Quatro palavrinhas para o ajudar a rezar com os seus filhos

Para muitos pais, oração rima com dificuldade. No entanto, é possível rezar com seus filhos, desde que você escolha o melhor meio!

Nem sempre é fácil rezar com os nossos filhos, especialmente quando eles são ainda muito pequenos. Para que a oração da família não seja uma fonte de incômodo ou aborrecimento, ela deve ser construída em torno de quatro expressões simples: “obrigado”, “desculpe”, “por favor” e “eu te amo”.

Obrigado

Podemos começar a oração em louvor. Agradeça a Deus por ser o nosso Pai e agradeça a Ele também por todos os seus dons.

Desculpe

Deus nos oferece seu perdão. Podemos pedir perdão a Deus por um ponto específico que nos desviou dele durante o nosso dia. Este pedido pode ser feito em silêncio, cada pessoa refletindo sobre os seus pecados em seu coração.

Por favor

Tudo vem de Deus, por isso, nos coloquemos diante dele de mãos abertas, como filhos que receberão suas graças. Na nossa oração podemos pedir qualquer coisa, desde o desejo mais material até a nossa sede mais profunda. O que importa não é o que pedimos, mas a maneira como pedimos: não como uma obrigação, mas como uma graça que iremos receber. Este pedido pode ser concluído com as seguintes palavras: “Que seja feita a tua vontade e não a minha”.

Eu te amo

A oração começa com louvor e termina com louvor. Dizer a Deus “eu te amo” é mostrar que Ele é a razão da nossa sede de viver. Desejamos viver do seu amor e no seu amor.

E por fim, não esqueça que a melhor maneira de conduzir as crianças à oração é fazê-las cantar seus louvores, seus pedidos e suas intercessões.

Christine Ponsard

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × 1 =