bem-estar da dignidade humana.

    Dr. Inácio José do Vale

    Psicanalista Clínico, PhD

    Trabalha Clinicando na Comunidade de Ação Pastoral de Pouso Alegre-CAP

    Professor no Centro Educacional Católico – Pouso Alegre – MG.

    Especialista em Psicologia Clínica pela Faculdade Dom Alberto-RS.

    Pós-graduado em Psicologia nas Organizações com Habilitação em Docência no Ensino Superior pela Faculdade Educamais de São Paulo-SP.

    Especialista no Ensino de Filosofia e Sociologia pelo Centro Universitário Dr. Edmundo Ulson-Araras/SP.

    Doutorado em Psicanálise Clínica pela Escola de Psicanálise da Sociedade Brasileira de Psicanálise Contemporânea. Rio de Janeiro-RJ. Esta é reconhecida e cadastrada na Organização das Nações Unidas – ONU (United Nations Department of Economic and Social Affairs).

    Autor do livro Terapia Psicanalítica: Demolindo a Ansiedade, a Depressão e a Posse da Saúde Física e Psicológica

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    cinco × 4 =