Por que João “correu mais depressa” ao túmulo de Jesus na manhã da Ressurreição

“Há um sentido espiritual por trás disso”, comenta o pe. Gabriel Vila Verde

Obelo relato evangélico sobre a manhã da Ressurreição foi assim comentado pelo pe. Gabriel Vila Verde em seu perfil no Facebook:

O Evangelho afirma que Pedro e o outro discípulo (João), correram para ver o túmulo aberto, e diz que João correu mais depressa. Olhando com um olhar humano, a lógica é que João chegou primeiro por ser mais novo, mais ágil.

Porém, há um sentido espiritual por trás disso.

João é o discípulo amado. Aquele que reclinou a cabeça sobre o peito de Jesus; aquele que ficou aos pés da Cruz enquanto todos fugiam; aquele que protegeu Nossa Senhora; aquele que mais amou o Mestre.

João correu mais depressa por uma razão muito óbvia: quem mais ama, mais perto quer estar. Quem muito ama, muito quer se aproximar!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1 × cinco =