3 coisas simples que os pais podem fazer para ajudar os filhos a ter sucesso na escola

Ler para as crianças, ler na frente delas e conversar sobre assuntos atuais podem ajudar no bom rendimento escolar dos pequenos

Recentemente, li um livro fascinante chamado The Smartest Kids in the World: And How They Got That Way (“As crianças mais inteligentes do mundo: e como elas ficaram assim”), da jornalista Amanda Ripley. Foi tão envolvente que não pude deixar-lo de lado. O que eu aprendi com a pesquisa apresentada nesse livro mudou o que eu pensava sobre pais e escolas.

O fato é que a maioria dos pais americanos acredita que a chave para apoiar academicamente uma criança é ajudar a escola dela. Portanto, para incentivar o sucesso acadêmico, os pais são voluntários na escola em um nível sem precedentes na maioria dos outros países desenvolvidos. Os pais americanos treinam equipes esportivas, realizam vendas de bolos e gerenciam outros voluntários.

Mas há um problema nessa abordagem, segundo o que detectou a pesquisa. “Os filhos daqueles que se voluntariaram nas atividades extracurriculares das crianças  tiveram um desempenho pior na leitura, em média, do que os filhos de quem não se voluntariava, mesmo depois de controlar outros fatores, como histórico socioeconômico…”

Então, o que realmente faz a diferença? O que os pais podem fazer para ajudar seus filhos a se destacar na escola?

Aqui está o que, de acordo com o livro, fez uma diferença substancial nas notas das crianças e no desempenho acadêmico geral delas

Ler para as crianças quando elas ainda são pequenas.

A autora Amanda Ripley admite que soa como um clichê: “Leia para seus filhos”. Seria assim tão simples? Ela responde: ”Sim. Este pequeno ato é uma mudança de vida para as crianças. A leitura em voz alta não apenas ensina as crianças sobre o mundo, mas também envia ‘um sinal para elas sobre a importância de não apenas ler, mas aprender todo tipo de coisas novas’”.

CONVERSAR SOBRE LIVROS, IDEIAS E ASSUNTOS ATUAIS.

À medida que as crianças crescem, os pais podem fazer algo diferente, mas relacionado a ajudar seus filhos a se sairem bem na escola. Ripley escreve: “Em todo o mundo, os pais que discutiram filmes, livros e assuntos atuais com os filhos tiveram adolescentes com melhor desempenho na leitura. Aqui, novamente, os pais que envolveram seus filhos em conversas sobre coisas maiores do que eles estavam ensinando ajudaram seus filhos a se tornar adultos pensantes. Diferentemente do voluntariado nas escolas, esse tipo de esforço dos pais produziu resultados claros e convincentes, mesmo em diferentes países e diferentes níveis de renda.”

LER NA FRENTE DAS CRIANÇAS.

Ripley escreve: “Pelo menos uma forma de alto impacto do envolvimento dos pais, na verdade, não envolvia crianças nem escolas: se os pais simplesmente liam por prazer em casa sozinhos, as crianças também eram mais propensas a gostar de ler”. Esse padrão era verdade em muitos países e níveis de renda familiar diferentes. “As crianças podiam ver o que os pais valorizavam e isso importava mais do que o que os pais diziam.”

Francamente, isso parece loucura para muitos pais. Sentar e ler um livro na frente dos meus filhos? Isso não é rude ou negligente?

Bem, pare para considerar isso: você não atende o telefone na frente deles? Ler na frente das crianças tem resultados opostos ao uso da tela do telefone na frente delas. Embora usar exageradamente o telefone na frente dos filhos seja prejudicial para você e para eles, a leitura de um livro na frente deles não tem nada além de efeitos positivos para os dois lados.

Ripley escreve: “Apenas quatro em cada dez pais (…) leem regularmente em casa para se divertir. E se eles soubessem que essa mudança – da qual eles poderiam até gozar vagamente – ajudaria seus filhos a se tornarem melhores leitores? ”

Na próxima vez que você estiver em casa com seus filhos, considere trocar o telefone pelo livro. Abra um romance e leia-o enquanto as crianças brincam. Não é apenas uma pausa mental divertida para você, mas isso também ajudará seus filhos a se sair melhor na escola. E se eles perguntarem sobre o que você está lendo, diga a eles. Nunca é cedo para começar a discutir ideias.

Por fim, o que aprendi com o livro ajudou na minha decisão de educar em casa meus filhos. Uma conclusão importante da pesquisa é que, para que os alunos tenham sucesso, o ambiente escolar importa significativamente menos que o ambiente doméstico: “O que os pais fizeram com as crianças em casa parecia importar mais do que o que os pais fizeram para ajudar na escola”.

Independentemente de você escolher a escola em casa, a escola particular, a escola pública ou alguma combinação, é útil saber o que realmente importa quando se trata do sucesso acadêmico de seus filhos. Leia para eles, converse com eles sobre ideias, leia livros para sua diversão e não se preocupe com o resto. Essas estratégias simples farão uma grande diferença para seus filhos – e, se um número suficiente de pessoas fizer isso, talvez também para todo o país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × um =