Papa erige Exarcado Apostólico para fiéis greco-católicos ucranianos na Itália

O Pontífice erigiu o Exarcado Apostólico para os fiéis católicos ucranianos de rito bizantino residentes na Itália, que hoje são 70 mil. O Administrador Apostólico sede vacante é o Cardeal Angelo De Donatis, Vigário Geral do Papa para a Diocese de Roma.

Cidade do Vaticano

O Papa Francisco erigiu o Exarcado Apostólico para os fiéis católicos ucranianos do rito bizantino residentes na Itália, nomeando como Administrador Apostólico sede vacante o cardeal Angelo De Donatis, Vigário Geral de Sua Santidade para a Diocese de Roma.

Vinte anos de presença

A presença de fiéis greco-católicos ucranianos na Itália remonta a mais de vinte anos. O cuidado pastoral deste rebanho, foi progressivamente organizado dentro do Serviço Migrantes da Conferência Episcopal Italiana, com a nomeação de um sacerdote nacional de coordenação e a responsabilidade de cada comunidade sendo confiada ao bispo latino local.

A ligação com a Igreja arquiepiscopal Greco-católica ucraniana também foi garantida por meio de um bispo Visitador Apostólico, atualmente na pessoa de Dom Dionisio Lachovicz.

Os números

Atualmente, o número de fiéis chega a 70.000, divididos em 145 comunidades assistidas por 62 sacerdotes. Os confins da circunscrição se estendem por todo o território italiano. A igreja catedral e a sede do Exarcado estarão na paróquia dos Santos Sérgio e Baco, em Roma.

Nos dias 5 e 6 de julho, foi realizado no Vaticano um encontro presidido pelo Pontífice com Sua Beatitude Svjatoslav Shevchuk, arcebispo de Kiev-Halyč dos ucranianos, juntamente com os metropolitas e membros do Sínodo Permanente e com  os responsáveis dos Dicastérios da Cúria Romana com competência sobre esta questão.

Em janeiro de 2018, o Papa Francisco havia visitado a Hagia Sophia, na Via Boccea, em Roma, reunindo-se com a comunidade ucraniana local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × 1 =