Quando você sentir medo, siga este conselho do Papa Francisco

O Papa Francisco encontrou uma “mensagem oculta” na Bíblia para mostrar que devemos evitar que o medo nos paralise

Todos os anos, o Papa Francisco lança uma mensagem para os jovens no contexto das Jornadas da Juventude locais ou internacionais. Cada uma é uma joia, com belos conselhos para que eles enfrentem os medos e as dificuldades tão característicos da idade. Dicas que servem também para os não tão jovens.

Discernimento

Na mensagem de 2018, encontramos conselhos particularmente pertinentes para os nossos dias.

O Santo Padre fala que as pessoas enfrentam muitos temores e diz que quando a dúvida e o medo inundam o coração, o discernimento se faz necessário. Além disso, o Pontífice diz que há um primeiro passo fundamental para esse processo:

“O primeiro passo para superar os medos é identificá-los claramente, para não perder tempo e energia sendo dominado por fantasmas vazios e sem rosto. E, assim, convido todos vocês a olharem para dentro de si mesmos e nomearem seus medos.”

Perguntas para nos fazermos

Ele fornece três questões básicas a serem consideradas:

  1. O que mais temo neste momento específico da minha vida?
  2. O que me bloqueia e me impede de seguir em frente?
  3. Por que não tenho coragem de fazer as escolhas importantes que preciso fazer?

Não tenha medo de enfrentar o medo!

O Papa diz que temos que enfrentar nossos temores honestamente, reconhecê-los e “chegar a um acordo com eles”.

Então, com uma observação consoladora, ele nota que:

“A Bíblia não nega o sentimento humano do medo, nem os inúmeros motivos que o podem provocar. Abraão teve medo (cf. Gn 12, 10-11), Jacob teve medo (cf. Gn 31, 31; 32, 8), e de igual modo também Moisés (cf. Ex 2, 14; 17, 4), Pedro (cf. Mt 26, 69-75) e os Apóstolos (cf. Mc 4, 38-40; Mt 26, 56). O próprio Jesus, embora a um nível incomparável, sentiu medo e angústia (cf. Mt 26, 37; Lc 22, 44).

Medo X fé

O Santo Padre ainda questiona se os temores dos jovens estão relacionados à fé:

“‘Porque sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?’ (Mc 4, 40). Esta advertência de Jesus aos discípulos faz-nos compreender como muitas vezes o obstáculo à fé não é a incredulidade, mas o medo. Neste sentido, o trabalho de discernimento, depois de ter identificado os nossos medos, deve ajudar-nos a superá-los, abrindo-nos à vida e enfrentando serenamente os desafios que ela nos apresenta.”

A mensagem oculta da Bíblia

Finalmente, o Papa Francisco encontra uma mensagem sutil na Bíblia:

“Nas Sagradas Escrituras a expressão “não tenhas medo” é repetida 365 vezes com diversas variações, como para nos dizer que o Senhor quer que sejamos livres do medo, todos os dias do ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 − dezessete =