REDE DE NOTÍCIAS DA AMAZÔNIA AMPLIA A COMUNICAÇÃO DA REGIÃO COM LANÇAMENTO DE SITE

A experiência bem-sucedida da Rede de Notícias da Amazônia (RNA) – associação de emissoras de rádio sem fins lucrativos, engajada nas lutas e ações desenvolvidas pelos povos da Amazônia ao longo de mais de 10 anos, apontou alguns caminhos de crescimento para além das ondas do rádio.

Com foco principal nas notícias da região da amazônica que ocupa, aproximadamente 58,9% do território brasileiro, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Tocantins e parte do Maranhão, segundo o IBGE, a Rede de Notícias da Amazônia estreou nesta segunda-feira, 21 de setembro, o seu site de notícias.

A plataforma que foi construída em parceria com Signis Brasil – associação católica de comunicação, será mais uma forma de expandir a rede para o mundo, que tem em sua essência a democratização da comunicação na região amazônica priorizando o ponto de vista dos lutadores sociais, através da divulgação de suas ações políticas, econômicas, culturais e sociais.

Padre Edilberto Sena. Foto: jornal O Impacto

De acordo com o presidente da RNA, padre Edilberto Sena, dois fatores justificaram a construção do site. “Primeiro as agressões e ameaças, que não somente a Amazônia tem sofrido, mas a humanidade aqui presente, e segundo a amplitude da Rede de Notícias da Amazônia em divulgar informações, que a maioria das grandes rádios comerciais não divulgam”, aponta o padre que ainda completa “Ela cresceu porque dá espaço e voz para divulgar as lutas dos povos da Amazônia e denunciar a destruição que está sendo feita”, disse.

De acordo com o último censo demográfico (IBGE 2000), a região tem 20,3 milhões de moradores, sendo 68,9% residentes na área urbana e 31,1% na área rural. Segundo estimativa do IBGE de 2004, a Amazônia Legal abriga 12,3% da população brasileira.

Segundo a RNA, as notícias do site também são produzidas por comunicadores e jornalistas da própria Amazônia, pessoas que vivenciam de perto a realidade das populações locais e todas as suas lutas, sonhos e sobrevivência.

Atualmente, vinte emissoras de rádio são sócias da RNA, além das rádios comunitárias e web’s rádios.  Além disso, a RNA tem aliança com a Rede Pan Amazônica da ALER, a Rede Eclesial Pan Amazônica (REPAM), Conselho Indigenista Missionário (CIMI), Organização Não Governamental Justiça nos Trilhos, Conselho Indígena de Roraima (CIR) e Rede Católica de Rádios – RCR.

Todas as notícias da região, editoriais e os programas que são produzidos em rede podem ser acessados no site: http://redenoticiasdamazonia.com.br/

A REDE DE NOTÍCIAS DA AMAZÔNIA (RNA)

A Rede de Notícias é uma associação de emissoras de rádio sem fins lucrativos, que tem entre seus objetivos a disponibilização de notícias, programas culturais, informações sobre igualdade de gêneros e defesa do meio ambiente. Atualmente são produzidos apenas dois programas: o Jornal Amazônia é Notícia e o programa de Educação Ambiental Caminhos da Amazônia.

Amazônia é Notícia – é um noticiário diário com duração de 30 minutos, que tem por objetivo divulgar as ações dos lutadores sociais, os fatos políticos, sociais e econômicos dos municípios, assim como questões ambientais, onde as emissoras sócias à Rede estão localizadas.

É composto por reportagens, notícias, entrevista e editorial, os quais são produzidos pelos radiojornalistas das emissoras sócias e enviados à cabeça de rede, em Santarém, para a edição do produto final. Após a montagem, o noticiário é encaminhado às emissoras para veiculação.

Caminhos da Amazônia é um programa de educação ambiental, em formato de rádio revista com duração de 30 minutos, que tem por objetivo suscitar o debate sobre o cuidado com o meio ambiente, garantindo a preservação das espécies da fauna e da flora amazônica em perfeita harmonia com os moradores da região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 − 4 =