Rezar o cotidiano!

    Iniciamos mais um tempo comum na Igreja. Este tempo vai, depois da festa do Batismo do Senhor até a Quarta-feira de Cinzas. Depois faz uma pausa na quaresma e no tempo da Páscoa e é retornado depois de Pentecostes, tendo a sua clausura na Solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo.
    A oração da coleta da primeira semana do tempo comum dá o tom a este bonito tempo cotidiano “Ó Deus, atendei como pai às preces do vosso povo; dai-nos a compreensão dos nossos deveres e a força de cumpri-los”.
    É a Santíssima Trindade que é o início e o fim, o alfa e o ômega, do tempo em que vivemos, quando somos chamados a refletir e celebrar a nossa fé católica, meditando a salvação de Nosso Senhor Jesus Cristo a iluminar com esperança o porvir.
    Dentro do ano santo extraordinário da misericórdia somos chamados a exercitar a misericórdia no dia a dia do ano, nos afazeres de nossos trabalhos e na convivência familiar e eclesial. Por isso a conversão é a primeira chamada colocada por Jesus logo na abertura do tempo comum: “O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos, e crede no Evangelho! ” (Mc 1,15).
    Conversão que todos nós precisamos. Afastar de cada um de nós a vaidade, o orgulho, as injurias, as perseguições para compreendermos os sinais dos tempos, iluminando o coração do homem e da mulher com a luz que é o Cristo Ressuscitado que nos conduz nos seus caminhos de santidade e cumprir o seu mandato: “Evangelizar todas as gentes! ”.
    Por isso o tempo comum deve ser permeado por uma participação frequente da Santíssima Eucaristia, não só nos domingos e dias de preceito, mas na medida do possível mais vezes. É preciso pedir o pão para o nosso coração, não só para a nossa mesa. Será do coração convertido pelo Espírito Santo, que hão de sair as boas obras, o amor generoso e a prece ardente. Nesse ano da misericórdia vamos rezar: “Ó Deus, cria em mim um coração puro, renovo um espírito firme em meu peito! ” (Sl 51, 12).
    Assim, peçamos a proteção constante da Santíssima Trindade, que nos guie a fazer neste tempo novo que se inicia unicamente a vontade de Deus e depositar nossa confiança unicamente em Deus, porque Ele é o caminho, a verdade e a vida!

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    dez − cinco =