Sucessão: dom Gilson Andrade da Silva é novo bispo da diocese de Nova Iguaçu (RJ)

Nesta quarta-feira, 15 de maio, o Papa Francisco aceitou a renúncia de dom Luciano Bergamin ao governo pastoral da diocese de Nova Iguaçu (RJ) e nomeou o coadjutor dom Gilson Andrade da Silva, como bispo diocesano.

Dados biográficos

Nascido no dia 11 de setembro de 1966, no Rio de Janeiro (RJ), Dom Gilson Andrade da Silva recebeu a Ordenação Sacerdotal em 4 de agosto de 1991, na Catedral de Petópolis (RJ).

Entre os anos de 1985 e 1987 Dom Gilson cursou Filosofia no Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino. Foi aluno do Colégio Eclesiástico Internacional Bidasoa (Pamplona – Espanha), onde fez o curso de bacharelado em Sagrada Teologia na Universidade de Navarra (Espanha), entre 1988 e 1991. Dom Gilson é licenciado em Sagrada Teologia pela Pontifícia Università della Santa Croce (Roma – 1997-1999).

Dom Gilson foi vice-reitor do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino (Diocese de Petrópolis) de 1991 a 1997 e de 1999 a 2004, onde também foi professor. Ainda na cidade de Petrópolis, assumiu como vigário paroquial a Paróquia de Sant’Ana e São Joaquim entre 1991 e 1994.

No ano 2000 assumiu como professor o curso de Teologia e Filosofia na Universidade Católica de Petrópolis. Em 2004 tornou-se membro do Conselho Pastoral Diocesano e em 2005 membro da Equipe de Coordenação Diocesana do Plano Pastoral de Conjunto e da Missão Popular.

Entre os anos de 2004 e 2005 Dom Gilson foi diretor do Instituto de Teologia, Filosofia e Ciências Humanas na Universidade Católica de Petrópolis. Também no ano de 2004 foi reitor do Seminário Diocesano de Petrópolis e coordenador da Pastoral da Juventude da Diocese de Petrópolis.

A partir de 2006 tornou-se membro do Colégio de Consultores; e presidente da Associação Mantenedora das Faculdades Católicas Petropolitanas (UCP), em 2008.

Em 2011 Dom Gilson foi nomeado pelo Papa Bento XVI como bispo auxiliar da Arquidiocese de Salvador. A Ordenação Episcopal aconteceu no dia 24 de setembro, em Petrópolis. A apresentação em Salvador aconteceu no dia 10 de outubro, na Catedral Basílica, localizada no Terreiro de Jesus.

Papa Francisco o nomeou bispo coadjutor de Nova Iguaçu, em 27 de junho de 2018.

Saudação da CNBB

Dom Joel Portella Amado, secretário-geral da CNBB, envia uma mensagem de saudação a dom Gilson:

Saudação da CNBB a dom Gilson de Andrade Silva

 

Brasília, 15 de maio de 2019

 

Prezado Irmão, dom Gilson de Andrade Silva.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se alegra com sua nomeação para bispo da diocese de Nova Iguaçu (RJ). Sabemos do serviço a essa Igreja Particular que o senhor já exerce como Bispo Coadjutor desde junho do ano passado. Aproveitamos a ocasião de hoje para renovar nosso agradecimento ao Papa Francisco pelo cuidado com a Igreja no Brasil.

Sua caminhada como bispo, iniciada já em setembro de 2011 e marcada pela passagem como auxiliar na arquidiocese de Salvador (BA), o trouxe ao Povo de Deus da diocese de Nova Iguaçu, na sua querida Baixada Fluminense. Desejamos que seu pastoreio tenha frutos abundantes.

Como um símbolo da nossa saudação, recorremos às palavras do Papa Francisco aos bispos, padres, religiosos e seminaristas, na Catedral do Rio, durante a Jornada Mundial da Juventude, em 2013: “Chamados a promover a cultura do encontro. Em muitos ambientes, infelizmente, ganhou espaço a cultura da exclusão, a ‘cultura do descartável’. Não há lugar para o idoso, nem para o filho indesejado; não há tempo para se deter com o pobre caído à margem da estrada. Às vezes parece que, para alguns, as relações humanas sejam regidas por dois ‘dogmas’ modernos: eficiência e pragmatismo. […] tenham a coragem de ir contra a corrente. Não renunciemos a este dom de Deus: a única família dos seus filhos. O encontro e o acolhimento de todos, a solidariedade e a fraternidade são os elementos que tornam a nossa civilização verdadeiramente humana”.

Abraçamos, juntamente com o senhor, o clero, os religiosos e os fiéis leigos e leigas da diocese de Nova Iguaçu.

Em Cristo,

 

Dom Joel Portella Amado

Bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ)

Secretário-geral da CNBB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × quatro =