Cristo Redentor em homenagem às vítimas da explosão em Beirute

Do alto do Corcovado, no Rio de Janeiro, veio a projeção da bandeira do Líbano e o momento de oração entre lideranças religiosas e o anfitrião, o Pe. Omar Raposo, reitor do Santuário Cristo Redentor. A partir do Brasil, rezaram pelas famílias das vítimas de Beirute, pelos feridos e milhares de desabrigados.

Andressa Collet – Vatican News

Em homenagem às vítimas da explosão em Beirute, o Cristo Redentor ganhou as cores do Líbano na noite desta quinta-feira (6). Do alto do Corcovado, iluminado com a projeção da bandeira, o Pe. Omar Raposo, reitor do Santuário Cristo Redentor, junto ao cônsul geral do Líbano no Rio de Janeiro, Alejandro Bitar, e demais lideranças religiosas se uniram em oração.

Com a explosão da última terça-feira (4), na zona portuária de Beirute, mais de 140 pessoas morreram e cerca de 5 mil ficaram feridas. Outra estimativa indica que 300 mil pessoas ficaram sem abrigo devido ao colapso de casas, igrejas, hospitais, hotéis e prédios públicos. “Uma cena de guerra sem guerra”, definiu a capital do Líbano o cardeal Bechara Rai, Patriarca de Antioquia dos Maronitas, num apelo à solidariedade publicado na última quarta-feira (5).

A homenagem foi uma iniciativa conjunta do Consulado Geral do Líbano no Rio de Janeiro, da comunidade libanesa no Rio de Janeiro, da Arquidiocese do Rio de Janeiro, das Igrejas Melquita, Maronita e Ortodoxa e das instituições líbano-brasileiras do Rio de Janeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

8 + dez =