Fundação AIS lança campanha para ajudar na alimentação das famílias Sírias

Denominada “SOS Síria”, esta campanha, que está a ser divulgada junto dos benfeitores e amigos da Fundação AIS em Portugal, procura aliviar o sofrimento de cerca de seis mil pessoas – sensivelmente

Cinco anos depois do início da guerra civil na Síria, é desesperada a situação de milhares de famílias cristãs que perderam tudo o que tinham e que lutam agora pela própria sobrevivência.

A Fundação Pontifícia Ajuda a Igreja que Sofre lançou uma campanha de solidariedade, com o objetivo principal de contribuir para a alimentação de emergência destas famílias.

Denominada “SOS Síria”, esta campanha, que está a ser divulgada junto dos benfeitores e amigos da Fundação AIS em Portugal, procura aliviar o sofrimento de cerca de seis mil pessoas – sensivelmente 1500 famílias – em Alepo e Hasaké.

Através desta campanha é possível alimentar uma família síria durante um mês com apenas 30 euros. Toda a ajuda recolhida junto dos benfeitores portugueses da AIS será transformada em cabazes alimentares, medicamentos e roupa.

Esta iniciativa insere-se numa campanha mais vasta de sensibilização da sociedade portuguesa para o drama dos cristãos na Síria e no Iraque, assim como em todos os países do mundo onde são vítimas de perseguição por motivos religiosos.

Inserida nessa estratégia de sensibilização, a Fundação AIS vai participar também, pelo segundo ano consecutivo, no Meeting Lisboa, desta vez subordinado ao tema: “E tu, que novidades trazes?”.

Já esta noite, logo após a sessão de abertura, que contará com a presença do Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, haverá um debate sobre o tema “A misericórdia que muda”, em que participará Catarina Martins Bettencourt, a directora da Fundação AIS em Portugal, assim como Nicola Boscoletto, da Cooperativa Giotto, e que será apresentado pela jornalista Aura Miguel.

Também com a preocupação da sensibilização dos portugueses para esta temática, uma equipa da Fundação AIS deu o seu testemunho no “Terço pelos Refugiados”, que se realizou na noite de quarta-feira, no Santuário de Scoenstatt, no Restelo, em Lisboa.

Anteriormente, no fim-de-semana passado, coube a Almada ser o palco do lançamento de um CD solidário com as famílias cristãs. A iniciativa partiu de um grupo de cristãos pertencentes às equipas diocesanas da Pastoral da Família da Diocese de Setúbal, que decidiram gravar um disco de apoio às famílias sírias em maiores dificuldades. As vendes deste CD, intitulado “Família, Santuário da Misericórdia” serão canalizadas para a Igreja na Síria através da Fundação AIS.

Este esforço de sensibilização da sociedade está a ocorrer em praticamente todos os países onde a Fundação AIS tem secretariados, sendo de destacar a iniciativa, em Roma, no próximo dia 29 de Abril, em que a Fontana de Trevi vai ser tingida de vermelho, como gesto simbólico para recordar o sangue dos mártires cristãos nos dias de hoje.

Fonte: Zenit

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 + vinte =