Restaurando a Fé em Moçambique

Quando o Natal aconteceu, os Reis Magos viajaram cerca de 900 quilômetros – de acordo com estudiosos – seguindo a estrela de Belém para encontrar o Salvador do mundo. Em Moçambique, no sudeste da África, existe uma bela história que também precisou de uma viagem com a mesma distância.

Em 1922 um grupo de missionários saiu de bicicleta do Malaui em direção a Moçambique com um propósito: quando os pneus das bicicletas se desgastassem eles fundariam uma missão para semear o Evangelho.

Os pneus das bicicletas acabaram e eles decidiram continuar até que as sandálias também se desgastassem. As sandálias acabaram quando chegaram a uma região onde hoje é o distrito de Namuno, que pertence à diocese de Pemba. Essa aventura de fé – um percurso pela floresta com os perigos de animais selvagens, como leões e crocodilos – foi a porta de entrada para o Evangelho na região.

Graças ao esforço desses missionários, foi construída a igreja de Santa Maria em Namuno, até hoje a maior de toda a diocese. Desde os tijolos até as telhas, tudo foi feito pelos missionários e por todos aqueles que, ali, iam descobrindo o Evangelho em suas vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dois × cinco =