17.2 C
São Paulo
terça-feira, 18 junho, 2019.

Liturgia diária

«
»
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
fevereiro
fevereiro
fevereiro
fevereiro
fevereiro
1
  • 6ª-feira da 7ª Semana Do Tempo Comum
    Dia Todo
    01/03/2019

    Primeira Leitura – Eclo 6,5-17

    Leitura do Livro do Eclesiástico – 5Uma boa palavra multiplica os amigos e apazigua os inimigos; a linguagem elegante do homem virtuoso é uma opulência.6Dá-te bem com muitos, mas escolhe para conselheiro um entre mil.7Se adquirires um amigo, adquire-o na provação, não confies nele tão depressa.8Pois há amigos em certas horas que deixarão de o ser no dia da aflição.9Há amigo que se torna inimigo, e há amigo que desvendará ódios, querelas e disputas;10há amigo que só o é para a mesa, e que deixará de o ser no dia da desgraça.11Se teu amigo for constante, ele te será como um igual, e agirá livremente com os de tua casa.12Se se rebaixa em tua presença e se retrai diante de ti, terás aí, na união dos corações, uma excelente amizade.13Separa-te daqueles que são teus inimigos, e fica de sobreaviso diante de teus amigos.14Um amigo fiel é uma poderosa proteção: quem o achou, descobriu um tesouro.15Nada é comparável a um amigo fiel, o ouro e a prata não merecem ser postos em paralelo com a sinceridade de sua fé.16Um amigo fiel é um remédio de vida e imortalidade; quem teme ao Senhor, achará esse amigo.17Quem teme ao Senhor terá também uma excelente amizade, pois seu amigo lhe será semelhante. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 118, 12. 16. 18. 27. 34. 35 (R. 35a)

    R. Guiai-me pela estrada do vosso ensinamento!
    12 Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; os vossos mandamentos ensinai-me! R.

    16 Minha alegria é fazer vossa vontade; eu não posso esquecer vossa palavra. R.

    18 Abri meus olhos, e então contemplarei as maravilhas que encerra a vossa lei! R.

    27 Fazei-me conhecer vossos caminhos, e então meditarei vossos prodígios! R.

    34 Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei, e de todo o coração a guardarei. R.

    35 Guiai meus passos no caminho que traçastes, pois só nele encontrarei felicidade. R.

    Evangelho – Mc 10,1-12

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos – Naquele tempo: 1Saindo dali, ele foi para a região da Judéia, além do Jordão. As multidões voltaram a segui-lo pelo caminho e de novo ele pôs-se a ensiná-las, como era seu costume.2Chegaram os fariseus e perguntaram-lhe, para o pôr à prova, se era permitido ao homem repudiar sua mulher.3Ele respondeu-lhes: “Que vos ordenou Moisés?”4Eles responderam: “Moisés permitiu escrever carta de divórcio e despedir a mulher.”5Continuou Jesus: “Foi devido à dureza do vosso coração que ele vos deu essa lei;6mas, no princípio da criação, Deus os fez homem e mulher.7Por isso, deixará o homem pai e mãe e se unirá à sua mulher;8e os dois não serão senão uma só carne. Assim, já não são dois, mas uma só carne.9Não separe, pois, o homem o que Deus uniu.”10Em casa, os discípulos fizeram-lhe perguntas sobre o mesmo assunto. – Palavra da Salvação.

2
  • Sábado da 7ª Semana Do Tempo Comum
    Dia Todo
    02/03/2019

    Primeira Leitura – Eclo 17,1-13 (Gr.1-15)

    Leitura do Livro do Eclesiástico – 1Deus criou o homem da terra, formou-o segundo a sua própria imagem;2e o fez de novo voltar à terra. Revestiu-o de força segundo a sua natureza;3determinou-lhe uma época e um número de dias. Deu-lhe domínio sobre tudo o que está na terra.4Fê-lo temido por todos os seres vivos, fê-lo senhor dos animais e dos pássaros.5De sua própria substância, deu-lhe uma companheira semelhante a ele, com inteligência, língua, olhos, ouvidos, e juízo para pensar; cumulou-os de saber e inteligência.6Criou neles a ciência do espírito, encheu-lhes o coração de sabedoria, e mostrou-lhes o bem e o mal.7Pôs o seu olhar nos seus corações para mostrar-lhes a majestade de suas obras,8a fim de que celebrassem a santidade do seu nome, e o glorificassem por suas maravilhas, apregoando a magnificência de suas obras.9Deu-lhes, além disso, a instrução, deu-lhes a posse da lei da vida;10concluiu com eles um pacto eterno, e revelou-lhes a justiça de seus preceitos.11Viram com os próprios olhos as maravilhas da sua glória, seus ouvidos ouviram a majestade de sua voz: Guardai-vos, disse-lhes ele, de toda a iniqüidade.12Impôs a cada um (deveres) para com o próximo.13O proceder deles lhe está sempre diante dos olhos, nada lhe escapa. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 102, 13-14. 15-16. 17-18a (R. Cf. 17)

    R. O amor do Senhor por quem o respeita, é de sempre e para sempre
    13 Como um pai se compadece de seus filhos, o Senhor tem compaixão dos que o temem. 14 Porque sabe de que barro somos feitos, e se lembra que apenas somos pó. R.

    15 Os dias do homem se parecem com a erva, ela floresce como a flor dos verdes campos; 16 mas apenas sopra o vento ela se esvai, já nem sabemos onde era o seu lugar. R.

    17 Mas o amor do Senhor Deus por quem o teme é de sempre e perdura para sempre; e também sua justiça se estende por gerações até os filhos de seus filhos, 18a aos que guardam fielmente sua Aliança. R.

    Evangelho – Mc 10,13-16

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos – Naquele tempo: 13Apresentaram-lhe então crianças para que as tocasse; mas os discípulos repreendiam os que as apresentavam.14Vendo-o, Jesus indignou-se e disse-lhes: “Deixai vir a mim os pequequinos e não os impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se lhes assemelham.15Em verdade vos digo: todo o que não receber o Reino de Deus com a mentalidade de uma criança, nele não entrará.”16Em seguida, ele as abraçou e as abençoou, impondo-lhes as mãos. – Palavra da Salvação.

3
  • 8º Domingo Do Tempo Comum
    Dia Todo
    03/03/2019

    Primeira Leitura – Eclo 27,5-8 (gr.4-7)

    Leitura do Livro do Eclesiástico – 5Quando se sacode a joeira, só ficam refugos; assim a perplexidade permanece no pensamento do homem.6A fornalha experimenta as jarras do oleiro; a prova do infortúnio, os homens justos.7O cuidado aplicado a uma árvore mostra-se no fruto; assim a palavra manifesta o que vai no coração do homem.8Não louves um homem antes que ele tenha falado, pois é assim que se experimentam os humanos. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 91,2-3.13-14.15-16 (R. Cf. 2a)

    R.Como é bom agradecermos ao Senhor.
    Como é bom agradecermos ao Senhor e cantar salmos de louvor ao Deus Altíssimo! Anunciar pela manhã vossa bondade, e o vosso amor fiel, a noite inteira. R.

    13 O justo crescerá como a palmeira, florirá igual ao cedro que há no Líbano; 14 na casa do Senhor estão plantados, nos átrios de meu Deus florescerão. R.

    15 Mesmo no tempo da velhice darão frutos, cheios de seiva e de folhas verdejantes; 16 e dirão: ‘É justo mesmo o Senhor Deus: meu Rochedo, não existe nele o mal!’ R.

    Segunda Leitura – 1Cor 15,54-58

    Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios – 54Quando este corpo corruptível estiver revestido da incorruptibilidade, e quando este corpo mortal estiver revestido da imortalidade, então se cumprirá a palavra da Escritura:55A morte foi tragada pela vitória (Is 25,8). Onde está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão (Os 13,14)?56Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.57Graças, porém, sejam dadas a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo!58Por conseqüência, meus amados irmãos, sede firmes e inabaláveis, aplicando-vos cada vez mais à obra do Senhor. Sabeis que o vosso trabalho no Senhor não é em vão. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Lc 6,39-45

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – 39Propôs-lhes também esta comparação: Pode acaso um cego guiar outro cego? Não cairão ambos na cova?40O discípulo não é superior ao mestre; mas todo discípulo perfeito será como o seu mestre.41Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão e não reparas na trave que está no teu olho?42Ou como podes dizer a teu irmão: Deixa-me, irmão, tirar de teu olho o argueiro, quando tu não vês a trave no teu olho? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho e depois enxergarás para tirar o argueiro do olho de teu irmão.43Uma árvore boa não dá frutos maus, uma árvore má não dá bom fruto.44Porquanto cada árvore se conhece pelo seu fruto. Não se colhem figos dos espinheiros, nem se apanham uvas dos abrolhos.45O homem bom tira coisas boas do bom tesouro do seu coração, e o homem mau tira coisas más do seu mau tesouro, porque a boca fala daquilo de que o coração está cheio. – Palavra da Salvação.

4
  • 2ª-feira da 8ª Semana Do Tempo Comum
    Dia Todo
    04/03/2019

    Primeira Leitura – Eclo 17,20-28 (Gr 24-29)

    Leitura do Livro do Eclesiástico – 20Aos penitentes, porém, abre o caminho da justiça: conforta os desfalecidos, e conserva-lhes a verdade como destino.21Converte-te ao Senhor, abandona os teus pecados.22Ora diante dele e diminui as ocasiões de pecado.23Volta para o Senhor, afasta-te de tua injustiça, e detesta o que causa horror a Deus.24Conhece a justiça e os juízos de Deus; permanece firme no estado em que ele te colocou, e na oração constante ao Altíssimo.25Anda na companhia do povo santo, com os que vivem e proclamam a glória de Deus.26Não te detenhas no erro dos ímpios, louva a Deus antes da morte;27após a morte nada mais há, o louvor terminou. Glorifica a Deus enquanto viveres; glorifica-o enquanto tiveres vida e saúde; louva a Deus e glorifica-o em suas misericórdias.28Quão grande é a misericórdia do Senhor, e o perdão que concede àqueles que para ele se voltam! – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 31, 1-2. 5. 6. 7 (R. 11a)

    R. Ó justos, alegrai-vos no Senhor!
    Feliz o homem que foi perdoado e cuja falta já foi encoberta! Feliz o homem a quem o Senhor + não olha mais como sendo culpado, e em cuja alma não há falsidade! R.

    Eu confessei, afinal, meu pecado, e minha falta vos fiz conhecer. Disse: ‘Eu irei confessar meu pecado!’ E perdoastes, Senhor, minha falta. R.

    Todo fiel pode, assim, invocar-vos, durante o tempo da angústia e aflição, porque, ainda que irrompam as águas, não poderão atingi-lo jamais. R.

    Sois para mim proteção e refúgio; na minha angústia me haveis de salvar, e envolvereis a minha alma no gozo da salvação que me vem só de vós. R.

    Evangelho – Mc 10,17-27

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos – Naquele tempo: 17Tendo ele saído para se pôr a caminho, veio alguém correndo e, dobrando os joelhos diante dele, suplicou-lhe: “Bom Mestre, que farei para alcançara vida eterna?”18Jesus disse-lhe: “Por que me chamas bom? Só Deus é bom.19Conheces os mandamentos: não mates; não cometas adultério; não furtes; não digas falso testemunho; não cometas fraudes; honra pai e mãe.”20Ele respondeu-lhe: “Mestre, tudo isto tenho observado desde a minha mocidade.”21Jesus fixou nele o olhar, amou-o e disse-lhe: “Uma só coisa te falta; vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me.22Ele entristeceu-se com estas palavras e foi-se todo abatido, porque possuía muitos bens.23E, olhando Jesus em derredor, disse a seus discípulos: “Quão dificilmente entrarão no Reino de Deus os ricos!”24Os discípulos ficaram assombrados com suas palavras. Mas Jesus replicou: “Filhinhos, quão difícil é entrarem no Reino de Deus os que põem a sua confiança nas riquezas!25É mais fácil passar o camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar o rico no Reino de Deus.”26Eles ainda mais se admiravam, dizendo a si próprios: “Quem pode então salvar-se?”27Olhando Jesus para eles, disse: “Aos homens isto é impossível, mas não a Deus; pois a Deus tudo é possível. – Palavra da Salvação.

5
  • 3ª-feira da 8ª Semana Do Tempo Comum
    Dia Todo
    05/03/2019

    Primeira Leitura – Eclo 35,1-15 (Gr. 1-12)

    Leitura do Livro do Eclesiástico – 1Aquele que observa a lei faz numerosas oferendas.2É um sacrifício salutar guardar os preceitos, e apartar-se de todo pecado.3Afastar-se da injustiça é oferecer um sacrifício de propiciação, que consegue o perdão dos pecados.4Aquele que oferece a flor da farinha dá graças, e o que usa de misericórdia oferece um sacrifício.5Abster-se do mal é coisa agradável ao Senhor; o fugir da injustiça alcança o perdão dos pecados.6Não te apresentarás diante do Senhor com as mãos vazias,7pois todos (esses ritos) se fazem para obedecer aos preceitos divinos.8A oblação do justo enriquece o altar; é um suave odor na presença do Senhor.9O sacrifício do justo é aceito (por Deus). O Senhor não se esquecerá dele.10Dá glória a Deus de bom coração e nada suprimas das primícias (do produto) de tuas mãos.11Faze todas as tuas oferendas com um rosto alegre, consagra os dízimos com alegria.12Dá ao Altíssimo conforme te foi dado por ele, dá de bom coração de acordo com o que tuas mãos ganharam,13pois o Senhor retribui a dádiva, e recompensar-te-á tudo sete vezes mais.14Não lhe ofereças dádivas perversas, pois ele não as aceitará.15Nada esperes de um sacrifício injusto, porque o Senhor é teu juiz, e ele não faz distinção de pessoas. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 49, 5-6. 7-8. 14.23 (R. 23b)

    R. A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus
    ‘Reuni à minha frente os meus eleitos, que selaram a Aliança em sacrifícios!’ Testemunha o próprio céu seu julgamento, porque Deus mesmo é juiz e vai julgar. R.

    ‘Escuta, ó meu povo, eu vou falar; + ouve, Israel, eu testemunho contra ti: Eu, o Senhor, somente eu, sou o teu Deus! Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos; R.

    14 Imola a Deus um sacrifício de louvor e cumpre os votos que fizeste ao Altíssimo. 23 Quem me oferece um sacrifício de louvor, este sim é que me honra de verdade. A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus’. R.

    Evangelho – Mc 10,28-31

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos – Naquele tempo: 28Pedro começou a dizer-lhe: “Eis que deixamos tudo e te seguimos.”29Respondeu-lhe Jesus. “Em verdade vos digo: ninguém há que tenha deixado casa ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras por causa de mim e por causa do Evangelho30que não receba, já neste século, cem vezes mais casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e terras, com perseguições e no século vindouro a vida eterna.31Muitos dos primeiros serão os últimos, e dos últimos serão os primeiros.” – Palavra da Salvação.

6
  • Quarta-feira de Cinzas da Quaresma
    Dia Todo
    06/03/2019

    Primeira Leitura – Jl 2,12-18

    Leitura da Profecia de Joel – 12Por isso, agora ainda – oráculo do Senhor -, voltai a mim de todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos de luto.13Rasgai vossos corações e não vossas vestes; voltai ao Senhor vosso Deus, porque ele é bom e compassivo, longânime e indulgente, pronto a arrepender-se do castigo que inflige.14Quem sabe se ele mudará de parecer e voltará atrás, deixando após si uma bênção, ofertas e libações para o Senhor, vosso Deus?15Tocai a trombeta em Sião: publicai o jejum, convocai a assembléia, reuni o povo;16santificai a assembléia, agrupai os anciãos, congregai as crianças e os meninos de peito; saia o recém-casado de seus aposentos, e a esposa de sua câmara nupcial.17Chorem os sacerdotes, servos do Senhor, entre o pórtico e o altar, e digam: Tende piedade de vosso povo, Senhor, não entregueis à ignomínia vossa herança, para que não se torne ela o escárnio dos pagãos! Por que diriam eles: onde está o seu Deus? – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 50 (51), 3-4. 5-6a. 12-13. 14.17 (R.Cf.3a)

    R. Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos.
    Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa! R. 

    Eu reconheço toda a minha iniqüidade, o meu pecado está sempre à minha frente. 6a Foi contra vós, só contra vós, que eu pequei, pratiquei o que é mau aos vossos olhos! R.

    12 Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. 13 Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito! R.

    14 Dai-me de novo a alegria de ser salvo e confirmai-me com espírito generoso! 17 Abri meus lábios, ó Senhor, para cantar, e minha boca anunciará vosso louvor! R.

    Segunda Leitura – 2Cor 5,20-6,2

    Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios – Irmãos: 20Portanto, desempenhamos o encargo de embaixadores em nome de Cristo, e é Deus mesmo que exorta por nosso intermédio. Em nome de Cristo vos rogamos: reconciliai-vos com Deus!21Aquele que não conheceu o pecado, Deus o fez pecado por nós, para que nele nós nos tornássemos justiça de Deus.6,1Na qualidade de colaboradores seus, exortamo-vos a que não recebais a graça de Deus em vão.2Pois ele diz: Eu te ouvi no tempo favorável e te ajudei no dia da salvação (Is 49,8). Agora é o tempo favorável, agora é o dia da salvação. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Mt 6,1-6.16-18

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:1Guardai-vos de fazer vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles. Do contrário, não tereis recompensa junto de vosso Pai que está no céu.2Quando, pois, dás esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem louvados pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.3Quando deres esmola, que tua mão esquerda não saiba o que fez a direita.4Assim, a tua esmola se fará em segredo; e teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á.5Quando orardes, não façais como os hipócritas, que gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.6Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á.16Quando jejuardes, não tomeis um ar triste como os hipócritas, que mostram um semblante abatido para manifestar aos homens que jejuam. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.17Quando jejuares, perfuma a tua cabeça e lava o teu rosto.18Assim, não parecerá aos homens que jejuas, mas somente a teu Pai que está presente ao oculto; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á. – Palavra da Salvação.

7
  • Quinta-feira depois das Cinzas da Quaresma
    Dia Todo
    07/03/2019

    Primeira Leitura – Dt 30,15-20

    Leitura do Livro do Deuteronômio – Moisés falou ao povo dizendo: 15Olha que hoje ponho diante de ti a vida com o bem, e a morte com o mal.16Mando-te hoje que ames o Senhor, teu Deus, que andes em seus caminhos, observes seus mandamentos, suas leis e seus preceitos, para que vivas e te multipliques, e que o Senhor, teu Deus, te abençoe na terra em que vais entrar para possuí-la.17Se, porém, o teu coração se afastar, se não obedeceres e se te deixares seduzir para te prostrares diante de outros deuses e adorá-los,18eu te declaro neste dia: perecereis seguramente e não prolongareis os vossos dias na terra em que ides entrar para possuí-la, ao passar o Jordão.19Tomo hoje por testemunhas o céu e a terra contra vós: ponho diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição. Escolhe, pois, a vida, para que vivas com a I tua posteridade,20amando o Senhor, teu Deus, obedecendo à sua voz e permanecendo unido a ele. Porque é esta a tua vida e a longevidade dos teus dias na terra que o Senhor jurou dar a Abraão, Isaac e Jacó, teus pais. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 1, 1-2. 3. 4.6 (R. Sl 39,5a)

    R. É feliz quem a Deus se confia!
    Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos; que não entra no caminho dos malvados, nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar. R. 

    Eis que ele é semelhante a uma árvore, que à beira da torrente está plantada; ela sempre dá seus frutos a seu tempo, e jamais as suas folhas vão murchar. Eis que tudo o que ele faz vai prosperar. R. 

    Mas bem outra é a sorte dos perversos. Ao contrário, são iguais à palha seca espalhada e dispersada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, mas a estrada dos malvados leva à morte. R.

    Evangelho – Lc 9,22-25

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas – Naquele tempo disse Jesus aos seus discipulos: 22Ele acrescentou: É necessário que o Filho do Homem padeça muitas coisas, seja rejeitado pelos anciãos, pelos príncipes dos sacerdotes e pelos escribas. É necessário que seja levado à morte e que ressuscite ao terceiro dia.23Em seguida, dirigiu-se a todos: Se alguém quer vir após mim, renegue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me.24Porque, quem quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas quem sacrificar a sua vida por amor de mim, salvá-la-á.25Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se vem a perder-se a si mesmo e se causa a sua própria ruína? – Palavra da Salvação.

8
  • Sexta-feira depois das Cinzasda Quaresma
    Dia Todo
    08/03/2019

    Primeira Leitura – Is 58,1-9a

    Leitura do Livro do Profeta Isaías – Assim fala o Senhor Deus: 1Clama em alta voz, sem constrangimento; faze soar a tua voz como a corneta. Denuncia a meu povo suas faltas, e à casa de Jacó seus pecados.2Sem dúvida eles me procuram dia após dia, desejam conhecer o comportamento que me agrada, como uma nação que houvesse sempre praticado a justiça, sem abandonar a lei de seu Deus. Informam-se junto a mim sobre as exigências da justiça, desejam a presença de Deus.3De que serve jejuar, se com isso não vos importais? E mortificar-nos, se nisso não prestais atenção? É que no dia de vosso jejum, só cuidais de vossos negócios, e oprimis todos os vossos operários.4Passais vosso jejum em disputas e altercações, ferindo com o punho o pobre. Não é jejuando assim que fareis chegar lá em cima vossa voz.5O jejum que me agrada porventura consiste em o homem mortificar-se por um dia? Curvar a cabeça como um junco, deitar sobre o saco e a cinza? Podeis chamar isso um jejum, um dia agradável ao Senhor?6Sabeis qual é o jejum que eu aprecio? – diz o Senhor Deus: É romper as cadeias injustas, desatar as cordas do jugo, mandar embora livres os oprimidos, e quebrar toda espécie de jugo.7É repartir seu alimento com o esfaimado, dar abrigo aos infelizes sem asilo, vestir os maltrapilhos, em lugar de desviar-se de seu semelhante.8Então tua luz surgirá como a aurora, e tuas feridas não tardarão a cicatrizar-se; tua justiça caminhará diante de ti, e a glória do Senhor seguirá na tua retaguarda.9Então às tuas invocações, o Senhor responderá, e a teus gritos dirá: Eis-me aqui! Se expulsares de tua casa toda a opressão, os gestos malévolos e as más conversações; – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 50, 3-4. 5-6a. 18-19 (R. 19b)

    R. Ó Senhor, não desprezeis um coração arrependido!
    Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidóo de vosso amor, purificai-me! Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa! R. 

    Eu reconheço toda a minha iniqüidade, o meu pecado está sempre à minha frente. 6a Foi contra vós, só contra vós, que eu pequei, e pratiquei o que é mau aos vossos olhos! R.

    18 Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais. 19 Meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido! R.

    Evangelho – Mt 9,14-15

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo: 14Então os discípulos de João, dirigindo-se a ele, perguntaram: “Por que jejuamos nós e os fariseus, e os teus discípulos não?”15Jesus respondeu: Podem os amigos do esposo afligir-se enquanto o esposo está com eles? Dias virão em que lhes será tirado o esposo. Então eles jejuarão. – Palavra da Salvação.

9
  • Sábado depois das Cinzas da Quaresma
    Dia Todo
    09/03/2019

    Primeira Leitura – Is 58,9b-14

    Leitura do Livro do Profeta Isaías – Assim fala o Senhor: 9Então às tuas invocações, o Senhor responderá, e a teus gritos dirá: Eis-me aqui! Se expulsares de tua casa toda a opressão, os gestos malévolos e as más conversações;10se deres do teu pão ao faminto, se alimentares os pobres, tua luz levantar-se-á na escuridão, e tua noite resplandecerá como o dia pleno.11O Senhor te guiará constantemente, alimentar-te-á no árido deserto, renovará teu vigor. Serás como um jardim bem irrigado, como uma fonte de águas inesgotáveis.12Reerguerás as ruínas antigas, reedificarás sobre os alicerces seculares; chamar-te-ão o reparador de brechas, o restaurador das moradias em ruínas.13Se te abstiveres de calcar aos pés o sábado, de cuidar de teus negócios no dia que me é consagrado, se achares o sábado um dia maravilhoso, se achares respeitável o dia consagrado ao Senhor, se tu o venerares não seguindo os teus caminhos, não te entregando às tuas ocupações e às conversações,14então encontrarás tua felicidade no Senhor: eu te farei galgar as alturas da terra, e gozar a herança de Jacó, teu pai; porque a boca do Senhor falou. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 85, 1-2. 3-4. 5-6 (R. 11a)

    R. Ensinai-me os vossos caminhos e na vossa verdade andarei.

    Inclinai, ó Senhor, vosso ouvido, escutai, pois sou pobre e infeliz! Protegei-me, que sou vosso amigo, + e salvai vosso servo, meu Deus, que espera e confia em vós! R.

    Piedade de mim, ó Senhor, porque clamo por vós todo o dia! Animai e alegrai vosso servo, pois a vós eu elevo a minh’alma. R.

    Ó Senhor, vós sois bom e clemente, sois perdão para quem vos invoca. Escutai, ó Senhor, minha prece, o lamento da minha oração! R.

    Evangelho – Lc 5,27-32

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas – Naquele tempo: 27Depois disso, ele saiu e viu sentado ao balcão um coletor de impostos, por nome Levi, e disse-lhe: Segue-me.28Deixando ele tudo, levantou-se e o seguiu.29Levi deu-lhe um grande banquete em sua casa; vários desses fiscais e outras pessoas estavam sentados à mesa com eles.30Os fariseus e os seus escribas puseram-se a criticar e a perguntar aos discípulos: Por que comeis e bebeis com os publicanos e pessoas de má vida?31Respondeu-lhes Jesus: Não são os homens de boa saúde que necessitam de médico, mas sim os enfermos.32Não vim chamar à conversão os justos, mas sim os pecadores. – Palavra da Salvação.

10
  • 1º Domingo da Quaresma
    Dia Todo
    10/03/2019

    Primeira Leitura – Dt 26,4-10

    Leitura do Livro do Deuteronômio – Assim Moisés falou ao povo: 4O sacerdote, recebendo o cesto de tua mão depô-lo-á diante. do altar do Senhor, teu Deus.5Dirás então em presença do Senhor, teu Deus: meu pai era um arameu prestes a morrer, que desceu ao Egito com um punhado de gente para ali viverem como forasteiros, mas tornaram-se ali um povo grande, forte e numeroso.6Os egípcios afligiram-nos e oprimiram-nos, impondo-nos uma penosa servidão.7Clamamos então ao Senhor, o Deus de nossos pais, e ele ouviu nosso clamor, e viu nossa aflição, nossa miséria e nossa angústia. O Senhor tirou-nos do Egito com sua mão poderosa e o vigor de seu braço,8operando prodígios e portentosos milagres.9Conduziu-nos a esta região e deu-nos esta terra que mana leite mel.10Por isso trago agora as primícias dos frutos do solo que me destes, ó Senhor. Dito isto, deporás o cesto diante do Senhor, teu Deus, prostrando-te em sua presença. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 90,1-2.10-11.12-13.14-15 (R. cf.15b)

    R. Em minhas dores, ó Senhor, permanecei junto de mim!
    Quem habita ao abrigo do Altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, diz ao Senhor: ‘Sois meu refúgio e proteçóo, sois o meu Deus, no qual confio inteiramente’. R. 

    10 Nenhum mal há de chegar perto de ti, nem a desgraça baterá à tua porta; 11 pois o Senhor deu uma ordem a seus anjos para em todos os caminhos te guardarem. R. 

    12 Haverão de te levar em suas mãos, para o teu pé não se ferir nalguma pedra. 13 Passarás por sobre cobras e serpentes, pisarás sobre leões e outras feras. R. 

    14 ‘Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo e protegê-lo, pois meu nome ele conhece. 15 Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, e a seu lado eu estarei em suas dores. R.

    Segunda Leitura – Rm 10,8-13

    Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos – Irmãos: 8Que diz ela, afinal? A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração (Dt 30,14). Essa é a palavra da fé, que pregamos.9Portanto, se com tua boca confessares que Jesus é o Senhor, e se em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.10É crendo de coração que se obtém a justiça, e é professando com palavras que se chega à salvação.11A Escritura diz: Todo o que nele crer não será confundido (Is 28,16).12Pois não há distinção entre judeu e grego, porque todos têm um mesmo Senhor, rico para com todos os que o invocam,13porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo (Jl 3,5). – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Lc 4,1-13

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naquele tempo: 1Cheio do Espírito Santo, voltou Jesus do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto,2onde foi tentado pelo demônio durante quarenta dias. Durante este tempo ele nada comeu e, terminados estes dias, teve fome.3Disse-lhe então o demônio: Se és o Filho de Deus, ordena a esta pedra que se torne pão.4Jesus respondeu: Está escrito: Não só de pão vive o homem, mas de toda a palavra de Deus (Dt 8,3).5O demônio levou-o em seguida a um alto monte e mostrou-lhe num só momento todos os reinos da terra,6e disse-lhe: Dar-te-ei todo este poder e a glória desses reinos, porque me foram dados, e dou-os a quem quero.7Portanto, se te prostrares diante de mim, tudo será teu.8Jesus disse-lhe: Está escrito: Adorarás o Senhor teu Deus, e a ele só servirás (Dt 6,13).9O demônio levou-o ainda a Jerusalém, ao ponto mais alto do templo, e disse-lhe: Se és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo;10porque está escrito: Ordenou aos seus anjos a teu respeito que te guardassem.11E que te sustivessem em suas mãos, para não ferires o teu pé nalguma pedra (Sl 90,11s.).12Jesus disse: Foi dito: Não tentarás o Senhor teu Deus (Dt 6,16).13Depois de tê-lo assim tentado de todos os modos, o demônio apartou-se dele até outra ocasião. – Palavra da Salvação.

11
  • 2ª-feira da 1ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    11/03/2019

    Primeira Leitura – Lv 19,1-2.11-18

    Leitura do Livro do Levítico – 1O Senhor disse a Moisés:2“Dirás a toda a assembléia de Israel o seguinte: sede santos, porque eu, o Senhor, vosso Deus, sou santo.11Não furtareis, não usareis de embustes nem de mentiras uns para com os outros.12Não jurareis falso em meu nome, porque profanaríeis o nome de vosso Deus. Eu sou o Senhor.13Não oprimirás o teu próximo, e não o despojarás. O salário do teu operário não ficará contigo até o dia seguinte.14Não amaldiçoarás um surdo; não porás algo como tropeço diante do cego; mas temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor.15Não sereis injustos em vossos juízos: não favorecerás o pobre nem terás complacência com o grande; mas segundo a justiça julgarás o teu próximo.16Não semearás a difamação no meio de teu povo, nem te apresentarás como testemunha contra a vida do teu próximo. Eu sou o Senhor.17Não odiarás o teu irmão no teu coração. Repreenderás o teu próximo para que não incorras em pecado por sua causa.18Não te vingarás; não guardarás rancor contra os filhos de teu povo. Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 18, 8. 9. 10. 15 (R. Jo 6,63c)

    R. Ó Senhor,vossas palavras são espírito e vida!
    A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes. R. 

    Os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao coração. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz. R. 

    10 É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente. R. 

    15 Que vos agrade o cantar dos meus lábios e a voz da minha alma; que ela chegue até vós, ó Senhor, meu Rochedo e Redentor! R.

    Evangelho – Mt 25,31-46

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 31Quando o Filho do Homem voltar na sua glória e todos os anjos com ele, sentar-se-á no seu trono glorioso.32Todas as nações se reunirão diante dele e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos.33Colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda.34Então o Rei dirá aos que estão à direita: – Vinde, benditos de meu Pai, tomai posse do Reino que vos está preparado desde a criação do mundo,35porque tive fome e me destes de comer; tive sede e me destes de beber; era peregrino e me acolhestes;36nu e me vestistes; enfermo e me visitastes; estava na prisão e viestes a mim.37Perguntar-lhe-ão os justos: – Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer, com sede e te demos de beber?38Quando foi que te vimos peregrino e te acolhemos, nu e te vestimos?39Quando foi que te vimos enfermo ou na prisão e te fomos visitar?40Responderá o Rei: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que fizestes isto a um destes meus irmãos mais pequeninos, foi a mim mesmo que o fizestes.41Voltar-se-á em seguida para os da sua esquerda e lhes dirá: – Retirai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno destinado ao demônio e aos seus anjos.42Porque tive fome e não me destes de comer; tive sede e não me destes de beber;43era peregrino e não me acolhestes; nu e não me vestistes; enfermo e na prisão e não me visitastes.44Também estes lhe perguntarão: – Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, peregrino, nu, enfermo, ou na prisão e não te socorremos?45E ele responderá: – Em verdade eu vos declaro: todas as vezes que deixastes de fazer isso a um destes pequeninos, foi a mim que o deixastes de fazer.46E estes irão para o castigo eterno, e os justos, para a vida eterna. – Palavra da Salvação.

12
  • 3ª-feira da 1ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    12/03/2019

    Primeira Leitura – Is 55,10-11

    Leitura do Livro do Profeta Isaías – Isto diz o Senhor: 10Tal como a chuva e a neve caem do céu e para lá não volvem sem ter regado a terra, sem a ter fecundado, e feito germinar as plantas, sem dar o grão a semear e o pão a comer,11assim acontece à palavra que minha boca profere: não volta sem ter produzido seu efeito, sem ter executado minha vontade e cumprido sua missão. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 33, 4-5. 6-7. 16-17. 18-19 (R. 18b)

    R. O Senhor liberta os justos de todas as angústias.
    Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou. R.

    Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia. R.

    16 O Senhor pousa seus olhos sobre os justos, e seu ouvido está atento ao seu chamado; 17 mas ele volta a sua face contra os maus, para da terra apagar sua lembrança. R. 

    18 Clamam os justos, e o Senhor bondoso escuta e de todas as angústias os liberta. 19 Do coração atribulado ele está perto e conforta os de espírito abatido. R.

    Evangelho – Mt 6,7-15

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras.8Não os imiteis, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes que vós lho peçais.9Eis como deveis rezar: PAI NOSSO, que estais no céu, santificado seja o vosso nome;10venha a nós o vosso Reino; seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu.11O pão nosso de cada dia nos dai hoje;12perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos aos que nos ofenderam;13e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.14Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, vosso Pai celeste também vos perdoará.15Mas se não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai vos perdoará. – Palavra da Salvação.

13
  • 4ª-feira da 1ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    13/03/2019

    Primeira Leitura – Jn 3,1-10

    Leitura da Profecia de Jonas – 1A palavra do Senhor foi dirigida pela segunda vez a Jonas nestes termos:2Vai a Nínive, a grande cidade, e faze-lhe conhecer a mensagem que te ordenei.3Jonas pôs-se a caminho e foi a Nínive, segundo a ordem do Senhor. Nínive era, diante de Deus, uma grande cidade: eram precisos três dias para percorrê-la.4Jonas foi pela cidade durante todo um dia, pregando: Daqui a quarenta dias Nínive será destruída.5Os ninivitas creram (nessa mensagem) de Deus, e proclamaram um jejum, vestindo-se de sacos desde o maior até o menor.6A notícia chegou ao conhecimento do rei de Nínive; ele levantou-se do seu trono, tirou o manto, cobriu-se de saco e sentou-se sobre a cinza.7Em seguida, foi publicado pela cidade, por ordem do rei e dos príncipes, este decreto: Fica proibido aos homens e aos animais, tanto do gado maior como do menor, comer o que quer que seja, assim como pastar ou beber.8Homens e animais se cobrirão de sacos. Todos clamem a Deus, em alta voz; deixe cada um o seu mau caminho e converta-se da violência que há em suas mãos.9Quem sabe, Deus se arrependerá, acalmará o ardor de sua cólera e deixará de nos perder!10Diante de uma tal atitude, vendo como renunciavam aos seus maus caminhos, Deus arrependeu-se do mal que resolvera fazer-lhes, e não o executou. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 50, 3-4, 12-13. 18-19 (R. 19b)

    R. Ó Senhor, não desprezeis um coração arrependido!
    Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa! R.

    12 Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. 13 Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito! R.

    18 Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais. 19 Meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido! R.

    Evangelho – Lc 11,29-32

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas – Naquele tempo: 29Afluía o povo e ele continuou: Esta geração é uma geração perversa; pede um sinal, mas não se lhe dará outro sinal senão o sinal do profeta Jonas.30Pois, como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim o Filho do Homem o será para esta geração.31A rainha do meio-dia levantar-se-á no dia do juízo para condenar os homens desta geração, porque ela veio dos confins da terra ouvir a sabedoria de Salomão! Ora, aqui está quem é mais que Salomão.32Os ninivitas levantar-se-ão no dia do juízo para condenar os homens desta geração, porque fizeram penitência com a pregação de Jonas. Ora, aqui está quem é mais do que Jonas. – Palavra da Salvação.

14
  • 5ª-feira da 1ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    14/03/2019

    Primeira Leitura – Est 4,17n.p-r.aa-bb.gg-hh

    Naqueles dias: 17n A rainha Ester, temendo o perigo de morte que se aproximava, buscou refúgio no Senhor. 17p Prostrou-se por terra desde a manhã até ao anoitecer, juntamente com suas servas, e disse: 17q ‘Deus de Abraão, Deus de Isaac e Deus de Jacó, tu és bendito. Vem em meu socorro, pois estou só e não tenho outro defensor fora de ti, Senhor, 17r pois eu mesma me expus ao perigo. 17aa Senhor, eu ouvi, dos livros de meus antepassados, que tu libertas, Senhor, até ao fim, todos os que te são caros. 17bb Agora, pois, ajuda-me, a mim que estou sozinha e não tenho mais ninguém senão a ti, Senhor meu Deus. 17gg Vem, pois, em auxílio de minha orfandade. Põe em meus lábios um discurso atraente, quando eu estiver diante do leão, e muda o seu coração para que odeie aquele que nos ataca, para que este pereça com todos os seus cúmplices. 17hh E livra-nos da mão de nossos inimigos. Transforma nosso luto em alegria e nossas dores em bem-estar’. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 137, 1-2a. 2bc-3. 7c-8 (R. 3a)

    R. Naquele dia em que gritei, vós me escutastes, ó Senhor!.
    Ó Senhor, de coração eu vos dou graças, porque ouvistes as palavras dos meus lábios! Perante os vossos anjos vou cantar-vos 2a e ante o vosso templo vou prostrar-me. R.

    2b Eu agradeço vosso amor, vossa verdade, 2c porque fizestes muito mais que prometestes; naquele dia em que gritei, vós me escutastes e aumentastes o vigor da minha alma. R. 

    7c estendereis o vosso braço em meu auxílio e havereis de me salvar com vossa destra. Completai em mim a obra começada; ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Eu vos peço: não deixeis inacabada esta obra que fizeram vossas mãos! R.

    Evangelho – Mt 7,7-12

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7Pedi e se vos dará. Buscai e achareis. Batei e vos será aberto.8Porque todo aquele que pede, recebe. Quem busca, acha. A quem bate, abrir-se-á.9Quem dentre vós dará uma pedra a seu filho, se este lhe pedir pão?10E, se lhe pedir um peixe, dar-lhe-á uma serpente?11Se vós, pois, que sois maus, sabeis dar boas coisas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai celeste dará boas coisas aos que lhe pedirem.12Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles. Esta é a lei e os profetas. – Palavra da Salvação.

15
  • 6ª-feira da 1ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    15/03/2019

    Primeira Leitura – Ez 18,21-28

    Leitura da Profecia de Ezequiel – Assim fala o Senhor: 21Se, no entanto, o mau renuncia a todos os seus erros para praticar as minhas leis e seguir a justiça e a eqüidade, então ele viverá decerto, e não há de perecer.22Não lhe será tomada em conta qualquer das faltas cometidas: ele há de viver por causa da justiça que praticou.23Terei eu prazer com a morte do malvado? – oráculo do Senhor Javé. – Não desejo eu, antes, que ele mude de proceder e viva?24E, se um justo abandonar a sua justiça, se praticar o mal e imitar todas as abominações cometidas pelo malvado, viverá ele? Não será tido em conta qualquer dos atos bons que houver praticado. É em razão da infidelidade da qual se tornou culpado e dos pecados que tiver cometido que deverá morrer.25Dizeis: não é justo o modo de proceder do Senhor. Escutai-me então, israelitas: o meu modo de proceder não é justo? Não será o vosso que é injusto?26Quando um justo renunciar à sua justiça para cometer o mal e ele morrer, então é devido ao mal praticado que ele perece.27Quando um malvado renuncia ao mal para praticar a justiça e a eqüidade, ele faz reviver a sua alma.28Se ele se corrige e renuncia a todas as suas faltas, certamente viverá e não perecerá. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 129, 1-2. 3-4. 5-6. 7-8 (R. 3)

    R. Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir?
    Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, escutai a minha voz! Vossos ouvidos estejam bem atentos ao clamor da minha prece! R. 

    Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir? Mas em vós se encontra o perdão, eu vos temo e em vós espero. R. 

    No Senhor ponho a minha esperança, espero em sua palavra. A minh’alma espera no Senhor mais que o vigia pela aurora. R. 

    Espere Israel pelo Senhor, pois no Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção. Ele vem libertar a Israel de toda a sua culpa. R.

    Evangelho – Mt 5,20-26

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20Digo-vos, pois, se vossa justiça não for maior que a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reino dos céus.21Ouvistes o que foi dito aos antigos: Não matarás, mas quem matar será castigado pelo juízo do tribunal.22Mas eu vos digo: todo aquele que se irar contra seu irmão será castigado pelos juízes. Aquele que disser a seu irmão: Raca, será castigado pelo Grande Conselho. Aquele que lhe disser: Louco, será condenado ao fogo da geena.23Se estás, portanto, para fazer a tua oferta diante do altar e te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti,24deixa lá a tua oferta diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; só então vem fazer a tua oferta.25Entra em acordo sem demora com o teu adversário, enquanto estás em caminho com ele, para que não suceda que te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao seu ministro e sejas posto em prisão.26Em verdade te digo: dali não sairás antes de teres pago o último centavo. – Palavra da Salvação.

16
  • Sábado da 1ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    16/03/2019

    Primeira Leitura – Dt 26, 16-19

    Leitura do Livro do Deuteronômio – Moisés dirigiu a palavra ao povo de Israel e lhe disse: 16O Senhor, teu Deus, ordena-te hoje que guardes estas leis e estes preceitos. Observa-os cuidadosamente e pratica-os de todo o teu coração e de toda a tua alma.17Hoje, fizeste o Senhor, teu Deus, prometer que ele seria teu Deus, e que andarias nos seus caminhos, observando suas leis, seus mandamentos e seus preceitos, e obedecendo-lhe fielmente.18E o Senhor fez-te prometer neste dia, também de tua parte, que serias um povo que lhe pertenceria de maneira exclusiva, como te disse, e que observarias todos os seus mandamentos,19para que ele te eleve em glória, renome e esplendor, acima de todas as nações que criou, e sejas, assim, um povo consagrado ao Senhor, teu Deus, como te disse. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 118, 1-2. 4-5. 7-8 (R. 1b)

    R. Feliz é quem na lei do Senhor Deus vai progredindo!
    Feliz o homem sem pecado em seu caminho, que na lei do Senhor Deus vai progredindo! Feliz o homem que observa seus preceitos, e de todo o coração procura a Deus! R.

    Os vossos mandamentos vós nos destes, para serem fielmente observados. Oxalá seja bem firme a minha vida em cumprir vossa vontade e vossa lei! R.

    Quero louvar-vos com sincero coração, pois aprendi as vossas justas decisões. Quero guardar vossa vontade e vossa lei; Senhor, não me deixeis desamparado! R.

    Evangelho – Mt 5,43-48

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43Tendes ouvido o que foi dito: Amarás o teu próximo e poderás odiar teu inimigo.44Eu, porém, vos digo: amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos [maltratam e] perseguem.45Deste modo sereis os filhos de vosso Pai do céu, pois ele faz nascer o sol tanto sobre os maus como sobre os bons, e faz chover sobre os justos e sobre os injustos.46Se amais somente os que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem assim os próprios publicanos?47Se saudais apenas vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem isto também os pagãos?48Portanto, sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito. – Palavra da Salvação.

17
  • 2º Domingo da Quaresma
    Dia Todo
    17/03/2019

    Primeira Leitura – Gn 15,5-12 17-18

    Leitura do Livro do Gênesis – Naqueles dias: 5E, conduzindo-o fora, disse-lhe: “Levanta os olhos para os céus e conta as estrelas, se és capaz… Pois bem, ajuntou ele, assim será a tua descendência.”6Abrão confiou no Senhor, e o Senhor lho imputou para justiça.7E disse-lhe: “Eu sou o Senhor que te fiz sair de Ur da Caldéia para dar-te esta terra.”8“O Senhor Javé, como poderei saber se a hei de possuir?”9“Toma uma novilha de três anos, respondeu-lhe o Senhor, uma cabra de três anos, um cordeiro de três anos, uma rola e um pombinho.”10Abrão tomou todos esses animais, e dividiu-os pelo meio, colocando suas metades uma defronte da outra; mas não cortou as aves.11Vieram as aves de rapina e atiraram-se sobre os cadáveres, mas Abrão as expulsou.12E eis que, ao pôr-do-sol, veio um profundo sono a Abrão, ao mesmo tempo que o assaltou um grande pavor, uma espessa escuridão.17Quando o sol se pôs, formou-se uma densa escuridão, e eis que um braseiro fumegante e uma tocha ardente passaram pelo meio das carnes divididas.18Naquele dia, o Senhor fez aliança com Abrão: “Eu dou, disse ele, esta terra aos teus descendentes, desde a torrente do Egito até o grande rio Eufrates – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 26,1.7-8.9abc.13.14 (R. 1a)

    R. O Senhor é minha luz e salvação.
    O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu terei medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei? R.

    Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo, atendei por compaixão! Meu coração fala convosco confiante, é vossa face que eu procuro. R.

    9a Não afasteis em vossa ira o vosso servo, sois vós o meu auxílio! 9b Não me esqueçais nem me deixeis abandonado, 9c meu Deus e Salvador! R. 

    13 Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. 14 Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor! R.

    Segunda Leitura – Fl 3,17-4,1

    Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses – 17Irmãos, sede meus imitadores, e olhai atentamente para os que vivem segundo o exemplo que nós vos damos.18Porque há muitos por aí, de quem repetidas vezes vos tenho falado e agora o digo chorando, que se portam como inimigos da cruz de Cristo,19cujo destino é a perdição, cujo deus é o ventre, para quem a própria ignomínia é causa de envaidecimento, e só têm prazer no que é terreno.20Nós, porém, somos cidadãos dos céus. É de lá que ansiosamente esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo,21que transformará nosso mísero corpo, tornando-o semelhante ao seu corpo glorioso, em virtude do poder que tem de sujeitar a si toda criatura.4,1Portanto, meus muito amados e saudosos irmãos, alegria e coroa minha, continuai assim firmes no Senhor, caríssimos. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Lc 9,28b-36

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naquele tempo: 28Passados uns oitos dias, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, e subiu ao monte para orar.29Enquanto orava, transformou-se o seu rosto e as suas vestes tornaram-se resplandecentes de brancura.30E eis que falavam com ele dois personagens: eram Moisés e Elias,31que apareceram envoltos em glória, e falavam da morte dele, que se havia de cumprir em Jerusalém.32Entretanto, Pedro e seus companheiros tinham-se deixado vencer pelo sono; ao despertarem, viram a glória de Jesus e os dois personagens em sua companhia.33Quando estes se apartaram de Jesus, Pedro disse: Mestre, é bom estarmos aqui. Podemos levantar três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias!… Ele não sabia o que dizia.34Enquanto ainda assim falava, veio uma nuvem e encobriu-os com a sua sombra; e os discípulos, vendo-os desaparecer na nuvem, tiveram um grande pavor.35Então da nuvem saiu uma voz: Este é o meu Filho muito amado; ouvi-o!36E, enquanto ainda ressoava esta voz, achou-se Jesus sozinho. Os discípulos calaram-se e a ninguém disseram naqueles dias coisa alguma do que tinham visto. – Palavra da Salvação.

18
  • 2ª-feira da 2ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    18/03/2019

    Primeira Leitura – Dn 9, 4b-10

    Leitura da Profecia de Daniel – 4Supliquei ao Senhor, meu Deus, e fiz-lhe minha confissão nestes termos: Ah! Senhor, Deus grande e temível, que sois fiel à aliança e que conservais vossa misericórdia àqueles que vos amam e guardam vossos mandamentos:5nós pecamos, prevaricamos, cometemos maldade, fomos recalcitrantes, desviamo-nos de vossos mandamentos e de vossas leis.6Não escutamos vossos servos, os profetas, que falaram em vosso nome a nossos reis, a nossos chefes, a nossos antepassados e a todo o povo da terra.7A vós, Senhor, a justiça, e para nós a vergonha, como hoje acontece ao povo de Judá e de Jerusalém, a todo o Israel, àqueles que estão perto e àqueles que estão longe, em todos os países aonde os haveis dispersado por causa das iniqüidades que cometeram contra vós.8Sim, Senhor, para nós a vergonha, para nosso rei, nossos chefes e nossos antepassados, porque pecamos contra vós.9Ao Senhor, nosso Deus, as misericórdias e o perdão, porque nós nos rebelamos contra ele.10Recusamos ouvir a voz do Senhor, nosso Deus; não seguimos as leis que ele nos oferecia pela boca de seus servos, os profetas. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 78, 8. 9. 11. 13 (R. 102,10a)

    R. O Senhor não nos trata como exigem nossas faltas
    Não lembreis as nossas culpas do passado, + mas venha logo sobre nós vossa bondade, pois estamos humilhados em extremo. R. 

    Ajudai-nos, nosso Deus e Salvador! + Por vosso nome e vossa glória, libertai-nos! Por vosso nome, perdoai nossos pecados! R. 

    11 Até vós chegue o gemido dos cativos: + libertai com vosso braço poderoso os que foram condenados a morrer! R.

    13 Quanto a nós, vosso rebanho e vosso povo, + celebraremos vosso nome para sempre, de geração em geração vos louvaremos. R.

    Evangelho – Lc 6,36-38

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 36Sede misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso.37Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados;38dai, e dar-se-vos-á. Colocar-vos-ão no regaço medida boa, cheia, recalcada e transbordante, porque, com a mesma medida com que medirdes, sereis medidos vós também. – Palavra da Salvação.

19
  • 3ª-feira da 2ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    19/03/2019

    Primeira Leitura – Is 1,10.16-20

    Leitura do Livro do Profeta Isaías – 10Ouvi a palavra do Senhor, príncipes de Sodoma; escuta a lição de nosso Deus, povo de Gomorra: 16lavai-vos, purificai-vos. Tirai vossas más ações de diante de meus olhos.17Cessai de fazer o mal, aprendei a fazer o bem. Respeitai o direito, protegei o oprimido; fazei justiça ao órfão, defendei a viúva.18Pois bem, justifiquemo-nos, diz o Senhor. Se vossos pecados forem escarlates, tornar-se-ão brancos como a neve! Se forem vermelhos como a púrpura, ficarão brancos como a lã!19Se fordes dóceis e obedientes, provareis os melhores frutos da terra;20se recusardes e vos revoltardes, provareis a espada. É a boca do Senhor que o declara. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 49, 8-9. 16bc-17. 21.23 (R. 23b)

    R. A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.
    Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos; não preciso dos novilhos de tua casa nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos. R. 

    16b ‘Como ousas repetir os meus preceitos 16c e trazer minha Aliança em tua boca? 17 Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios! R.

    21 Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos. R. 

    23 Quem me oferece um sacrifício de louvor, este sim é que me honra de verdade. A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus’. R.

    Evangelho – Mt 23,1-12

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo: 1Dirigindo-se, então, Jesus à multidão e aos seus discípulos,disse:2Os escribas e os fariseus sentaram-se na cadeira de Moisés.3Observai e fazei tudo o que eles dizem, mas não façais como eles, pois dizem e não fazem.4Atam fardos pesados e esmagadores e com eles sobrecarregam os ombros dos homens, mas não querem movê-los sequer com o dedo.5Fazem todas as suas ações para serem vistos pelos homens, por isso trazem largas faixas e longas franjas nos seus mantos.6Gostam dos primeiros lugares nos banquetes e das primeiras cadeiras nas sinagogas.7Gostam de ser saudados nas praças públicas e de ser chamados rabi pelos homens.8Mas vós não vos façais chamar rabi, porque um só é o vosso preceptor, e vós sois todos irmãos.9E a ninguém chameis de pai sobre a terra, porque um só é vosso Pai, aquele que está nos céus.10Nem vos façais chamar de mestres, porque só tendes um Mestre, o Cristo.11O maior dentre vós será vosso servo.12Aquele que se exaltar será humilhado, e aquele que se humilhar será exaltado. – Palavra da Salvação.

20
  • 4ª-feira da 2ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    20/03/2019

    Primeira Leitura – Jr 18,18-20

    Leitura do Livro do Profeta Jeremias – Naqueles dias: 18Vinde, disseram então, e tramemos uma conspiração contra Jeremias! Por falta de um sacerdote não perecerá a lei, nem pela falta de um sábio, o conselho, ou pela falta de um profeta, a palavra divina. Vinde e firamo-lo com a língua, não lhe demos ouvidos às palavras!19Senhor, ouvi-me! Escutai o que dizem meus inimigos.20É assim que pagam o bem com o mal? Abrem uma cova para atentar-me contra a vida. Lembrai-vos de que ante vós me apresentei a fim de por eles interceder e deles afastar a vossa cólera. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 30,5-6.14.15-16 (R. 17b)

    R. Salvai-me pela vossa compaixão, ó Senhor Deus!
    Retirai-me desta rede traiçoeira, porque sois o meu refúgio protetor! Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, porque vós me salvareis, ó Deus fiel! R.

    14 Ao redor, todas as coisas me apavoram; ouço muitos cochichando contra mim; todos juntos se reúnem, conspirando e pensando como vão tirar-me a vida. R. 

    15 A vós, porém, ó meu Senhor, eu me confio, e afirmo que só vós sois o meu Deus! 16 Eu entrego em vossas mãos o meu destino; libertai-me do inimigo e do opressor! R.

    Evangelho – Mt 20,17-28

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo: 17Subindo para Jerusalém, durante o caminho, Jesus tomou à parte os Doze e disse-lhes:18Eis que subimos a Jerusalém, e o Filho do Homem será entregue aos príncipes dos sacerdotes e aos escribas. Eles o condenarão à morte.19E o entregarão aos pagãos para ser exposto às suas zombarias, açoitado e crucificado; mas ao terceiro dia ressuscitará.20Nisso aproximou-se a mãe dos filhos de Zebedeu com seus filhos e prostrou-se diante de Jesus para lhe fazer uma súplica.21Perguntou-lhe ele: Que queres? Ela respondeu: Ordena que estes meus dois filhos se sentem no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda.22Jesus disse: Não sabeis o que pedis. Podeis vós beber o cálice que eu devo beber? Sim, disseram-lhe.23De fato, bebereis meu cálice. Quanto, porém, ao sentar-vos à minha direita ou à minha esquerda, isto não depende de mim vo-lo conceder. Esses lugares cabem àqueles aos quais meu Pai os reservou.24Os dez outros, que haviam ouvido tudo, indignaram-se contra os dois irmãos.25Jesus, porém, os chamou e lhes disse: Sabeis que os chefes das nações as subjugam, e que os grandes as governam com autoridade.26Não seja assim entre vós. Todo aquele que quiser tornar-se grande entre vós, se faça vosso servo.27E o que quiser tornar-se entre vós o primeiro, se faça vosso escravo.28Assim como o Filho do Homem veio, não para ser servido, mas para servir e dar sua vida em resgate por uma multidão. – Palavra da Salvação.

21
  • 5ª-feira da 2ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    21/03/2019

    Primeira Leitura – Jr 17,5-10

    Leitura do Livro do Profeta Jeremias – 5Eis o que diz o Senhor: Maldito o homem que confia em outro homem, que da carne faz o seu apoio e cujo coração vive distante do Senhor!6Assemelha-se ao cardo da charneca e nem percebe a chegada do bom tempo, habitando o solo calcinado do deserto, terra salobra em que ninguém reside.7Bendito o homem que deposita a confiança no Senhor, e cuja esperança é o Senhor.8Assemelha-se à árvore plantada perto da água, que estende as raízes para o arroio; se vier o calor, ela não temerá, e sua folhagem continuará verdejante; não a inquieta a seca de um ano, pois ela continua a produzir frutos.9Nada mais ardiloso e irremediavelmente mau que o coração. Quem o poderá compreender?10Eu, porém, que sou o Senhor, sondo os corações e escruto os rins, a fim de recompensar a cada um segundo o seu comportamento e os frutos de suas ações. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 1,1-2.3.4.6 (R. Sl 39,5a)

    R.É feliz quem a Deus se confia!
    Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos; que não entra no caminho dos malvados, nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar. R.

    Eis que ele é semelhante a uma árvore, que à beira da torrente está plantada; ela sempre dá seus frutos a seu tempo, e jamais as suas folhas vão murchar. Eis que tudo o que ele faz vai prosperar. R.

    Mas bem outra é a sorte dos perversos. Ao contrário, são iguais à palha seca espalhada e dispersada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, mas a estrada dos malvados leva à morte. R.

    Evangelho – Lc 16,19-31

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naquele tempo, Jesus disse aos fariseus: 19Havia um homem rico que se vestia de púrpura e linho finíssimo, e que todos os dias se banqueteava e se regalava.20Havia também um mendigo, por nome Lázaro, todo coberto de chagas, que estava deitado à porta do rico.21Ele avidamente desejava matar a fome com as migalhas que caíam da mesa do rico… Até os cães iam lamber-lhe as chagas.22Ora, aconteceu morrer o mendigo e ser levado pelos anjos ao seio de Abraão. Morreu também o rico e foi sepultado.23E estando ele nos tormentos do inferno, levantou os olhos e viu, ao longe, Abraão e Lázaro no seu seio.24Gritou, então: – Pai Abraão, compadece-te de mim e manda Lázaro que molhe em água a ponta de seu dedo, a fim de me refrescar a língua, pois sou cruelmente atormentado nestas chamas.25Abraão, porém, replicou: – Filho, lembra-te de que recebeste teus bens em vida, mas Lázaro, males; por isso ele agora aqui é consolado, mas tu estás em tormento.26Além de tudo, há entre nós e vós um grande abismo, de maneira que, os que querem passar daqui para vós, não o podem, nem os de lá passar para cá.27O rico disse: – Rogo-te então, pai, que mandes Lázaro à casa de meu pai, pois tenho cinco irmãos,28para lhes testemunhar, que não aconteça virem também eles parar neste lugar de tormentos.29Abraão respondeu: – Eles lá têm Moisés e os profetas; ouçam-nos!30O rico replicou: – Não, pai Abraão; mas se for a eles algum dos mortos, arrepender-se-ão.31Abraão respondeu-lhe: – Se não ouvirem a Moisés e aos profetas, tampouco se deixarão convencer, ainda que ressuscite algum dos mortos. – Palavra da Salvação.

     

22
  • 6ª-feira da 2ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    22/03/2019

    Primeira Leitura – Gn 37, 3-4.12-13a.17b-28

    Leitura do Livro do Gênesis – 3Israel amava José mais do que todos os outros filhos, porque ele era o filho de sua velhice; e mandara-lhe fazer uma túnica de várias cores.4Seus irmãos, vendo que seu pai o preferia a eles, conceberam ódio contra ele e não podiam mais tratá-lo com bons modos.12Os irmãos de José foram apascentar os rebanhos de seu pai em Siquém.13Israel disse a José: “Teus irmãos guardam os rebanhos em Siquém. Vem: vou mandar-te a eles.” “Eis-me aqui”, respondeu José.17E o homem respondeu: “Partiram daqui e ouvi-os dizer: Vamos a Dotain.” Partiu então José em busca dos seus irmãos e encontrou-os em Dotain.18Eles o viram de longe. Antes que José se aproximasse, combinaram entre si como o haveriam de matar;19e disseram: “Eis o sonhador que chega.20Vamos, matemo-lo e atiremo-lo numa cisterna; diremos depois que uma fera o devorou; e então veremos de que lhe aproveitaram os seus sonhos.”21Ouvindo-o, porém, Rubem, quis livra-lo de suas mãos: “Não lhe tiremos a vida, disse ele.22Não derrameis sangue. Jogai-o naquela cisterna, no deserto, mas não levanteis vossa mão contra ele.” Pois Rubem pensava livrá-lo de suas mãos para o reconduzir ao pai.23Quando José se aproximou de seus irmãos, eles o despojaram de sua túnica, daquela bela túnica de várias cores que trazia,24e jogaram-no numa cisterna velha, que não tinha água.25E, sentando-se para comer, eis que, levantando os olhos, viram surgir no horizonte uma caravana de ismaelitas vinda de Galaad. Seus camelos estavam carregados de resina, de bálsamo e de ládano, que transportavam para o Egito.26Então Judá disse aos seus irmãos: “Que nos aproveita matar nosso irmão e ocultar o seu sangue?27Vinde e vendamo-lo aos ismaelitas. Não levantemos nossas mãos contra ele, pois, afinal, é nosso irmão, nossa carne.” Seus irmãos concordaram.28E, quando passaram os negociantes madianitas, tiraram José da cisterna e venderam-no por vinte moedas de prata aos ismaelitas, que o levaram para o Egito. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 104, 16-17.18-19.20-21 (R. 5a)

    R. Lembrai sempre as maravilhas do Senhor!
    16 Mandou vir, então, a fome sobre a terra e os privou de todo pão que os sustentava; 17 um homem enviara à sua frente, José que foi vendido como escravo. R. 

    18 Apertaram os seus pés entre grilhões e amarraram seu pescoço com correntes, 19 até que se cumprisse o que previra, e a palavra do Senhor lhe deu razão. R. 

    20 Ordenou, então, o rei que o libertassem, o soberano das nações mandou soltá-lo; 21 fez dele o senhor de sua casa, e de todos os seus bens o despenseiro. R.

    Evangelho – Mt 21,33-43.45-46

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, dirigindo-se Jesus aos chefes dos sacerdotes e aos anciãos do povo, disse-lhes: 33Ouvi outra parábola: havia um pai de família que plantou uma vinha. Cercou-a com uma sebe, cavou um lagar e edificou uma torre. E, tendo-a arrendado a lavradores, deixou o país.34Vindo o tempo da colheita, enviou seus servos aos lavradores para recolher o produto de sua vinha.35Mas os lavradores agarraram os servos, feriram um, mataram outro e apedrejaram o terceiro.36Enviou outros servos em maior número que os primeiros, e fizeram-lhes o mesmo.37Enfim, enviou seu próprio filho, dizendo: Hão de respeitar meu filho.38Os lavradores, porém, vendo o filho, disseram uns aos outros: Eis o herdeiro! Matemo-lo e teremos a sua herança!39Lançaram-lhe as mãos, conduziram-no para fora da vinha e o assassinaram.40Pois bem: quando voltar o senhor da vinha, que fará ele àqueles lavradores?41Responderam-lhe: Mandará matar sem piedade aqueles miseráveis e arrendará sua vinha a outros lavradores que lhe pagarão o produto em seu tempo.42Jesus acrescentou: Nunca lestes nas Escrituras: A pedra rejeitada pelos construtores tornou-se a pedra angular; isto é obra do Senhor, e é admirável aos nossos olhos (Sl 117,22)?43Por isso vos digo: ser-vos-á tirado o Reino de Deus, e será dado a um povo que produzirá os frutos dele.45Ouvindo isto, os príncipes dos sacerdotes e os fariseus compreenderam que era deles que Jesus falava.46E procuravam prendê-lo; mas temeram o povo, que o tinha por um profeta. – Palavra da Salvação.

23
  • Sábado da 2ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    23/03/2019

    Primeira Leitura – Mq 7,14-15.18-20

    Leitura da Profecia de Miquéias – 14Conduzi com o cajado o vosso povo, o rebanho de vossa herança que se encontra espalhado pelas brenhas, para o meio de vergéis; que ele paste como outrora em Basã e em Galaad.15Como nos dias em que saístes do Egito, fazei-nos ver prodígios.18Qual é o Deus que, como vós, apaga a iniqüidade e perdoa o pecado do resto de seu povo, que não se ira para sempre porque prefere a misericórdia?19Uma vez mais, tende piedade de nós! Esquecei as nossas faltas e jogai nossos pecados nas profundezas do mar!20Mostrai a vossa fidelidade para com Jacó, e vossa piedade para com Abraão, como jurastes a nossos pais desde os tempos antigos! – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 102, 1-2. 3-4. 9-10. 11-12 (R. 8a)

    R. O Senhor é indulgente e favorável.
    Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores! R.

    Pois ele te perdoa toda culpa, e cura toda a tua enfermidade; 4 da sepultura ele salva a tua vida e te cerca de carinho e compaixão; R.

    Não fica sempre repetindo as suas queixas, nem guarda eternamente o seu rancor. 10 Não nos trata como exigem nossas faltas, nem nos pune em proporção às nossas culpas. R.

    11 Quanto os céus por sobre a terra se elevam, tanto é grande o seu amor aos que o temem; 12 quanto dista o nascente do poente, tanto afasta para longe nossos crimes. R.

    Evangelho – Lc 15,1-3.11-32

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas -Naquele tempo: 1Aproximavam-se de Jesus os publicanos e os pecadores para ouvi-lo.2Os fariseus e os escribas murmuravam: Este homem recebe e come com pessoas de má vida!3Então lhes propôs a seguinte parábola:11Disse também: Um homem tinha dois filhos.12O mais moço disse a seu pai: Meu pai, dá-me a parte da herança que me toca. O pai então repartiu entre eles os haveres.13Poucos dias depois, ajuntando tudo o que lhe pertencia, partiu o filho mais moço para um país muito distante, e lá dissipou a sua fortuna, vivendo dissolutamente.14Depois de ter esbanjado tudo, sobreveio àquela região uma grande fome e ele começou a passar penúria.15Foi pôr-se ao serviço de um dos habitantes daquela região, que o mandou para os seus campos guardar os porcos.16Desejava ele fartar-se das vagens que os porcos comiam, mas ninguém lhas dava.17Entrou então em si e refletiu: Quantos empregados há na casa de meu pai que têm pão em abundância… e eu, aqui, estou a morrer de fome!18Levantar-me-ei e irei a meu pai, e dir-lhe-ei: Meu pai, pequei contra o céu e contra ti;19já não sou digno de ser chamado teu filho. Trata-me como a um dos teus empregados.20Levantou-se, pois, e foi ter com seu pai. Estava ainda longe, quando seu pai o viu e, movido de compaixão, correu-lhe ao encontro, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.21O filho lhe disse, então: Meu pai, pequei contra o céu e contra ti; já não sou digno de ser chamado teu filho.22Mas o pai falou aos servos: Trazei-me depressa a melhor veste e vesti-lha, e ponde-lhe um anel no dedo e calçado nos pés.23Trazei também um novilho gordo e matai-o; comamos e façamos uma festa.24Este meu filho estava morto, e reviveu; tinha se perdido, e foi achado. E começaram a festa.25O filho mais velho estava no campo. Ao voltar e aproximar-se da casa, ouviu a música e as danças.26Chamou um servo e perguntou-lhe o que havia.27Ele lhe explicou: Voltou teu irmão. E teu pai mandou matar um novilho gordo, porque o reencontrou são e salvo.28Encolerizou-se ele e não queria entrar, mas seu pai saiu e insistiu com ele.29Ele, então, respondeu ao pai: Há tantos anos que te sirvo, sem jamais transgredir ordem alguma tua, e nunca me deste um cabrito para festejar com os meus amigos.30E agora, que voltou este teu filho, que gastou os teus bens com as meretrizes, logo lhe mandaste matar um novilho gordo!31Explicou-lhe o pai: Filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que é meu é teu.32Convinha, porém, fazermos festa, pois este teu irmão estava morto, e reviveu; tinha se perdido, e foi achado. – Palavra da Salvação.

24
  • 3º Domingo da Quaresma
    Dia Todo
    24/03/2019

    Primeira Leitura – Ex 3,1-8a.13-15

    Leitura do Livro do Êxodo – Naqueles dias: 1Moisés apascentava o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote de Madiã. Um dia em que conduzira o rebanho para além do deserto, chegou até a montanha de Deus, Horeb.2O anjo do Senhor apareceu-lhe numa chama (que saía) do meio a uma sarça. Moisés olhava: a sarça ardia, mas não se consumia.3“Vou me aproximar, disse ele consigo, para contemplar esse extraordinário espetáculo, e saber porque a sarça não se consome.”4Vendo o Senhor que ele se aproximou para ver, chamou-o do meio da sarça: “Moisés, Moisés!” “Eis-me aqui!” respondeu ele.5E Deus: “Não te aproximes daqui. Tira as sandálias dos teus pés, porque o lugar em que te encontras é uma terra santa.6Eu sou, ajuntou ele, o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó”. Moisés escondeu o rosto, e não ousava olhar para Deus.7O Senhor disse: “Eu vi, eu vi a aflição de meu povo que está no Egito, e ouvi os seus clamores por causa de seus opressores. Sim, eu conheço seus sofrimentos.8E desci para livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir do Egito para uma terra fértil e espaçosa, uma terra que mana leite e mel, lá onde habitam os cananeus, os hiteus, os amorreus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus.13Moisés disse a Deus: “Quando eu for para junto dos israelitas e lhes disser que o Deus de seus pais me enviou a eles, que lhes responderei se me perguntarem qual é o seu nome?”14Deus respondeu a Moisés: “EU SOU AQUELE QUE SOU”. E ajuntou: “Eis como responderás aos israelitas: (Aquele que se chama) EU SOU envia-me junto de vós.”15Deus disse ainda a Moisés: “Assim falarás aos israelitas: É JAVÉ, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, quem me envia junto de vós. Este é o meu nome para sempre, e é assim que me chamarão de geração em geração”. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 102,1-2.3-4.6-7.8-11 (R.8a)

    R. O Senhor é bondoso e compassivo.
    Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores! R. 

    Pois ele te perdoa toda culpa, e cura toda a tua enfermidade; 4 da sepultura ele salva a tua vida e te cerca de carinho e compaixão. R. 

    O Senhor realiza obras de justiça e garante o direito aos oprimidos; revelou os seus caminhos a Moisés, e aos filhos de Israel, seus grandes feitos. R. 

    O Senhor é indulgente, é favorável, é paciente, é bondoso e compassivo. 11 Quanto os céus por sobre a terra se elevam tanto é grande o seu amor aos que o temem. R. 

    Segunda Leitura – 1Cor 10,1-6.10.12

    Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios – 1(Não quero que ignoreis, irmãos), que os nossos pais estiveram todos debaixo da nuvem e que todos atravessaram o mar;2todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar;3todos comeram do mesmo alimento espiritual;4todos beberam da mesma bebida espiritual (pois todos bebiam da pedra espiritual que os seguia; e essa pedra era Cristo).5Não obstante, a maioria deles desgostou a Deus, pois seus cadáveres cobriram o deserto.6Estas coisas aconteceram para nos servir de exemplo, a fim de não cobiçarmos coisas más, como eles as cobiçaram. 10Nem murmureis, como murmuraram alguns deles, e foram mortos pelo exterminador.12Portanto, quem pensa estar de pé veja que não caia. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Lc 13,1-9

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – 1Neste mesmo tempo contavam alguns o que tinha acontecido a certos galileus, cujo sangue Pilatos misturara com os seus sacrifícios.2Jesus toma a palavra e lhes pergunta: Pensais vós que estes galileus foram maiores pecadores do que todos os outros galileus, por terem sido tratados desse modo?3Não, digo-vos. Mas se não vos arrependerdes, perecereis todos do mesmo modo.4Ou cuidais que aqueles dezoito homens, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais culpados do que todos os demais habitantes de Jerusalém?5Não, digo-vos. Mas se não vos arrependerdes, perecereis todos do mesmo modo.6Disse-lhes também esta comparação: Um homem havia plantado uma figueira na sua vinha, e, indo buscar fruto, não o achou.7Disse ao viticultor: – Eis que três anos há que venho procurando fruto nesta figueira e não o acho. Corta-a; para que ainda ocupa inutilmente o terreno?8Mas o viticultor respondeu: – Senhor, deixa-a ainda este ano; eu lhe cavarei em redor e lhe deitarei adubo.9Talvez depois disto dê frutos. Caso contrário, cortá-la-ás. – Palavra da Salvação.

25
  • Anunciação do Senhor. Solenidade
    Dia Todo
    25/03/2019

    Primeira Leitura – Is 7,10-14; 8,10

    Leitura do Livro do Profeta Isaías – Naqueles dias, 10O Senhor disse ainda a Acaz:11Pede ao Senhor teu Deus um sinal, seja do fundo da habitação dos mortos, seja lá do alto.12Acaz respondeu: De maneira alguma! Não quero pôr o Senhor à prova.13Isaías respondeu: Ouvi, casa de Davi: Não vos basta fatigar a paciência dos homens? Pretendeis cansar também o meu Deus?14Por isso, o próprio Senhor vos dará um sinal: uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Deus Conosco.8,10preparai um plano, e ele malogrará; dai ordens e elas não serão executadas, porque Deus está conosco. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 39(40),7-8a.8b-9.10,11 (R. 8a.9a)

    R. Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!
    Sacrifício e oblação não quisestes, mas abristes, Senhor, meus ouvidos; não pedistes ofertas nem vítimas, + holocaustos por nossos pecados, 8a E então eu vos disse: “Eis que venho!” R.

    8b Sobre mim está escrito no livro: + “Com prazer faço a vossa vontade, guardo em meu coração vossa lei!” R.

    10 Boas-novas de vossa justiça + anunciei numa grande assembléia; vós sabeis: não fechei os meus lábios! R.

    11 Proclamei toda a vossa justiça, + sem retê-la no meu coração; vosso auxílio e lealdade narrei. Não calei vossa graça e verdade na presença da grande assembléia. R.

    Segunda Leitura – Hb 10,4-10

    Leitura da Carta aos Hebreus – Irmãos: 4Pois é impossível que o sangue de touros e de carneiros tire pecados.5Eis por que, ao entrar no mundo, Cristo diz: Não quiseste sacrifício nem oblação, mas me formaste um corpo.6Holocaustos e sacrifícios pelo pecado não te agradam.7Então eu disse: Eis que venho (porque é de mim que está escrito no rolo do livro), venho, ó Deus, para fazer a tua vontade (Sl 39,7ss).8Disse primeiro: Tu não quiseste, tu não recebeste com agrado os sacrifícios nem as ofertas, nem os holocaustos, nem as vítimas pelo pecado (quer dizer, as imolações legais).9Em seguida, ajuntou: Eis que venho para fazer a tua vontade. Assim, aboliu o antigo regime e estabeleceu uma nova economia.10Foi em virtude desta vontade de Deus que temos sido santificados uma vez para sempre, pela oblação do corpo de Jesus Cristo. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Lc 1,26-38

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naquele tempo: 26No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,27a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria.28Entrando, o anjo disse-lhe: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo.29Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação.30O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus.31Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.32Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó,33e o seu reino não terá fim.34Maria perguntou ao anjo: Como se fará isso, pois não conheço homem?35Respondeu-lhe o anjo: O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso o ente santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus.36Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril,37porque a Deus nenhuma coisa é impossível.38Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela. – Palavra da Salvação.

26
  • 3ª-feira da 3ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    26/03/2019

    Primeira Leitura – Dn 3,25.34-43

    Leitura da Profecia de Daniel – Naqueles dias: 25Azarias, em pé bem no meio do fogo, fez a seguinte oração:34Pelo amor de vosso nome, não nos abandoneis para sempre; não destruais de modo algum vossa aliança.35Não nos retireis vossa misericórdia em consideração a Abraão, vosso amigo, Isaac, vosso servo, Israel, vosso santo,36aos quais prometestes multiplicar sua descendência como as estrelas do céu e a areia que se encontra à beira do mar.37Senhor, fomos reduzidos a nada diante das nações, fomos humilhados diante de toda a terra: tudo, devido a nossos pecados!38Hoje, já não há príncipe, nem profeta, nem chefe, nem holocausto, nem sacrifício, nem oblação, nem incenso, nem mesmo um lugar para vos oferecer nossas primícias e encontrar misericórdia.39Entretanto, que a contrição de nosso coração e a humilhação de nosso espírito nos permita achar bom acolhimento junto a vós, Senhor,40como (se nós nos apresentássemos) com um holocausto de carneiros, de touros e milhares de gordos cordeiros! Que assim possa ser hoje o nosso sacrifício em vossa presença! Que possa (reconciliar-nos) convosco, porque nenhuma confusão existe para aqueles que põem em vós sua confiança.41É de todo nosso coração que nós vos seguimos agora, que nós vos reverenciamos, que buscamos vossa face.42Não nos confundais; tratai-nos com vossa habitual doçura e com todas as riquezas de vossa misericórdia.43Ponde em execução vossos prodígios para nos salvar, Senhor, e cobri vosso nome de glória. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 24, 4bc-5ab. 6-7. 8-9 (R. 6a)

    R. Recordai, Senhor, a vossa compaixão!
    4b Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, 4c e fazei-me conhecer a vossa estrada! 5a Vossa verdade me oriente e me conduza, 5b porque sois o Deus da minha salvação. R. 

    Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura e a vossa compaixão que são eternas! 7b De mim lembrai-vos, porque sois misericórdia 7c e sois bondade sem limites, ó Senhor!R. 

    O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes na justiça, e aos pobres ele ensina o seu caminho.R.

    Evangelho – Mt 18,21-35

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo: 21Então Pedro se aproximou dele e disse: Senhor, quantas vezes devo perdoar a meu irmão, quando ele pecar contra mim? Até sete vezes?22Respondeu Jesus: Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete.23Por isso, o Reino dos céus é comparado a um rei que quis ajustar contas com seus servos.24Quando começou a ajustá-las, trouxeram-lhe um que lhe devia dez mil talentos.25Como ele não tinha com que pagar, seu senhor ordenou que fosse vendido, ele, sua mulher, seus filhos e todos os seus bens para pagar a dívida.26Este servo, então, prostrou-se por terra diante dele e suplicava-lhe: Dá-me um prazo, e eu te pagarei tudo!27Cheio de compaixão, o senhor o deixou ir embora e perdoou-lhe a dívida.28Apenas saiu dali, encontrou um de seus companheiros de serviço que lhe devia cem denários. Agarrou-o na garganta e quase o estrangulou, dizendo: Paga o que me deves!29O outro caiu-lhe aos pés e pediu-lhe: Dá-me um prazo e eu te pagarei!30Mas, sem nada querer ouvir, este homem o fez lançar na prisão, até que tivesse pago sua dívida.31Vendo isto, os outros servos, profundamente tristes, vieram contar a seu senhor o que se tinha passado.32Então o senhor o chamou e lhe disse: Servo mau, eu te perdoei toda a dívida porque me suplicaste.33Não devias também tu compadecer-te de teu companheiro de serviço, como eu tive piedade de ti?34E o senhor, encolerizado, entregou-o aos algozes, até que pagasse toda a sua dívida.35Assim vos tratará meu Pai celeste, se cada um de vós não perdoar a seu irmão, de todo seu coração. – Palavra da Salvação.

27
  • 4ª-feira da 3ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    27/03/2019

    Primeira Leitura – Dt 4,1.5-9

    Leitura do Livro do Deuteronômio – Moisés falou ao povo, dizendo: 5Vede: ensinei-vos leis e ordenações, conforme o Senhor, meu Deus, me ordenou, a fim de as praticardes na terra que ides possuir.6Observai-as, praticai-as, porque isto vos tornará sábios e inteligentes aos olhos dos povos, que, ouvindo todas essas prescrições, dirão: eis uma grande nação, um povo sábio e inteligente. _7Haverá, com efeito, nação tão grande, cujos deuses estejam tão próximos de si como está de nós o Senhor, nosso Deus, cada vez que o invocamos?8Qual é a grande nação que tem mandamentos e preceitos tão justos como esta lei que vos apresento hoje?9Guarda-te, pois, a ti mesmo: cuida de nunca esquecer o que viste com os teus olhos, e toma cuidado para que isso não saia jamais de teu coração, enquanto viveres; e ensina-o aos teus filhos, e aos filhos de teus filhos. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 147, 12-13. 15-16. 19-20 (R. 12a)

    R. Glorifica o Senhor, Jerusalém!
    12 Glorifica o Senhor, Jerusalém! Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! 13 Pois reforçou com segurança as tuas portas, e os teus filhos em teu seio abençoou. R.

    15 Ele envia suas ordens para a terra, e a palavra que ele diz corre veloz. 16 ele faz cair a neve como a lã e espalha a geada como cinza. R. 

    19 Anuncia a Jacó sua palavra, seus preceitos suas leis a Israel. 20 Nenhum povo recebeu tanto carinho, a nenhum outro revelou os seus preceitos. R.

    Evangelho – Mt 5,17-19

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 17Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição.18Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei.19Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos céus. Mas aquele que os guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos céus. – Palavra da Salvação.

28
  • 5ª-feira da 3ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    28/03/2019

    Primeira Leitura – Jr 7,23-28

    Leitura do Livro do Profeta Jeremias – Assim fala o Senhor: 23Foi esta a única ordem que lhes dei: escutai minha voz: serei vosso Deus e vós sereis o meu povo; segui sempre a senda que vos indicar, a fim de que sejais felizes.24Eles, porém, não escutaram, nem prestaram ouvidos, seguindo os maus conselhos de seus corações empedernidos; voltaram-me as costas em lugar de me apresentarem seus rostos.25Desde o dia em que vossos pais deixaram o Egito até agora, enviei-vos todos os meus servos, os profetas. Todos os dias sem cessar os mandei.26Eles, porém, não os escutaram, nem lhes deram atenção; endureceram a cerviz e procederam pior que os pais.27Quando tudo isso lhes transmitires, também a ti não escutarão. Chamá-los-ás e não obterás resposta.28Dir-lhes-ás então: Esta é a nação que não escuta a voz do Senhor, seu Deus, e não aceita suas advertências. A lealdade desapareceu, tendo sido banida de sua boca. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 94, 1-2. 6-7. 8-9 (R. 8)

    R. Oxalá ouvísseis hoje a voz do Senhor: Não fecheis os vossos corações.
    Vinde, exultemos de alegria no Senhor, aclamemos o Rochedo que nos salva! Ao seu encontro caminhemos com louvores, e com cantos de alegria o celebremos! R.

    Vinde adoremos e prostremo-nos por terra, e ajoelhemos ante o Deus que nos criou! Porque ele é o nosso Deus, nosso Pastor, e nós somos o seu povo e seu rebanho, as ovelhas que conduz com sua mão. R.

    Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: ‘Não fecheis os corações como em Meriba, como em Massa, no deserto, aquele dia, em que outrora vossos pais me provocaram, apesar de terem visto as minhas obras’. R.

    Evangelho – Lc 11,14-23

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas – Naquele tempo: 14Jesus expelia um demônio que era mudo. Tendo o demônio saído, o mudo pôs-se a falar e a multidão ficou admirada.15Mas alguns deles disseram: Ele expele os demônios por Beelzebul, príncipe dos demônios.16E para pô-lo à prova, outros lhe pediam um sinal do céu.17Penetrando nos seus pensamentos, disse-lhes Jesus: Todo o reino dividido contra si mesmo será destruído e seus edifícios cairão uns sobre os outros.18Se, pois, Satanás está dividido contra si mesmo, como subsistirá o seu reino? Pois dizeis que expulso os demônios por Beelzebul.19Ora, se é por Beelzebul que expulso os demônios, por quem o expulsam vossos filhos? Por isso, eles mesmos serão os vossos juízes!20Mas se expulso os demônios pelo dedo de Deus, certamente é chegado a vós o Reino de Deus.21Quando um homem forte guarda armado a sua casa, estão em segurança os bens que possui.22Mas se sobrevier outro mais forte do que ele e o vencer, este lhe tirará todas as armas em que confiava, e repartirá os seus despojos.23Quem não está comigo, está contra mim; quem não recolhe comigo, espalha. – Palavra da Salvação.

29
  • 6ª-feira da 3ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    29/03/2019

    Primeira Leitura – Os 14,2-10

    Leitura da Profecia de Oséias – Assim fala o Senhor Deus: 1Volta, Israel, ao Senhor teu Deus, porque foi teu pecado que te fez cair.2Muni-vos de palavras (de súplicas) e voltai ao Senhor. Dizei-lhe: Perdoai todos os nossos pecados, acolhei-nos favoravelmente. Queremos oferecer em sacrifício a homenagem de nossos lábios.3O assírio não nos salvará, não mais montaremos nossos cavalos, e não mais teremos como Deus obra alguma de nossas mãos, porque só junto de vós encontra o órfão compaixão.4Curarei a sua infidelidade, amá-los-ei de todo o coração, (porque minha cólera apartou-se deles).5Serei para Israel como o orvalho; ele florescerá como o lírio, e lançará raízes como o álamo.6Seus galhos estender-se-ão ao longe, sua opulência igualará à da oliveira e seu perfume será como o odor do Líbano.7(Os de Efraim) virão sentar-se à sua sombra. Cultivarão o trigo. Crescerão com a vinha. E serão famosos como o vinho do Líbano.8Que terá ainda Efraim de comum com os ídolos? Eu mesmo, que o afligi, torná-lo-ei feliz. Eu sou como o cipreste sempre verde: graças a mim é que produzes fruto.9Quem é sábio atenda a estas coisas! Que o homem inteligente reflita nelas, porque os caminhos do Senhor são retos. Os justos andam por eles, mas os pecadores neles tropeçam. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 80, 6c-8a. 8bc-9. 10-11ab. 14.17 (R. Cf. 11.9a)

    R. Ouve, meu povo, porque eu sou o teu Deus!
    6c Eis que ouço uma voz que não conheço, ‘Aliviei as tuas costas de seu fardo. cestos pesados eu tirei de tuas mãos, 8a Na angústia a mim clamaste, e te salvei. R.

    8b de uma nuvem trovejante te falei, 8c e junto às águas de Meriba te provei. Ouve, meu povo, porque vou te advertir! Israel, ah! se quisesses me escutar. R.

    10 Em teu meio não exista um deus estranho nem adores a um deus desconhecido! 11a Porque eu sou o teu Deus e teu Senhor, + 11b que da terra do Egito te arranquei. R. 

    14 Quem me dera que meu povo me escutasse! Que Israel andasse sempre em meus caminhos. 17 eu lhe daria de comer a flor do trigo, e com o mel que sai da rocha o fartaria’. R.

    Evangelho – Mc 12,28b-34

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo escrito por Marcos – Naquele tempo: 28Achegou-se dele um dos escribas que os ouvira discutir e, vendo que lhes respondera bem, indagou dele: Qual é o primeiro de todos os mandamentos?29Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é este: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor;30amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu espírito e de todas as tuas forças.31Eis aqui o segundo: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Outro mandamento maior do que estes não existe.32Disse-lhe o escriba: Perfeitamente, Mestre, disseste bem que Deus é um só e que não há outro além dele.33E amá-lo de todo o coração, de todo o pensamento, de toda a alma e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, excede a todos os holocaustos e sacrifícios.34Vendo Jesus que ele falara sabiamente, disse-lhe: Não estás longe do Reino de Deus. E já ninguém ousava fazer-lhe perguntas. – Palavra da Salvação.

30
  • Sábado da 3ª Semana da Quaresma
    Dia Todo
    30/03/2019

    Primeira Leitura – Os 6,1-6

    Leitura da Profecia de Oséias – 1Vinde, voltemos ao Senhor, ele feriu-nos, ele nos curará; ele causou a ferida, ele a pensará.2Dar-nos-á de novo a vida em dois dias; ao terceiro dia levantar-nos-á, e viveremos em sua presença.3Apliquemo-nos a conhecer o Senhor; sua vinda é certa como a da aurora; ele virá a nós como a chuva, como a chuva da primavera que irriga a terra.4Que te farei, Efraim? Que te farei, Judá? Vosso amor é como a nuvem da manhã, como o orvalho que logo se dissipa.5Por isso é que os castiguei pelos profetas, e os matei pelas palavras de minha boca, e meu juízo resplandece como o relâmpago, 6porque eu quero o amor mais que os sacrifícios, e o conhecimento de Deus mais que os holocaustos. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 50, 3-4. 18-19. 20-21ab (R. Cf.Os 6,6)

    R. Eu quis misericórdia e não o sacrifício!
    Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidóo de vosso amor, purificai-me! Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa! R. 

    18 Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais. 19 Meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido! R. 

    20 Sede benigno com Sião, por vossa graça, reconstruí Jerusalém e os seus muros! 21a E aceitareis o verdadeiro sacrifício, 21b os holocaustos e oblações em vosso altar! R.

    Evangelho – Lc 18,9-14

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naquele tempo: 9Jesus lhes disse ainda esta parábola a respeito de alguns que se vangloriavam como se fossem justos, e desprezavam os outros:10Subiram dois homens ao templo para orar. Um era fariseu; o outro, publicano.11O fariseu, em pé, orava no seu interior desta forma: Graças te dou, ó Deus, que não sou como os demais homens: ladrões, injustos e adúlteros; nem como o publicano que está ali.12Jejuo duas vezes na semana e pago o dízimo de todos os meus lucros.13O publicano, porém, mantendo-se à distância, não ousava sequer levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, tem piedade de mim, que sou pecador!14Digo-vos: este voltou para casa justificado, e não o outro. Pois todo o que se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado. – Palavra da Salvação.

31
  • 4º Domingo da Quaresma
    Dia Todo
    31/03/2019

    Primeira Leitura – Js 5,9a.10-12

    Leitura do Livro de Josué – Naqueles dias: 9aO Senhor disse a Josué: Hoje tirei de cima de vós o opróbrio do Egito. 10Os israelitas acamparam em Gálgala, e celebraram a Páscoa no décimo quarto dia do mês, pela tarde, na planície de Jericó.11No dia seguinte à Páscoa comeram os produtos da região, pães sem fermento e trigo tostado.12E o maná cessou (de cair) no dia seguinte àquele em que comeram os produtos da terra. Os israelitas não tiveram mais o maná. Naquele ano alimentaram-se da colheita da terra de Canaã. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 33,2-3.4-5.6-7 (R.9a)

    R. Provai e vede quão suave é o Senhor!
    Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem! R. 

    Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou. R.

    Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto nóo se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia. R.

    Segunda Leitura – 2Cor 5,17-21

    Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios – Irmãos: 17Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo!18Tudo isso vem de Deus, que nos reconciliou consigo, por Cristo, e nos confiou o ministério desta reconciliação.19Porque é Deus que, em Cristo, reconciliava consigo o mundo, não levando mais em conta os pecados dos homens, e pôs em nossos lábios a mensagem da reconciliação.20Portanto, desempenhamos o encargo de embaixadores em nome de Cristo, e é Deus mesmo que exorta por nosso intermédio. Em nome de Cristo vos rogamos: reconciliai-vos com Deus!21Aquele que não conheceu o pecado, Deus o fez pecado por nós, para que nele nós nos tornássemos justiça de Deus. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Lc 15,1-3.11-32

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naquele tempo: 1Aproximavam-se de Jesus os publicanos e os pecadores para ouvi-lo.2Os fariseus e os escribas murmuravam: Este homem recebe e come com pessoas de má vida!3Então lhes propôs a seguinte parábola:11Disse também: Um homem tinha dois filhos.12O mais moço disse a seu pai: Meu pai, dá-me a parte da herança que me toca. O pai então repartiu entre eles os haveres.13Poucos dias depois, ajuntando tudo o que lhe pertencia, partiu o filho mais moço para um país muito distante, e lá dissipou a sua fortuna, vivendo dissolutamente.14Depois de ter esbanjado tudo, sobreveio àquela região uma grande fome e ele começou a passar penúria.15Foi pôr-se ao serviço de um dos habitantes daquela região, que o mandou para os seus campos guardar os porcos.16Desejava ele fartar-se das vagens que os porcos comiam, mas ninguém lhas dava.17Entrou então em si e refletiu: Quantos empregados há na casa de meu pai que têm pão em abundância… e eu, aqui, estou a morrer de fome!18Levantar-me-ei e irei a meu pai, e dir-lhe-ei: Meu pai, pequei contra o céu e contra ti;19já não sou digno de ser chamado teu filho. Trata-me como a um dos teus empregados.20Levantou-se, pois, e foi ter com seu pai. Estava ainda longe, quando seu pai o viu e, movido de compaixão, correu-lhe ao encontro, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.21O filho lhe disse, então: Meu pai, pequei contra o céu e contra ti; já não sou digno de ser chamado teu filho.22Mas o pai falou aos servos: Trazei-me depressa a melhor veste e vesti-lha, e ponde-lhe um anel no dedo e calçado nos pés.23Trazei também um novilho gordo e matai-o; comamos e façamos uma festa.24Este meu filho estava morto, e reviveu; tinha se perdido, e foi achado. E começaram a festa.25O filho mais velho estava no campo. Ao voltar e aproximar-se da casa, ouviu a música e as danças.26Chamou um servo e perguntou-lhe o que havia.27Ele lhe explicou: Voltou teu irmão. E teu pai mandou matar um novilho gordo, porque o reencontrou são e salvo.28Encolerizou-se ele e não queria entrar, mas seu pai saiu e insistiu com ele.29Ele, então, respondeu ao pai: Há tantos anos que te sirvo, sem jamais transgredir ordem alguma tua, e nunca me deste um cabrito para festejar com os meus amigos.30E agora, que voltou este teu filho, que gastou os teus bens com as meretrizes, logo lhe mandaste matar um novilho gordo!31Explicou-lhe o pai: Filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que é meu é teu.32Convinha, porém, fazermos festa, pois este teu irmão estava morto, e reviveu; tinha se perdido, e foi achado. – Palavra da Salvação.

abril
abril
abril
abril
abril
abril

São Gregório Barbarigo