Projeto reúne ações de solidariedade, lista será enviada ao Papa

Cidade do Vaticano (RV) – “Ninguém é tão pobre que não possa ajudar e ninguém é tão rico que não precise de ajuda”.

Clique aqui para ouvir.

Esta era uma das máximas de Dom Helder  Câmara, que dedicou sua vida para promover uma sociedade em que todos, mesmo os mais marginalizados, pudessem experimentar a solidariedade e a misericórdia de Deus.

Impulsionada pelo legado de Dom Helder, a Fraternidade da Esperança (Sermig-Brasil) criou o projeto Floresta que Cresce, ação que destacamos neste Dia Internacional da Juventude.

“Faz mais barulho uma árvore que cai, do que uma floresta que cresce”, diz o ditado popular que se tornou lema para a comunidade. No Brasil, são tantos os jovens vítimas da violência, criminalidade e drogas. Esses fazem barulho… mas, silenciosamente existem pessoas comprometidas em melhorar o mundo, “queremos ser uma floresta que cresce para que as árvores não caíam mais…”, lê-se no site da Fraternidade.

O símbolo da Floresta

A princípio, somente as pessoas ligadas ao Arsenal da Esperança eram convidadas a participar do projeto, mas este ano, durante a Celebração do Jubileu da Juventude, o projeto foi lançado para todo o mundo, um convite à prática do bem.

Para mostrar a força desse ideal foi escolhida a imagem de uma “floresta” que se compadece das “árvores que caem”. Um símbolo para todos  que se deixam abater pela falta de esperança e de perspectivas, mas que reage produzindo bons “frutos” para todos.

Deixe sua marca

Qualquer pessoa pode inserir sua boa ação no site que reúnem todas essas atividades. Após cada registro, uma árvore nasce no mapa. Ao clicar em cada árvore, é possível descobrir ações como a “Campanha de doação de sangue”, promovida pelo Projeto Juventude Cultivando a Paz; a “Levando Paz às Ruas”, iniciativa de visita aos moradores de rua, com encontro de oração, promovida pela Comunidade Missão Mensagem de Paz; assim como a “Vigília da Unidade”.

Escolas, paróquias, famílias, pastorais, comitês de bairro, grupos de amigos, movimentos, entre outros, cada um a partir de sua própria realidade pode consolidar caminhos de esperança.

Incentivo

Como incentivo às ações e registro delas no site, Dom Carlos Lema Garcia, bispo responsável pelo Setor Juventude da Arquidiocese de São Paulo, afirma que “cada um de vocês (se tornará) uma árvore que cresce!”.

A coleta dos “frutos” dessa etapa do Floresta que Cresce terminará no dia 20 de novembro, data do encerramento do Ano Santo da Misericórdia. Uma relação completa das ações solidárias realizadas será encaminhada ao Papa Francisco, como resposta ao seu apelo.

Recentemente, em um encontro em um parque de Roma, o Papa falou diretamente aos jovens do Movimento dos Focolares: “Vocês são pessoas que fazem com que o deserto se torne floresta (…). Não devemos ter medo de ir ao deserto para transformá-lo em vida”.

(Arsenal da Esperança/VM)

 

Fonte: Rádio Vaticano

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 − 20 =