17.2 C
São Paulo
terça-feira, 18 junho, 2019.

Santa Inês. Virgem e Mártir. Memória.

21/01/2019 Dia Todo

Primeira Leitura Hb 5,1-10

Leitura da carta aos Hebreus – 1Em verdade, todo pontífice é escolhido entre os homens e constituído a favor dos homens como mediador nas coisas que dizem respeito a Deus, para oferecer dons e sacrifícios pelos pecados.2Sabe compadecer-se dos que estão na ignorância e no erro, porque também ele está cercado de fraqueza.3Por isso, ele deve oferecer sacrifícios tanto pelos próprios pecados quanto pelos pecados do povo.4Ninguém se apropria desta honra, senão somente aquele que é chamado por Deus, como Aarão.5Assim também Cristo não se atribuiu a si mesmo a glória de ser pontífice. Esta lhe foi dada por aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, eu hoje te gerei (Sl 2,7),6como também diz em outra passagem: Tu és sacerdote eternamente, segundo a ordem de Melquisedec (Sl 109,4).7Nos dias de sua vida mortal, dirigiu preces e súplicas, entre clamores e lágrimas, àquele que o podia salvar da morte, e foi atendido pela sua piedade.8Embora fosse Filho de Deus, aprendeu a obediência por meio dos sofrimentos que teve.9E uma vez chegado ao seu termo, tornou-se autor da salvação eterna para todos os que lhe obedecem,10porque Deus o proclamou sacerdote segundo a ordem de Melquisedec. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 109(110)

R. Tu és sacerdote eternamente segundo a ordem do rei Melquisedeque!

Palavra do Senhor ao meu Senhor: “Assenta-te ao lado meu direito até que eu ponha os inimigos teus como escabelo por debaixo de teus pés!” – R.

O Senhor estenderá desde Sião vosso cetro de poder, pois ele diz: “Domina com vigor teus inimigos. – R.

Tu és sacerdote desde o dia em que nasceste; na glória e esplender da santidade, como orvalho, antes da aurora, eu te gerei!” – R.

Jurou o Senhor e manterá sua palavra: “Tu és sacerdote eternamente segundo a ordem do rei Melquisedeque!” – R.

Evangelho Mc 2,18-22

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos – Naquele tempo, 18Ora, os discípulos de João e os fariseus jejuavam. Por isso, foram-lhe perguntar: “Por que jejuam os discípulos de João e os dos fariseus, mas os teus discípulos não jejuam?”19Jesus respondeu-lhes: “Podem porventura jejuar os convidados das núpcias, enquanto está com eles o esposo? Enquanto têm consigo o esposo, não lhes é -possível jejuar.20Dias virão, porém, em que o esposo lhes será tirado, e então jejuarão.21“Ninguém prega retalho de pano novo em roupa velha; do contrário, o remendo arranca novo pedaço da veste usada e torna-se pior o rasgão.22E ninguém põe vinho novo em odres velhos; se o fizer, o vinho os arrebentará e perder-se-á juntamente com os odres mas para vinho novo, odres novos.” – Palavra da Salvação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 + cinco =