O que devo fazer para ser de Cristo? Basta ouvi-lo e segui-lo?

Na verdade, o Evangelho é muito simples e direto no que diz, mas gostamos de complicar muito as coisas para termos a desculpa de não colocá-lo em prática

Aquestão muito direta que os judeus colocam a Jesus no Evangelho (João 10, 22-30, leia abaixo) não escapa à resposta. Porém, o verdadeiro problema não é a resposta clara que Jesus dá à sua pergunta, mas a capacidade ou não das pessoas aceitarem.

Pois há um ditado popular que diz que não há ninguém tão surdo como aqueles que não querem ouvir:

«Já vo-lo disse, mas não acreditais. As obras que Eu faço em nome de meu Pai dão testemunho de Mim. Mas vós não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas. As minhas ovelhas escutam a minha voz: Eu conheço as minhas ovelhas e elas seguem-Me.

Queres ser de Cristo? O que fazer

Jesus desta forma está a desmascarar uma atitude que diz respeito a todos e não apenas aos seus contemporâneos. Trata-se da atitude daqueles que aparentemente procuram algo verdadeiro, mas que depois não têm qualquer desejo de assumir a responsabilidade por isso.

Na verdade, o Evangelho é muito simples e direto no que diz, mas gostamos de complicar muito as coisas para termos a desculpa de não colocá-lo em prática.

Jesus dá uma indicação clara: o seu povo são aqueles que ouvem a sua voz e o seguem. Não escutam apenas, mas ouvem e seguem, ou seja, escutam e esforçam-se por colocar em prática.

Portanto, não vale a pena fazer perguntas a Jesus sem esta disposição de coração.

Evangelho segundo São João 10,22-30

Naquele tempo, celebrava-se em Jerusalém a festa da Dedicação do Templo. Era inverno
e Jesus passeava no templo, sob o Pórtico de Salomão.
Então, os judeus rodearam-no e disseram: «Até quando nos vais trazer em suspenso? Se és o Messias, diz-nos claramente».
Jesus respondeu-lhes: «Já vo-lo disse, mas não acreditais. As obras que Eu faço em nome de meu Pai dão testemunho de Mim.
Mas vós não acreditais, porque não sois das minhas ovelhas.
As minhas ovelhas escutam a minha voz: Eu conheço as minhas ovelhas e elas seguem-Me.
Eu dou-lhes a vida eterna e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.
Meu Pai, que Mas deu, é maior do que todos, e ninguém pode arrebatar nada da mão do Pai.
Eu e o Pai somos um só».

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

8 + dezenove =