Covid-19: Primeira mulher vacinada na Espanha comove as redes sociais com seu agradecimento a Deus

ntes de receber a vacina, ela fez o sinal da cruz, e após recebê-la agradeceu a Deus. Assim foi a vacinação da idosa Araceli Hidalgo, a primeira espanhola a receber a vacina contra a COVID-19, no domingo, 27 de outubro.

Uma reação que, em geral, emocionou muitas pessoas que se identificaram com a demonstração de fé e naturalidade desta senhora de 96 anos da cidade espanhola de Guadalajara.

No entanto, esses gestos, nascidos de uma fé autêntica e simples, causaram grande polêmica nas redes sociais com comentários elogiando a espontaneidade e a coragem de Araceli por não esconder sua fé em público, mas também duras críticas.

“Graças a Deus, não. Graças aos pesquisadores, Araceli”. “Araceli quando recebe a vacina diz que é graças a Deus. Não, é graças à ciência”, são duas das mensagens contra essa idosa que podem ser lidas na rede social Twitter.

Os comentários críticos contra Araceli provocaram uma “avalanche” de mensagens de apoio, até mesmo de pessoas que se autodefinem como ateus ou agnósticos.

“Araceli, de 96 anos, está estupenda. Temos sorte de ser de uma área do mundo onde nossos idosos chegam a uma idade muito avançada. Ela chega, estaciona o seu andador e tira a jaqueta … faz o sinal da cruz e vai. Isso me emociona”, disse outro usuário da rede social, elogiando o exemplo de Araceli.

A Espanha recebeu neste domingo, 27 de dezembro, as primeiras 9.750 doses da vacina contra o coronavírus desenvolvida pelos laboratórios Pfizer e BioNTech. Nas próximas semanas, mais de quatro milhões de doses serão recebidas para vacinar mais de dois milhões de pessoas.

Na Espanha, quase 2 milhões de pessoas foram infectadas pelo coronavírus e mais de 70 mil morreram.

Publicado originalmente em ACI Prensa. Traduzido e adaptado por Nathália Queiroz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

quatro × 2 =