A importância da esmola

    A doutrina sobre a esmola é tão antiga quanto a religião bíblica. Esta postula desde as origens o amor para com os irmãos e os pobres.  O pobre existe e é preciso atender ao seu apelo com generosidade (Dt15,11) e delicadeza (Sl 18, 15 ss). Trata-se não de uma mera filantropia, mas gesto religioso. Este gesto tem um valor que atinge o próprio Deus, pois Jesus ensinou: ”O que fizerdes ao menor de vossos irmãos foi a mim que o fizestes” (Mt 25,40).

    Privando-se de algum bem o cristão cria para si um tesouro. Declara o salmista: “Feliz de quem pensa no pobre e no desamparado” (Sl 41,2-4). Lemos no Livro de Tobias: “Jamais afaste o teu rosto dum pobre, e Deus não afastará o seu de ti  […] Se tens muito, dá mais; se tens pouco, dá menos, mas não hesites em fazer a esmola […] Quando fazes esmola, não haja pesar nos teus olhos“ (Tb 4,7-11. 16 s). São Paulo lembrou aos Coríntios: “Deus ama a quem dá com alegria” (2 Cor 9, 6). Eis porque assim como a água apaga o fogo, a caridade apaga o pecado.

    Entretanto, o cristão precisa dar esmola com discernimento. Com efeito, é, sobretudo, através das obras de caridade tão numerosas em todas as Paróquias que se deve, na medida do possível, ajudar os mais necessitados. Destaque-se a atuação maravilhosa dos Vicentinos que precisam era ajudados para que possam ajudar os mais carentes.

    Por tudo isto não se deve dar esmola aos pedintes nas ruas, uma vez que eles devem se dirigir às associações preparadas para ampará-los. A esmola dada em dinheiro poderá servir inclusive para compra de drogas e para outros desvios morais.

    Além disto, a esmola deve ser dada com discrição, pois Jesus foiclaro: “Quando deres esmola, não toques trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas, nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Com toda a certeza vos afirmo que eles já receberam o seu galardão.  Tu, porém, quando deres uma esmola ou ajuda, não deixes tua mão esquerda saber o que faz a direita, para que a tua obra de caridade fique em secreto: e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará” (Mt 6,2-5).

    Quando alguém deixa de comprar o que é supérfluo ou até o que é prejudicial à saúde e reserva o que economizou para ajudar os pobres, grande é seu merecimento diante de Deus.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    dez − sete =