fbpx
19.2 C
São Paulo
sábado, 17 agosto, 2019.

Liturgia diária

< 2018 >
Junho
«
»
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
maio
maio
maio
maio
maio
1
  • São Justino, Mártir.
    Dia Todo
    01/06/2018

    Primeira Leitura – 1Pd 4,7-13

    Leitura da Primeira Carta de São Pedro – 7O fim de todas as coisas está próximo. Sede, portanto, prudentes e vigiai na oração.8Antes de tudo, mantende entre vós uma ardente caridade, porque a caridade cobre a multidão dos pecados (Pr 10,12).9Exercei a hospitalidade uns para com os outros, sem murmuração.10Como bons dispensadores das diversas graças de Deus, cada um de vós ponha à disposição dos outros o dom que recebeu:11a palavra, para anunciar as mensagens de Deus; um ministério, para exercê-lo com uma força divina, a fim de que em todas as coisas Deus seja glorificado por Jesus Cristo. A ele seja dada a glória e o poder por toda a eternidade! Amém.12Caríssimos, não vos perturbeis no fogo da provação, como se vos acontecesse alguma coisa extraordinária.13Pelo contrário, alegrai-vos em ser participantes dos sofrimentos de Cristo, para que vos possais alegrar e exultar no dia em que for manifestada sua glória. – Palavra do Senhor.

     

    Salmo – Sl 95 (96),10. 11-12. 13 (R. 13b)

    R. O Senhor vem julgar nossa terra.
    10 Publicai entre as nações: ‘Reina o Senhor!’ Ele firmou o universo inabalável, e os povos ele julga com justiça. R.

    11 O céu se rejubile e exulte a terra, aplauda o mar com o que vive em suas águas; 12 os campos com seus frutos rejubilem e exultem as florestas e as matas. R.

    13 na presença do Senhor, pois ele vem, porque vem para julgar a terra inteira. Governará o mundo todo com justiça, e os povos julgará com lealdade. R.

    Evangelho – Mc 11,11-26

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos – 11Jesus entrou em Jerusalém e dirigiu-se ao templo. Aí lançou-os olhos para tudo o que o cercava. Depois, como já fosse tarde, voltou para Betânia com os Doze.12No outro dia, ao saírem de Betãnia, Jesus teve fome.13Avistou de longe uma figueira coberta de folhas e foi ver se encontrava nela algum fruto. Aproximou-se da árvore, mas só encontrou folhas pois não era tempo de figos.14E disse à figueira: “Jamais alguém coma fruto de ti!” E os discípulos ouviram esta maldição.15Chegaram a Jerusalém e Jesus entrou no templo. E começou a expulsar os que no templo vendiam e compravam; derrubou as mesas dos trocadores de moedas e as cadeiras dos que vendiam pombas.16Não consentia que ninguém transportasse algum objeto pelo templo.17E ensinava-lhes nestes termos: “`Não está porventura escrito: A minha casa chamar-se-á casa de oração para todas as nações (Is 56,7)? Mas vós fizestes dela um covil de ladrões (Jr 7,11).18Os príncipes dos sacerdotes e os escribas ouviram-no e procuravam um modo de o matar. Temiam-no, porque todo o povo se admirava da sua doutrina.19Quando já era tarde, saíram da cidade.20No dia seguinte pela manhã, ao passarem junto da figueira, viram que ela secara até a raiz.21Pedro lembrou-se do que se tinha passado na véspera e disse a Jesus: “`Olha, Mestre, como secou a figueira que amaldiçoaste!”22Respondeu-lhes Jesus: “Tende fé em Deus.23Em verdade vos declaro: todo o que disser a este monte: Levanta-te e lança-te ao mar, se não duvidar no seu coração, mas acreditar que sucederá tudo o que disser, obterá esse milagre.24Por isso vos digo: tudo o que pedirdes na oração, crede que o tendes recebido, e ser-vos-á dado.25E quando vos puserdes de pé para orar, perdoai, se tiverdes algum ressentimento contra alguém, para que também vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe os vossos pecados. [26Mas se não perdoardes, tampouco vosso Pai que está nos céus vos perdoará os vossos pecados.]” – Palavra da Salvação.

2
  • Sábado da 8ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    02/06/2018

    Primeira Leitura – Jd 17.20b-25

    Leitura da Carta de São Judas – 17Mas vós, caríssimos, lembrai-vos das palavras que vos foram preditas pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo, 20Mas vós, caríssimos, edificai-vos mutuamente sobre o fundamento da vossa santíssima fé. Orai no Espírito Santo.21Conservai-vos no amor de Deus, aguardando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna.22Para com uns exercei a vossa misericórdia, repreendendo-os,23e salvai-os, arrebatando-os do fogo. Dos demais tende compaixão, repassada de temor, detestando até a túnica manchada pela carne.24Àquele, que é poderoso para nos preservar de toda queda e nos apresentar diante de sua glória, imaculados e cheios de alegria,25ao Deus único, Salvador nosso, por Jesus Cristo, Senhor nosso, sejam dadas glória, magnificência, império e poder desde antes de todos os tempos, agora e para sempre. Amém. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 62,2. 3-4. 5-6 (R. 2b)

    R. A minha alma tem sede de vós, ó Senhor!
    Sois vós, ó Senhor, o meu Deus! Desde a aurora ansioso vos busco! A minh’alma tem sede de vós, minha carne também vos deseja, como terra sedenta e sem água! R.

    Venho, assim, contemplar-vos no templo, para ver vossa glória e poder. Vosso amor vale mais do que a vida: e por isso meus lábios vos louvam. R.

    Quero, pois vos louvar pela vida, e elevar para vós minhas mãos! A minh’alma será saciada, como em grande banquete de festa; cantará a alegria em meus lábios, ao cantar para vós meu louvor! R.

    Evangelho – Mc 11,27-33

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos – Naquele tempo, 27Jesus e seus discípulos voltaram outra vez a Jerusalém. E andando Jesus pelo templo, acercaram-se dele os príncipes dos sacerdotes, os escribas e os anciãos,28e perguntaram-lhe: “Com que direito fazes isto? Quem te deu autoridade para fazer essas coisas?”29Jesus respondeu-lhes: “Também eu vos farei uma pergunta; respondei-ma, e dir-vos-ei com que direito faço essas coisas.30O batismo de João vinha do céu ou dos homens? Respondei-me.”31E discorriam lá consigo: “Se dissermos: Do céu, ele dirá: Por que razão, pois, não crestes nele?32Se, ao contrário, dissermos: Dos homens, tememos o povo.” Com efeito, tinham medo do povo, porque todos julgavam ser João deveras um profeta.33Responderam a Jesus: “Não o sabemos.” “E eu tampouco vos direi, disse Jesus, com que direito faço estas coisas.” – Palavra da Salvação.

3
  • 9º Domingo do Tempo Comum
    Dia Todo
    03/06/2018

    Primeira Leitura – Dt 5,12-15

    Leitura do Livro do Deuteronômio – Assim fala o Senhor: 12Guardarás o dia do sábado e o santificarás, como te ordenou o Senhor, teu Deus.13Trabalharás seis dias e neles farás todas as tuas obras;14mas no sétimo dia, que é o repouso do Senhor, teu Deus, não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu servo, nem tua serva, nem teu boi, nem teu jumento, nem teus animais, nem o estrangeiro que vive dentro de teus muros, para que o teu escravo e a tua serva descansem como tu.15Lembra-te de que foste escravo no Egito, de onde a mão forte e o braço poderoso do teu Senhor te tirou. É por isso que o Senhor, teu Deus, te ordenou observasses o dia do sábado. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 80,3-4.5-6ab.6c-8a.10-11b (R. 2a)

    R.Exultai no Senhor, a nossa força!
    Cantai salmos, tocai tamborim, harpa e lira suaves tocai! Na lua nova soai a trombeta, na lua cheia, na festa solene! R.

    Porque isto é costume em Jacó, um preceito do Deus de Israel; 6a uma lei que foi dada a José, 6b quando o povo saiu do Egito. R.

    6c Eis que ouço uma voz que não conheço: ‘Aliviei as tuas costas de seu fardo, cestos pesados eu tirei de tuas mãos. 8a Na angústia a mim clamaste, e te salvei. R.

    10 Em teu meio não exista um deus estranho nem adores a um deus desconhecido!   11 Porque eu sou o teu Deus e teu Senhor, que da terra do Egito te arranquei. R.

    Segunda Leitura – 2Cor 4,6-11

    Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios – Irmãos: 6Porque Deus que disse: Das trevas brilhe a luz, é também aquele que fez brilhar a sua luz em nossos corações, para que irradiássemos o conhecimento do esplendor de Deus, que se reflete na face de Cristo.7Porém, temos este tesouro em vasos de barro, para que transpareça claramente que este poder extraordinário provém de Deus e não de nós.8Em tudo somos oprimidos, mas não sucumbimos. Vivemos em completa penúria, mas não desesperamos.9Somos perseguidos, mas não ficamos desamparados. Somos abatidos, mas não somos destruídos.10Trazemos sempre em nosso corpo os traços da morte de Jesus para que também a vida de Jesus se manifeste em nosso corpo.11Estando embora vivos, somos a toda hora entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus apareça em nossa carne mortal. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Mc 2,23-3,6

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos – 23Num dia de sábado, o Senhor caminhava pelos campos e seus discípulos, andando, começaram a colher espigas.24Os fariseus observaram-lhe: “Vede! Por que fazem eles no sábado o que não é permitido?” Jesus respondeu-lhes:25“Nunca lestes o que fez Davi, quando se achou em necessidade e teve fome, ele e os seus companheiros?26Ele entrou na casa de Deus, sendo Abiatar príncipe dos sacerdotes, e comeu os pães da proposição, dos quais só aos sacerdotes era permitido comer, e os deu aos seus companheiros.”27E dizia-lhes: “O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado;28e, para dizer tudo, o Filho do homem é senhor também do sábado.” 1Noutra vez, entrou ele na sinagoga e achava-se ali um homem que tinha a mão seca.2Ora, estavam-no observando se o curaria no dia de sábado, para o acusarem.3Ele diz ao homem da mão seca: “Vem para o meio.”4Então lhes pergunta: “É permitido fazer o bem ou o mal no sábado? Salvar uma vida ou matar?” Mas eles se calavam.5Então, relanceando um olhar indignado sobre eles, e contristado com a dureza de seus corações, diz ao homem: “Estende tua mão!” Ele estendeu-a e a mão foi curada.6Saindo os fariseus dali, deliberaram logo com os herodianos como o haviam de perder. – Palavra da Salvação.

4
  • 2ª-feira da 9ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    04/06/2018

    Primeira Leitura – 2Pd 1,2-7

    Leitura da Segunda Carta de São Pedro – Caríssimos: 2Graça e paz vos sejam dadas em abundância por um profundo conhecimento de Deus e de Jesus, nosso Senhor!3O poder divino deu-nos tudo o que contribui para a vida e a piedade, fazendo-nos conhecer aquele que nos chamou por sua glória e sua virtude.4Por elas, temos entrado na posse das maiores e mais preciosas promessas, a fim de tornar-vos por este meio participantes da natureza divina, subtraindo-vos à corrupção que a concupiscência gerou no mundo.5Por estes motivos, esforçai-vos quanto possível por unir à vossa fé a virtude, à virtude a ciência,6à ciência a temperança, à temperança a paciência, à paciência a piedade,7à piedade o amor fraterno, e ao amor fraterno a caridade. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 90, 1-2. 14-15ab. 15c-16 (R. 2b)

    R. Vós sois meu Deus, no qual confio inteiramente.
    Quem habita ao abrigo do Altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, diz ao Senhor: ‘Sois meu refúgio e proteção, sois o meu Deus, no qual confio inteiramente’. R.

    14 ‘Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo e protegê-lo, pois meu nome ele conhece. 15a Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, 15b a seu lado eu estarei em suas dores. R.

    15c Hei de livrá-lo e de glória coroá-lo, 16 vou conceder-lhe vida longa e dias plenos, e vou mostrar-lhe minha graça e salvação’. R.

    Evangelho – Mc 12,1-12

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos – Naquele tempo: 1 Começou a falar-lhes em parábolas. Um homem plantou uma vinha, cercou-a com uma sebe, cavou nela um lagar, edificou uma torre, arrendou-a a vinhateiros e ausentou-se daquela terra.2A seu tempo enviou aos vinhateiros um servo, para receber deles uma parte do produto da vinha.3Ora, eles prenderam-no, feriram-no e reenviaram-no de mãos vazias.4Enviou-lhes de novo outro servo; também este feriram na cabeça e o cobriram de afrontas.5O senhor enviou-lhes ainda um terceiro, mas o mataram. E enviou outros mais, dos quais feriram uns e mataram outros.6Restava-lhe ainda seu filho único, a quem muito amava. Enviou-o também por último a ir ter com eles, dizendo: Terão respeito a meu filho!…7Os vinhateiros, porém, disseram uns aos outros: Este é o herdeiro! Vinde, matemo-lo e será nossa a herança!8Agarrando-o, mataram-no e lançaram-no fora da vinha.9Que fará, pois, o senhor da vinha? Virá e exterminará os vinhateiros e dará a vinha a outro.10Nunca lestes estas palavras da Escritura: A pedra que os construtores rejeitaram veio a tornar-se pedra angular.11Isto é obra do Senhor, e ela é admirável aos nossos olhos (Sal 117,22s)?12Procuravam prendê-lo, mas temiam o povo; porque tinham entendido que a respeito deles dissera esta parábola. E deixando-o, retiraram-se. – Palavra da Salvação.

5
  • São Bonifácio, Bispo e Mártir.
    Dia Todo
    05/06/2018

    Primeira Leitura – 2Pd 3,12-15a.17-18

    Leitura da Segunda Carta de São Pedro – Caríssimos: 12Enquanto esperais e apressais o dia de Deus, esse dia em que se hão de dissolver os céus inflamados e se hão de fundir os elementos abrasados!13Nós, porém, segundo sua promessa, esperamos novos céus e uma nova terra, nos quais habitará a justiça.14Portanto, caríssimos, esperando estas coisas, esforçai-vos em ser por ele achados sem mácula e irrepreensíveis na paz.15aReconhecei que a longa paciência de nosso Senhor vos é salutar. 17Vós, pois, caríssimos, advertidos de antemão, tomai cuidado para que não caiais da vossa firmeza, levados pelo erro destes homens ímpios.18Mas crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele a glória agora e eternamente. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 89, 2. 3-4. 10. 14.16 (R. 1)

    R. Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós!
    Já bem antes que as montanhas fossem feitas ou a terra e o mundo se formassem, desde sempre e para sempre vós sois Deus. R.

    Vós fazeis voltar ao pó todo mortal, quando dizeis: ‘Voltai ao pó, filhos de Adóo!’ Pois mil anos para vós são como ontem, qual vigília de uma noite que passou. R.

    10 Pode durar setenta anos nossa vida, os mais fortes talvez cheguem a oitenta; a maior parte é ilusão e sofrimento: passam depressa e também nós assim passamos. R.

    14 Saciai-nos de manhã com vosso amor, e exultaremos de alegria todo o dia! 16 Manifestai a vossa obra a vossos servos, e a seus filhos revelai a vossa glória! R.

    Evangelho – Mc 12,13-17

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos – Naquele tempo: 13Enviaram-lhe alguns fariseus e herodianos, para que o apanhassem em alguma palavra.14Aproximaram-se dele e disseram-lhe: Mestre, sabemos que és sincero e que não lisonjeias a ninguém; porque não olhas para as aparências dos homens, mas ensinas o caminho de Deus segundo a verdade. É permitido que se pague o imposto a César ou não? Devemos ou não pagá-lo?15Conhecendo-lhes a hipocrisia, respondeu-lhes Jesus: Por que me quereis armar um laço? Mostrai-me um denário.16Apresentaram-lho. E ele perguntou-lhes: De quem é esta imagem e a inscrição? De César, responderam-lhe.17Jesus então lhes replicou. Dai, pois, a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. E admiravam-se dele. – Palavra da Salvação.

6
  • 4ª-feira da 9ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    06/06/2018

    Primeira Leitura – 2Tm 1,1-3.6-12

    Início da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo – 1Paulo, apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de Deus para anunciar a promessa da vida que está em Jesus Cristo,2a Timóteo, filho caríssimo: graça, misericórdia, paz, da parte de Deus Pai e de Jesus Cristo, nosso Senhor!3Dou graças a Deus, a quem sirvo com pureza de consciência, tal como aprendi de meus pais, e me lembro de ti sem cessar nas minhas orações, de noite e de dia. 6Por esse motivo, eu te exorto a reavivar a chama do dom de Deus que recebeste pela imposição das minhas mãos.7Pois Deus não nos deu um espírito de timidez, mas de fortaleza, de amor e de sabedoria.8Não te envergonhes, portanto, do testemunho de nosso Senhor, nem de mim, seu prisioneiro, mas sofre comigo pelo Evangelho, fortificado pelo poder de Deus.9Deus nos salvou e chamou para a santidade, não em atenção às nossas obras, mas em virtude do seu desígnio, da graça que desde a eternidade nos destinou em Cristo Jesus,10e agora nos manifestou mediante a aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, que destruiu a morte e suscitou a vida e a imortalidade, pelo Evangelho,11do qual fui constituído pregador, apóstolo e mestre entre os gentios.12É este o motivo por que estou sofrendo assim. Mas não me queixo, não. Sei em quem pus minha confiança, e estou certo de que é assaz poderoso para guardar meu depósito até aquele dia. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 122,1-2a. 2bcd (R. 1a)

    R. Ó Senhor, para vós eu levanto meus olhos.
    Eu levanto os meus olhos para vós, que habitais nos altos céus. 2a Como os olhos dos escravos estão fitos nas mãos do seu senhor. R.

    2b Como os olhos das escravas estão fitos nas mãos de sua senhora, 2c assim os nossos olhos, no Senhor, 2d até de nós ter piedade. R.

    Evangelho – Mc 12,18-27

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos – Naquele tempo: 18Ora, vieram ter com ele os saduceus, que afirmam não haver ressurreição, e perguntaram-lhe:19Mestre, Moisés prescreveu-nos: Se morrer o irmão de alguém, e deixar mulher sem filhos, seu irmão despo-se a viúva e suscite posteridade a seu irmão.20Ora, havia sete irmãos; o primeiro casou e morreu sem deixar descendência.21Então o segundo desposou a viúva, e morreu sem deixar posteridade. Do mesmo modo o terceiro.22E assim tomaram-na os sete, e não deixaram filhos. Por último, morreu também a mulher.23Na ressurreição, a quem destes pertencerá a mulher? Pois os sete a tiveram por mulher.24Jesus respondeu-lhes: Errais, não compreendendo as Escrituras nem o poder de Deus.25Na ressurreição dos mortos, os homens não tomarão mulheres, nem as mulheres, maridos, mas serão como os anjos nos céus.26Mas quanto à ressurreição dos mortos, não lestes no livro de Moisés como Deus lhe falou da sarça, dizendo: Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó (Êx 3, 6)?27Ele não é Deus de mortos, senão de vivos. Portanto, estais muito errados. – Palavra da Salvação.

7
  • 5ª-feira da 9ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    07/06/2018

    Primeira Leitura – 2Tm 2,8-15

    Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo – Caríssimo: 8Lembra-te de Jesus Cristo, saído da estirpe de Davi e ressuscitado dos mortos, segundo o meu Evangelho,9pelo qual estou sofrendo até as cadeias como um malfeitor. Mas a palavra de Deus, esta não se deixa acorrentar.10Pelo que tudo suporto por amor dos escolhidos, para que também eles consigam a salvação em Jesus Cristo, com a glória eterna.11Eis uma verdade absolutamente certa: Se morrermos com ele, com ele viveremos.12Se soubermos perseverar, com ele reinaremos.13Se, porém, o renegarmos, ele nos renegará. Se formos infiéis… ele continua fiel, e não pode desdizer-se.14Lembra-lhes estas coisas e conjura-os, por Deus, a evitarem discussões de palavras, que só servem para a perdição dos ouvintes.15Empenha-te em te apresentares diante de Deus como homem digno de aprovação, operário que não tem de que se envergonhar, íntegro distribuidor da palavra da verdade. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 24, 4-5ab. 8-9. 10.14 (R. 4a)

    R. Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos!
    4Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos. Fazei-me conhecer a vossa estrada! 5a Vossa verdade me oriente e me conduza, 5b porque sois o Deus da minha salvação. R.

    O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes na justiça, e aos pobres ele ensina o seu caminho. R.

    10 Verdade e amor são os caminhos do Senhor para quem guarda sua Aliança e seus preceitos. 14 O Senhor se torna íntimo aos que o temem e lhes dá a conhecer sua Aliança. R.

    Evangelho – Mc 12,28b-34

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo escrito por Marcos – Naquele tempo: 28Achegou-se dele um dos escribas que os ouvira discutir e, vendo que lhes respondera bem, indagou dele: Qual é o primeiro de todos os mandamentos?29Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é este: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor;30amarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu espírito e de todas as tuas forças.31Eis aqui o segundo: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Outro mandamento maior do que estes não existe.32Disse-lhe o escriba: Perfeitamente, Mestre, disseste bem que Deus é um só e que não há outro além dele.33E amá-lo de todo o coração, de todo o pensamento, de toda a alma e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, excede a todos os holocaustos e sacrifícios.34Vendo Jesus que ele falara sabiamente, disse-lhe: Não estás longe do Reino de Deus. E já ninguém ousava fazer-lhe perguntas. – Palavra da Salvação.

     

8
  • Solenidade do Sagrado Coração de Jesus
    Dia Todo
    08/06/2018

    Primeira Leitura – Os 11,1.3-4.8c-9

    Leitura da Profecia de Oséias – Assim diz o Senhor: 1Israel era ainda criança, e já eu o amava, e do Egito chamei meu filho. 3Eu, entretanto, ensinava Efraim a andar, tomava-o nos meus braços, mas não compreenderam que eu cuidava deles.4Segurava-os com laços humanos, com laços de amor; fui para eles como o que tira da boca uma rédea, e lhes dei alimento. 8c Meu coração se revolve dentro de mim, eu me comovo de dó e compaixão.9Não darei curso ao ardor de minha cólera, já não destruirei Efraim, porque sou Deus e não um homem, sou o Santo no meio de ti, e não gosto de destruir. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Is 12,2-3.4bcd.5-6 (R.3)

    R. Com alegria bebereis do manancial da salvação.

    Eis o Deus, meu Salvador, eu confio e nada temo; o Senhor é minha força, meu louvor e salvação. Com alegria bebereis no manancial da salvação. R.

    e direis naquele dia: ‘Dai louvores ao Senhor, invocai seu santo nome, anunciai suas maravilhas, entre os povos proclamai que seu nome é o mais sublime. R.

    Louvai cantando ao nosso Deus, que fez prodígios e portentos, publicai em toda a terra suas grandes maravilhas! Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel!’ R.

    2ª Leitura – Ef 3,8-12.14-19

    Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios – Irmãos: 8A mim, o mais insignificante dentre todos os santos, coube-me a graça de anunciar entre os pagãos a inexplorável riqueza de Cristo,9e a todos manifestar o desígnio salvador de Deus, mistério oculto desde a eternidade em Deus, que tudo criou.10Assim, de ora em diante, as dominações e as potestades celestes podem conhecer, pela Igreja, a infinita diversidade da sabedoria divina,11de acordo com o desígnio eterno que Deus realizou em Jesus Cristo, nosso Senhor.12Pela fé que nele depositamos, temos plena confiança de aproximar-nos junto de Deus. 14Por esta causa dobro os joelhos em presença do Pai,15ao qual deve a sua existência toda família no céu e na terra,16para que vos conceda, segundo seu glorioso tesouro, que sejais poderosamente robustecidos pelo seu Espírito em vista do crescimento do vosso homem interior.17Que Cristo habite pela fé em vossos corações, arraigados e consolidados na caridade,18a fim de que possais, com todos os cristãos, compreender qual seja a largura, o comprimento, a altura e a profundidade,19isto é, conhecer a caridade de Cristo, que desafia todo o conhecimento, e sejais cheios de toda a plenitude de Deus. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Jo 19,31-37

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João – 31Os judeus temeram que os corpos ficassem na cruz durante o sábado, porque já era a Preparação e esse sábado era particularmente solene. Rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas e fossem retirados.32Vieram os soldados e quebraram as pernas do primeiro e do outro, que com ele foram crucificados.33Chegando, porém, a Jesus, como o vissem já morto, não lhe quebraram as pernas,34mas um dos soldados abriu-lhe o lado com uma lança e, imediatamente, saiu sangue e água.35O que foi testemunha desse fato o atesta (e o seu testemunho é digno de fé, e ele sabe que diz a verdade), a fim de que vós creiais.36Assim se cumpriu a Escritura: Nenhum dos seus ossos será quebrado (Ex 12,46).37E diz em outra parte a Escritura: Olharão para aquele que transpassaram (Zc 12,10). – Palavra da Salvação.
9
  • Imaculado Coração de Maria. Memória
    Dia Todo
    09/06/2018

    Primeira Leitura – Is 61,9-11

    Leitura do Livro do Profeta Isaías – 9Sua raça tornar-se-á célebre entre as nações, e sua descendência entre os povos: todos, vendo-os, reconhecerão que são a abençoada raça do Senhor.10Com grande alegria eu me rejubilarei no Senhor e meu coração exultará de alegria em meu Deus, porque me fez revestir as vestimentas da salvação. Envolveu-me com o manto de justiça, como um neo-esposo cinge o turbante, como uma jovem esposa se enfeita com suas jóias.11Porque, quão certo o sol faz germinar seus grãos e um jardim faz brotar suas sementes, o Senhor Deus fará germinar a justiça e a glória diante de todas as nações. – Palavra do Senhor.

    Salmo – 1Sm 2,1.4-5.6-7 8abcd (R. cf. 1a)

    R. Meu coraçóo se regozija no Senhor.

    Exulta no Senhor meu coração, e se eleva a minha fronte no meu Deus; minha boca desafia os meus rivais porque me alegro com a vossa salvação. R.

    O arco dos fortes foi dobrado, foi quebrado, mas os fracos se vestiram de vigor. Os saciados se empregaram por um pão, mas os pobres e os famintos se fartaram. Muitas vezes deu à luz a que era estéril, mas a móe de muitos filhos definhou. R.

    É o Senhor quem dá a morte e dá a vida, faz descer à sepultura e faz voltar; é o Senhor quem faz o pobre e faz o rico, é o Senhor quem nos humilha e nos exalta. R.

    8a O Senhor ergue do pó o homem fraco, 8b do lixo ele retira o indigente, 8c para fazê-los assentar-se com os nobres 8d num lugar de muita honra e distinção. R.

    Evangelho – Lc 2,41-51

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – 41Seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa.42Tendo ele atingido doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa.43Acabados os dias da festa, quando voltavam, ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus pais o percebessem.44Pensando que ele estivesse com os seus companheiros de comitiva, andaram caminho de um dia e o buscaram entre os parentes e conhecidos.45Mas não o encontrando, voltaram a Jerusalém, à procura dele.46Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os.47Todos os que o ouviam estavam maravilhados da sabedoria de suas respostas.48Quando eles o viram, ficaram admirados. E sua mãe disse-lhe: Meu filho, que nos fizeste?! Eis que teu pai e eu andávamos à tua procura, cheios de aflição.49Respondeu-lhes ele: Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai?50Eles, porém, não compreenderam o que ele lhes dissera.51Em seguida, desceu com eles a Nazaré e lhes era submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração. – Palavra da Salvação.

10
  • 10º Domingo do Tempo Comum
    Dia Todo
    10/06/2018

    Primeira Leitura – Gn 3,9-15

    Leitura do Livro do Gênesis – Depois que o homem comeu da fruta da árvore, 9Mas o Senhor Deus chamou o homem, e disse-lhe: “Onde estás?”10E ele respondeu: “Ouvi o barulho dos vossos passos no jardim; tive medo, porque estou nu; e ocultei-me.”11O Senhor Deus disse: “Quem te revelou que estavas nu? Terias tu porventura comido do fruto da árvore que eu te havia proibido de comer?”12O homem respondeu: “A mulher que pusestes ao meu lado apresentou-me deste fruto, e eu comi.”13O Senhor Deus disse à mulher: Porque fizeste isso?” “A serpente enganou-me,– respondeu ela – e eu comi.”14Então o Senhor Deus disse à serpente: “Porque fizeste isso, serás maldita entre todos os animais e feras dos campos; andarás de rastos sobre o teu ventre e comerás o pó todos os dias de tua vida.15Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar.” – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 129,1-2.3-4ab.4c-6.7-8 (R. 7)

    R.No Senhor toda graça e redenção!
    Das profundezas eu clamo a vós, Senhor, escutai a minha voz! Vossos ouvidos estejam bem atentos ao clamor da minha prece! R.

    Se levardes em conta nossas faltas, quem haverá de subsistir? Mas em vós se encontra o perdão, eu vos temo e em vós espero. R.

    No Senhor ponho a minha esperança, espero em sua palavra. A minh’alma espera no Senhor mais que o vigia pela aurora. R.

    Espere Israel pelo Senhor, pois no Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção. Ele vem libertar a Israel de toda a sua culpa. R.

    Segunda Leitura – 2Cor 4,13-18- 5,1

    Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios – Irmãos: 13Animados deste espírito de fé, conforme está escrito: Eu cri, por isto falei (Sl 115,1), também nós cremos, e por isso falamos.14Pois sabemos que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus, nos ressuscitará também a nós com Jesus e nos fará comparecer diante dele convosco.15E tudo isso se faz por vossa causa, para que a graça se torne copiosa entre muitos e redunde o sentimento de gratidão, para glória de Deus.16É por isso que não desfalecemos. Ainda que exteriormente se desconjunte nosso homem exterior, nosso interior renova-se de dia para dia.17A nossa presente tribulação, momentânea e ligeira, nos proporciona um peso eterno de glória incomensurável. 18Porque não miramos as coisas que se vêem, mas sim as que não se vêem . Pois as coisas que se vêem são temporais e as que não se vêem são eternas. 5,1Sabemos, com efeito, que ao se desfazer a tenda que habitamos neste mundo, recebemos uma casa preparada por Deus e não por mãos humanas, uma habitação eterna no céu. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Mc 3,20-35

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos – Naquele tempo: 20Dirigiram-se em seguida a uma casa. Aí afluiu de novo tanta gente, que nem podiam tomar alimento.21Quando os seus o souberam, saíram para o reter; pois diziam: “Ele está fora de si.”22Também os escribas, que haviam descido de Jerusalém, diziam: “Ele está possuído de Beelzebul: é pelo príncipe dos demônios que ele expele os demônios.”23Mas, havendo-os convocado, dizia-lhes em parábolas: “Como pode Satanás expulsar a Satanás?24Pois, se um reino estiver dividido contra si mesmo, não pode durar.25E se uma casa está dividida contra si mesma, tal casa não pode permanecer.26E se Satanás se levanta contra si mesmo, está dividido e não poderá continuar, mas desaparecerá.27Ninguém pode entrar na casa do homem forte e roubar-lhe os bens, se antes não o prender; e então saqueará sua casa.28“Em verdade vos digo: todos os pecados serão perdoados aos filhos dos homens, mesmo as suas blasfêmias;29mas todo o que tiver blasfemado contra o Espírito Santo jamais terá perdão, mas será culpado de um pecado eterno.”30Jesus falava assim porque tinham dito: “Ele tem um espírito imundo.”31Chegaram sua mãe e seus irmãos e, estando do lado de fora, mandaram chamá-lo.32Ora, a multidão estava sentada ao redor dele; e disseram-lhe: “Tua mãe e teus irmãos estão aí fora e te procuram.”33Ele respondeu-lhes: “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?”34E, correndo o olhar sobre a multidão, que estava sentada ao redor dele, disse: “Eis aqui minha mãe e meus irmãos.35Aquele que faz a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe.” – Palavra da Salvação.

11
  • São Barnabé, Apóstolo. Memória
    Dia Todo
    11/06/2018

    Primeira Leitura – At 11,21b-26; 13,1-3

    Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, 21A mão do Senhor estava com eles e grande foi o número dos que receberam a fé e se converteram ao Senhor.22A notícia dessas coisas chegou aos ouvidos da Igreja de Jerusalém. Enviaram então Barnabé até Antioquia.23Ao chegar lá, alegrou-se, vendo a graça de Deus, e a todos exortava a perseverar no Senhor com firmeza de coração,24pois era um homem de bem e cheio do Espírito Santo e de fé. Assim uma grande multidão uniu-se ao Senhor.25Em seguida, partiu Barnabé para Tarso, à procura de Saulo. Achou-o e levou-o para Antioquia.26Durante um ano inteiro eles tomaram parte nas reuniões da comunidade e instruíram grande multidão, de maneira que em Antioquia é que os discípulos, pela primeira vez, foram chamados pelo nome de cristãos. 3,1Havia então na Igreja de Antioquia profetas e doutores, entre eles Barnabé, Simão, apelidado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, companheiro de infância do tetrarca Herodes, e Saulo.2Enquanto celebravam o culto do Senhor, depois de terem jejuado, disse-lhes o Espírito Santo: Separai-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho destinado.3Então, jejuando e orando, impuseram-lhes as mãos e os despediram. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 97 (98),1. 2-3ab. 3cd-4. 5-6 (R. 2a)

    R. O Senhor fez conhecer seu poder salvador perante as nações.
    Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória. R.

    O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; 3a recordou o seu amor sempre fiel 3b pela casa de Israel. R.

    3c Os confins do universo contemplaram 3d a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai! R.

    Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa e da cítara suave! 6 Aclamai, com os clarins e as trombetas, ao Senhor, o nosso Rei! R.

    Evangelho – Mt 10,7-13

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7Por onde andardes, anunciai que o Reino dos céus está próximo.8Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça dai!9Não leveis nem ouro, nem prata, nem dinheiro em vossos cintos,10nem mochila para a viagem, nem duas túnicas, nem calçados, nem bastão; pois o operário merece o seu sustento.11Nas cidades ou aldeias onde entrardes, informai-vos se há alguém ali digno de vos receber; ficai ali até a vossa partida.12Entrando numa casa, saudai-a: Paz a esta casa.13Se aquela casa for digna, descerá sobre ela vossa paz; se, porém, não o for, vosso voto de paz retornará a vós. – Palavra da Salvação.

12
  • 3ª-feira da 10ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    12/06/2018

    Primeira Leitura – 1Rs 17,7-16

    Leitura do Primeiro Livro dos Reis – Naqueles dias: 7Passado algum tempo, secou-se a torrente, porque não chovia mais na terra.8Então o Senhor disse-lhe:9Vai para Sarepta de Sidon e fixa-te ali: ordenei a uma viúva desse lugar que te sustente.10Elias pôs-se a caminho para Sarepta. Chegando à porta da cidade, viu uma viúva que ajuntava lenha. Chamou-a e disse-lhe: Por favor, vai buscar-me um pouco de água numa vasilha para que eu beba.11E indo ela buscar-lhe a água, gritou-lhe Elias: Traze-me também um pedaço de pão.12Pela vida de Deus, respondeu a mulher, não tenho pão cozido: só tenho um punhado de farinha na panela e um pouco de óleo na ânfora; estava justamente apanhando dois pedaços de lenha para preparar esse resto para mim e meu filho, a fim de o comermos, e depois morrermos.13Elias replicou: Não temas; volta e faze como disseste; mas prepara-me antes com isso um pãozinho, e traze-mo; depois prepararás o resto para ti e teu filho.14Porque eis o que diz o Senhor, Deus de Israel: a farinha que está na panela não se acabará, e a ânfora de azeite não se esvaziará, até o dia em que o Senhor fizer chover sobre a face da terra.15A mulher foi e fez o que disse Elias. Durante muito tempo ela teve o que comer, e a sua casa, e Elias.16A farinha não se acabou na panela nem se esgotou o óleo da ânfora, como o Senhor o tinha dito pela boca de Elias. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 4, 2-3. 4-5. 7-8 (R. 7)

    R. Sobre nós fazei brilhar o esplendor da vossa face!

    Quando eu chamo, respondei-me, ó meu Deus, minha justiça! Vós que soubestes aliviar-me nos momentos de afliçóo, atendei-me por piedade e escutai minha oração! Filhos dos homens, até quando fechareis o coração? Por que amais a ilusão e procurais a falsidade? R.

    Compreendei que nosso Deus faz maravilhas por seu servo, e que o Senhor me ouvirá quando lhe faço a minha prece! Se ficardes revoltados, não pequeis por vossa ira; meditai nos vossos leitos e calai o coração! R.

    Muitos há que se perguntam: ‘Quem nos dá felicidade?’ Sobre nós fazei brilhar o esplendor de vossa face! Vós me destes, ó Senhor, mais alegria ao coração, do que a outros na fartura do seu trigo e vinho novo. R.

    Evangelho – Mt 5,13-16
    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:13Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens.14Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha15nem se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa.16Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus. – Palavra da Salvação.
13
  • Santo Antônio de Pádua, Prebítero e Doutor da Igreja.
    Dia Todo
    13/06/2018

    Primeira Leitura – 1Rs 18,20-39

    Leitura do Primeiro Livro dos Reis – Naqueles dias: 20Mandou Acab avisar a todos os israelitas e reuniu os profetas no monte Carmelo.21Elias, aproximando-se de todo o povo, disse: Até quando claudicareis dos dois pés? Se o Senhor é Deus, segui-o, mas se é Baal, segui a Baal! O povo nada respondeu.22Elias continuou: Eu sou o único dos profetas do Senhor que fiquei, enquanto os de Baal são quatrocentos e cinqüenta.23Dê-se-nos, portanto, um par de novilhos: eles escolherão um, fá-lo-ão em pedaços, e o colocarão sobre a lenha, mas sem meter fogo por baixo; eu tomarei o outro novilho e pô-lo-ei sobre a lenha, sem meter fogo por baixo.24Depois disso, invocareis o nome de vosso deus, e eu invocarei o nome do Senhor. Aquele que responder pelo fogo, esse será reconhecido como o (verdadeiro) Deus. Todo o povo respondeu: É boa a proposta.25Então disse Elias aos profetas de Baal: Escolhei vós primeiro um novilho e preparai-o, porque sois mais numerosos, e invocai o vosso deus, mas não ponhais fogo.26Eles tomaram o novilho que lhes foi dado e fizeram-no em pedaços. Em seguida, puseram-se a invocar o nome de Baal desde a manhã até o meio-dia, gritando: Baal, responde-nos! Mas não houve voz, nem resposta. E dançavam ao redor do altar que tinham levantado.27Sendo já meio-dia, Elias escarnecia-os, dizendo: Gritai com mais força, pois (seguramente!) ele é deus; mas estará entretido em alguma conversa, ou ocupado, ou em viagem, ou estará dormindo… e isso o acordará.28Eles gritavam, com efeito, em alta voz, e retalhavam-se segundo o seu costume, com espadas e lanças, até se cobrirem de sangue.29Passado o meio-dia, enquanto continuavam em seus transes proféticos, chegou a hora da oblação. Mas não houve voz, nem resposta, nem sinal algum de atenção.30Então Elias disse ao povo: Aproximai-vos de mim, e todos se aproximaram. Elias reparou o altar demolido do Senhor.31Tomou doze pedras, segundo o número das doze tribos saídas dos filhos de Jacó, a quem o Senhor dissera: Tu te chamarás Israel.32E erigiu com essas pedras um altar ao Senhor. Fez em volta do altar uma valeta, com a capacidade de duas medidas de semente.33Dispôs a lenha e colocou sobre ela o boi feito em pedaços.34E disse: Enchei quatro talhas de água e derramai-a em cima do holocausto e da lenha. Depois disse: Fazei isso segunda vez. Tendo-o eles feito, disse: Ainda uma terceira vez. Eles obedeceram.35A água correu em volta do altar e a valeta ficou cheia.36Chegou a hora da oblação. O profeta Elias adiantou-se e disse: Senhor, Deus de Abraão, de Isaac e de Israel, saibam todos hoje que sois o Deus de Israel, que eu sou vosso servo e que por vossa ordem fiz todas estas coisas.37Ouvi-me, Senhor, ouvi-me: que este povo reconheça que vós, Senhor, sois Deus, e que sois vós que converteis os seus corações!38Então, subitamente, o fogo do Senhor baixou do céu e consumiu o holocausto, a lenha, as pedras, a poeira e até mesmo a água da valeta.39Vendo isso, o povo prostrou-se com o rosto por terra, e exclamou: O Senhor é Deus! O Senhor é Deus! – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 15,1-2a. 4. 5.8 11 (R. 1)

    R. Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio!

    Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! 2a Digo ao Senhor: ‘Somente vós sois meu Senhor. R.

    Multiplicam, no entanto, suas dores os que correm para os deuses estrangeiros; seus sacrifícios sangüinários não partilho, nem seus nomes passarão pelos meus lábios. R.

    Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, meu destino está seguro em vossas mãos!
    Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, pois se o tenho a meu lado não vacilo.R.

    11 Vós me ensinais vosso caminho para a vida; junto a vós, felicidade sem limites, delícia eterna e alegria ao vosso lado! R.

    Evangelho – Mt 5,17-19

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – 17Não julgueis que vim abolir a lei ou os profetas. Não vim para os abolir, mas sim para levá-los à perfeição.18Pois em verdade vos digo: passará o céu e a terra, antes que desapareça um jota, um traço da lei.19Aquele que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos céus. Mas aquele que os guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos céus. – Palavra da Salvação.

14
  • 5ª-feira da 10ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    14/06/2018

    Primeira Leitura – 1Rs 18, 41-46

    Leitura do Primeiro Livro dos Reis – Naqueles dias: 41Então Elias disse a Acab: Vai, come e bebe, porque já ouço o ruído de uma grande chuva.42Voltou Acab para comer e beber, enquanto Elias subiu ao cimo do monte Carmelo, onde se encurvou por terra, pondo a cabeça entre os joelhos.43Disse ao seu servo: Sobe um pouco, e olha para as bandas do mar. Ele subiu, olhou (o horizonte) e disse: Nada. Por sete vezes, Elias disse-lhe: Volta e (olha).44Na sétima vez o servo respondeu: Eis que, sobe do mar uma pequena nuvem, do tamanho da palma da mão. Elias disse-lhe: Vai dizer a Acab que prepare o seu carro e desça, para que a chuva não o detenha.45Num instante, o céu se cobriu de nuvens negras, soprou o vento e a chuva caiu torrencialmente. Acab subiu ao seu carro e partiu para Jezrael.46A mão do Senhor veio sobre Elias, o qual, tendo cingido os rins, passou adiante de Acab e chegou à entrada de Jezrael. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 64,10abcd. 10e-11. 12-13 (R. 2a)

    R. Ó Senhor que o povo vos louve em Sião!
    10a Visitais a nossa terra com as chuvas,10b e transborda de fartura. 10c Rios de Deus que vêm do céu derramam águas, 10d e preparais o nosso trigo. R.

    10e É assim que preparais a nossa terra: 11 vós a regais e aplainais, os seus sulcos com a chuva amoleceis e abençoais as sementeiras. R.

    12 O ano todo coroais com vossos dons, os vossos passos são fecundos; transborda a fartura onde passais, 13 brotam pastos no deserto. As colinas se enfeitam de alegria. R.

    Evangelho – Mt 5,20-26

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20Digo-vos, pois, se vossa justiça não for maior que a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reino dos céus.21Ouvistes o que foi dito aos antigos: Não matarás, mas quem matar será castigado pelo juízo do tribunal.22Mas eu vos digo: todo aquele que se irar contra seu irmão será castigado pelos juízes. Aquele que disser a seu irmão: Raca, será castigado pelo Grande Conselho. Aquele que lhe disser: Louco, será condenado ao fogo da geena.23Se estás, portanto, para fazer a tua oferta diante do altar e te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti,24deixa lá a tua oferta diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; só então vem fazer a tua oferta.25Entra em acordo sem demora com o teu adversário, enquanto estás em caminho com ele, para que não suceda que te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao seu ministro e sejas posto em prisão.26Em verdade te digo: dali não sairás antes de teres pago o último centavo. – Palavra da Salvação.

15
  • 6ª-feira da 10ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    15/06/2018

    Primeira Leitura – 1Rs 19,9a.11-16

    Leitura do Primeiro Livro dos Reis – Naqueles dias, ao chegar a Horeb, o monte de Deus, 9aChegando ali, passou a noite numa caverna. Então a palavra do Senhor foi-lhe dirigida 11O Senhor desse-lhe: Sai e conserva-te em cima do monte na presença do Senhor: ele vai passar. Nesse momento passou diante do Senhor um vento impetuoso e violento, que fendia as montanhas e quebrava os rochedos; mas o Senhor não estava naquele vento. Depois do vento, a terra tremeu; mas o Senhor não estava no tremor de terra.12Passado o tremor de terra, acendeu-se um fogo; mas o Senhor não estava no fogo. Depois do fogo ouviu-se o murmúrio de uma brisa ligeira.13Tendo Elias ouvido isso, cobriu o rosto com o manto, saiu e pôs-se à entrada da caverna. Uma voz disse-lhe: Que fazes aqui, Elias?14Ele respondeu: Consumo-me de zelo pelo Senhor, Deus dos exércitos. Porque os israelitas abandonaram a vossa aliança, derrubaram os vossos altares e passaram os vossos profetas ao fio da espada. Só eu fiquei, e agora querem tirar-me a vida.15O Senhor disse-lhe: Retoma o caminho do deserto, na direção de Damasco. Ali chegando, ungirás Hazael como rei da Síria,16Jeú, filho de Namsi, como rei de Israel, e Eliseu, filho de Safat, de Abel-Meula, como profeta em teu lugar. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 26,7-8a. 8b-9abc. 13-14 (R. 8b)

    R. Senhor, é vossa face que eu procuro!
    Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo, atendei por compaixão! 8a Meu coração fala convosco confiante. R.

    8b é vossa face que eu procuro, 9a Não afasteis em vossa ira o vosso servo, sois vós o meu auxílio! 9b Não me esqueçais nem me deixeis abandonado, 9c meu Deus e Salvador! R.

    13 Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. 14 Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor! R.

    Evangelho – Mt 5,27-32

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 27Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério.28Eu, porém, vos digo: todo aquele que lançar um olhar de cobiça para uma mulher, já adulterou com ela em seu coração.29Se teu olho direito é para ti causa de queda, arranca-o e lança-o longe de ti, porque te é preferível perder-se um só dos teus membros, a que o teu corpo todo seja lançado na geena.30E se tua mão direita é para ti causa de queda, corta-a e lança-a longe de ti, porque te é preferível perder-se um só dos teus membros, a que o teu corpo inteiro seja atirado na geena.31Foi também dito: Todo aquele que rejeitar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio.32Eu, porém, vos digo: todo aquele que rejeita sua mulher, a faz tornar-se adúltera, a não ser que se trate de matrimônio falso; e todo aquele que desposa uma mulher rejeitada comete um adultério. – Palavra da Salvação.

16
  • Sábado da 10ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    16/06/2018

    Primeira Leitura – 1Rs 19,19-21

    Leitura do Primeiro Livro dos Reis – Naqueles dias: 19Elias, partindo dali, encontrou Eliseu, filho de Safat, lavrando com doze juntas de bois diante dele; ele mesmo conduzia a duodécima junta. Elias aproximou-se e jogou o seu manto sobre ele.20Eliseu, deixando imediatamente os seus bois, correu atrás de Elias, e disse: Deixa-me ir beijar meu pai e minha mãe, depois te seguirei. Vai, disse-lhe Elias, mas volta, porque sabes o que te fiz.21Eliseu, deixando Elias, tomou uma junta de bois e imolou-os. Com a lenha do arado cozeu as carnes e deu-as a comer à sua gente. Em seguida partiu e seguiu Elias, para servi-lo. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 15, 1-2a.5. 7-8. 9-10 (R. Cf. 5a)

    R. O Senhor é a porção da minha herança.
    Guardai-me, ó Deus, porque em vós me refugio! 2a Digo ao Senhor: ‘Somente vós sois meu Senhor. Ó Senhor, sois minha herança e minha taça, meu destino está seguro em vossas Mãos! R.

    Eu bendigo o Senhor, que me aconselha, e até de noite me adverte o coração. Tenho sempre o Senhor ante meus olhos, pois se o tenho a meu lado não vacilo. R.

    Eis por que meu coração está em festa, minha alma rejubila de alegria, e até meu corpo no repouso está tranqüilo; 10 pois não haveis de me deixar entregue à morte, nem vosso amigo conhecer a corrupção. R.

    Evangelho – Mt 5,33-37

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus díscipulos: 33Ouvistes ainda o que foi dito aos antigos: Não jurarás falso, mas cumprirás para com o Senhor os teus juramentos.34Eu, porém, vos digo: não jureis de modo algum, nem pelo céu, porque é o trono de Deus;35nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei.36Nem jurarás pela tua cabeça, porque não podes fazer um cabelo tornar-se branco ou negro.37Dizei somente: Sim, se é sim; não, se é não. Tudo o que passa além disto vem do Maligno. – Palavra da Salvação.

17
18
  • 2ª-feira da 11ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    18/06/2018

    Primeira Leitura – 1Rs 21,1-16

    Leitura do Primeiro Livro dos Reis – Naquele tempo: 1Passado tudo isso, aconteceu o seguinte: Nabot de Jezrael possuía uma vinha nessa cidade, ao lado do palácio de Acab, rei de Samaria.2Acab disse a Nabot: Cede-me tua vinha, para que eu a transforme numa horta, porque está junto de minha casa. Dar-te-ei em troca uma vinha melhor, ou se o preferires, pagar-te-ei em dinheiro o seu valor.3Nabot, porém, respondeu a Acab: Deus me livre de ceder-te a herança de meus pais!4Acab voltou para a sua casa sombrio e irritado, por ter Nabot de Jezrael recusado ceder-lhe a herança de seus pais. Estendeu-se na cama com o rosto voltado para a parede, e não quis comer.5Jezabel, sua mulher, veio ter com ele e disse-lhe: Por que estás de mau humor e não queres comer?6Ele respondeu: Falei a Nabot de Jezrael, propondo-lhe que me vendesse a sua vinha, ou, se o preferisse, que a trocasse comigo por outra melhor; mas ele respondeu-me: Não te cederei a minha vinha.7Jezabel, sua mulher, disse-lhe: Não és tu, porventura, o rei de Israel? Vamos! Come, não te incomodes. Eu te darei a vinha de Nabot de Jezrael.8Escreveu ela, então, uma carta em nome do rei, selou-a com o selo real, e mandou-a aos anciãos e aos notáveis da cidade, concidadãos de Nabot.9Eis o que dizia na carta: Promulgai um jejum, fazei sentar Nabot num lugar de honra,10e mandai vir diante dele dois homens inescrupulosos que o acusem, dizendo: Este amaldiçoou a Deus e ao rei. – Conduzi-o em seguida para fora da cidade e apedrejai-o até que morra!11Os homens da cidade, os anciãos e os notáveis, concidadãos de Nabot, fizeram o que ordenava Jezabel, segundo o conteúdo da carta que lhes tinha mandado.12Promulgaram um jejum e fizeram Nabot sentar-se num lugar de honra.13Vieram então os dois miseráveis, colocaram-se diante dele e fizeram publicamente a deposição seguinte contra ele: Nabot amaldiçoou a Deus e ao rei. Depois disto, levaram-no para fora da cidade, onde foi apedrejado e morreu.14E mandaram dizer a Jezabel: Nabot foi apedrejado e morto.15Quando ela soube que Nabot fora apedrejado e morto, foi dizer a Acab: Vai e toma posse da vinha que Nabot de Jezrael te recusara vender. Ele já não vive; está morto.16Acab, tendo ouvido dizer que Nabot morrera, levantou-se e dirigiu-se para a sua vinha, para tomar posse dela. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 5, 2-3. 5-6. 7 (R. 2b)

    R. Atendei o meu gemido, ó Senhor!
    Escutai, ó Senhor Deus, minhas palavras, atendei o meu gemido! 3 Ficai atento ao clamor da minha prece, ó meu Rei e meu Senhor! R. 

    Não sois um Deus a quem agrade a iniqüidade, não pode o mau morar convosco; 6 nem os ímpios poderão permanecer perante os vossos olhos. R. 

    Detestais o que pratica a iniqüidade e destruís o mentiroso. Ó Senhor, abominais o sanguinário, o perverso e enganador. R. 

    Evangelho – Mt 5,38-42

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 38Tendes ouvido o que foi dito: Olho por olho, dente por dente.39Eu, porém, vos digo: não resistais ao mau. Se alguém te ferir a face direita, oferece-lhe também a outra.40Se alguém te citar em justiça para tirar-te a túnica, cede-lhe também a capa.41Se alguém vem obrigar-te a andar mil passos com ele, anda dois mil.42Dá a quem te pede e não te desvies daquele que te quer pedir emprestado. – Palavra da Salvação.

19
  • 3ª-feira da 11ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    19/06/2018

    Primeira Leitura – 1Rs 21,17-29

    Leitura do Primeiro Livro dos Reis – 17Então a palavra do Senhor foi dirigida a Elias, o tesbita:18Vai; desce ao encontro de Acab, rei de Israel, que mora em Samaria, ei-lo que desce a tomar posse da vinha de Nabot.19Dir-lhe-ás: Isto diz o Senhor: Mataste, e agora usurpas! – E ajuntarás: Eis o que diz o Senhor: No mesmo lugar em que os cães lamberam o sangue de Nabot, lamberão também o teu.20Acab exclamou: Encontraste-me de novo, ó meu inimigo? Sim!, respondeu Elias. Porque te vendeste para fazer o mal aos olhos do Senhor.21Farei cair o mal sobre ti, varrer-te-ei, exterminarei da família de Acab em Israel todo varão, seja escravo ou livre.22Farei de tua casa o que fiz da de Jeroboão, filho de Nabat, e da de Baasa, filho de Aías, porque me provocaste à ira e arrastaste Israel ao pecado.23E eis agora o que diz o Senhor contra Jezabel: Os cães devorarão Jezabel na terra de Jezrael.24Todo membro da família de Acab que morrer na cidade será devorado pelos cães, e o que morrer no campo será comido pelas aves do céu.25Com efeito, não houve ninguém que praticasse tanto o mal aos olhos do Senhor como Acab, excitado como era por sua mulher Jezabel.26Levou a abominação ao extremo, seguindo os ídolos dos amorreus, que o Senhor tinha expulsado de diante dos israelitas.27Ouvindo estas palavras, Acab rasgou suas vestes, cobriu-se com um saco e jejuou; dormia, envolto no saco e andava a passos lentos.28Então a Palavra do Senhor foi dirigida a Elias, o tesbita, nestes termos:29Viste como Acab se humilhou diante de mim? Pois que ele assim procedeu, não mandarei o castigo durante a sua vida, mas nos dias de seu filho farei vir a catástrofe sobre a sua casa. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 50,3-4. 5-6a. 11.16 (R. C f. 3a)

    R. Misericórdia, ó Senhor, porque pecamos!
    Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! 4 Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa! R. 

    Eu reconheço toda a minha iniqüidade, o meu pecado está sempre à minha frente. 6a Foi contra vós, só contra vós, que eu pequei, e pratiquei o que é mau aos vossos olhos! R. 

    11 Desviai o vosso olhar dos meus pecados e apagai todas as minhas transgressões! 16 Da morte como pena, libertai-me, e minha língua exaltará vossa justiça! R.

    Evangelho – Mt 5,43-48

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 43Tendes ouvido o que foi dito: Amarás o teu próximo e poderás odiar teu inimigo.44Eu, porém, vos digo: amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos [maltratam e] perseguem.45Deste modo sereis os filhos de vosso Pai do céu, pois ele faz nascer o sol tanto sobre os maus como sobre os bons, e faz chover sobre os justos e sobre os injustos.46Se amais somente os que vos amam, que recompensa tereis? Não fazem assim os próprios publicanos?47Se saudais apenas vossos irmãos, que fazeis de extraordinário? Não fazem isto também os pagãos?48Portanto, sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito. – Palavra da Salvação.

20
  • 4ª-feira da 11ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    20/06/2018

    Primeira Leitura – 2Rs 2,1.6-14

    Leitura do Segundo Livro dos Reis – 1Eis o que se passou no dia em que o Senhor arrebatou Elias ao céu num turbilhão: Elias e Eliseu partiram de Gálgala. 6Elias disse-lhe: Fica aqui, porque o Senhor manda-me ao Jordão. Por Deus e pela tua vida, respondeu Eliseu, não te deixarei. E partiram juntos.7Seguiram-nos cinqüenta filhos de profetas os quais pararam ao longe, diante deles, enquanto Elias e Eliseu se detinham à beira do Jordão.8Elias tomou o seu manto, dobrou-o e feriu com ele as águas, que se separaram para as duas bandas, de modo que atravessaram ambos a pé enxuto.9Tendo passado, Elias disse a Eliseu: Pede-me algo antes que eu seja arrebatado de ti: que posso eu fazer por ti? Eliseu respondeu: Seja-me concedida uma porção dobrada do teu espírito.10Pedes uma coisa difícil, replicou Elias. Entretanto, se me vires quando eu for arrebatado de ti, isso te será dado: mas se não me vires, não te será dado.11Continuando o seu caminho, entretidos a conversar, eis que de repente um carro de fogo com cavalos de fogo os separou um do outro, e Elias subiu ao céu num turbilhão.12Vendo isso, Eliseu exclamou: Meu pai, meu pai! Carro e cavalaria de Israel! E não o viu mais. Tomando então as suas vestes, rasgou-as em duas partes.13Apanhou o manto que Elias deixara cair, e voltando até o Jordão, parou à beira do rio.14Tomou o manto que Elias deixara cair, feriu com ele as águas, dizendo: Onde está o Senhor, o Deus de Elias? Onde está ele? Tendo ferido as águas, estas separaram-se para um e outro lado, e Eliseu passou.- Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 30,20. 21. 24 (R. 25)

    R. Fortalecei os corações, vós que ao Senhor vos confiais!
    20 Como é grande, ó Senhor, vossa bondade, que reservastes para aqueles que vos temem! Para aqueles que em vós se refugiam, mostrando, assim, o vosso amor perante os homens. R. 

    21 Na proteção de vossa face os defendeis bem longe das intrigas dos mortais. No interior de vossa tenda os escondeis, protegendo-os contra as línguas maldizentes. R. 

    24 Amai o Senhor Deus, seus santos todos, ele guarda com carinho seus fiéis, mas pune os orgulhosos com rigor. R.

    Evangelho – Mt 6,1-6.16-18

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1Guardai-vos de fazer vossas boas obras diante dos homens, para serdes vistos por eles. Do contrário, não tereis recompensa junto de vosso Pai que está no céu.2Quando, pois, dás esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem louvados pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.3Quando deres esmola, que tua mão esquerda não saiba o que fez a direita.4Assim, a tua esmola se fará em segredo; e teu Pai, que vê o escondido, recompensar-te-á.5Quando orardes, não façais como os hipócritas, que gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.6Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á. 6Quando jejuardes, não tomeis um ar triste como os hipócritas, que mostram um semblante abatido para manifestar aos homens que jejuam. Em verdade eu vos digo: já receberam sua recompensa.17Quando jejuares, perfuma a tua cabeça e lava o teu rosto.18Assim, não parecerá aos homens que jejuas, mas somente a teu Pai que está presente ao oculto; e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á. – Palavra da Salvação.

21
  • São Luís Gonzaga, Religioso.
    Dia Todo
    21/06/2018

    Primeira Leitura – Eclo 48,1-15 (Gr. 1-14)

    Leitura do Livro do Eclesiástico – 1Suas palavras queimavam como uma tocha ardente. Elias, o profeta, levantou-se em breve como um fogo.2Ele fez vir a fome sobre o povo (de Israel): foram reduzidos a um punhado por tê-lo irritado com sua inveja, pois não podiam suportar os preceitos do Senhor.3Com a palavra do Senhor ele fechou o céu, e dele fez cair fogo por três vezes.4Quão glorioso te tornaste, Elias, por teus prodígios! Quem pode gloriar-se de ser como tu?5Tu que fizeste sair um morto do seio da morte, e o arrancaste da região dos mortos pela palavra do Senhor;6tu que lançaste os reis na ruína, que desfizeste sem dificuldade o seu poder, que fizeste cair de seu leito homens gloriosos.7Tu que ouviste no Sinai o julgamento do Senhor, e no monte Horeb os decretos de sua vingança.8Tu que sagraste reis para a penitência, e estabeleceste profetas para te sucederem.9Tu que foste arrebatado num tubilhão de fogo, num carro puxado por cavalos ardentes.10Tu que foste escolhido pelos decretos dos tempos para amenizar a cólera do Senhor, reconciliar os corações dos pais com os filhos, e restabelecer as tribos de Jacó.11Bem-aventurados os que te conheceram, e foram honrados com a tua amizade!12Pois, quanto a nós, só vivemos durante esta vida, e depois da morte, nem mesmo nosso nome nos sobreviverá.13Elias foi então arrebatado em um turbilhão, mas seu espírito permaneceu em Eliseu. Nunca em sua vida teve Eliseu medo de um príncipe; ninguém o dominou pelo poder.14Nada houve que o pudesse vencer: seu corpo, mesmo depois da morte, fez profecias.15Durante a vida fez prodígios, depois da morte fez milagres. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 96,1-2. 3-4. 5-6. 7 (R. 12a)

    R. Ó justos, alegrai-vos no Senhor!
    Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, e as ilhas numerosas rejubilem! 2 Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, que se apóia na justiça e no direito. R. 

    Vai um fogo caminhando à sua frente e devora ao redor seus inimigos. 4 Seus relâmpagos clareiam toda a terra; toda a terra ao contemplá-los estremece. R. 

    As montanhas se derretem como cera ante a face do Senhor de toda a terra; 6 e assim proclama o céu sua justiça, todos os povos podem ver a sua glória. R. 

    ‘Os que adoram as estátuas se envergonhem e os que põem a sua glória nos seus ídolos; aos pés de Deus vêm se prostrar todos os deuses!’ R.

    Evangelho – Mt 6,7-15

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:7Nas vossas orações, não multipliqueis as palavras, como fazem os pagãos que julgam que serão ouvidos à força de palavras.8Não os imiteis, porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes que vós lho peçais.9Eis como deveis rezar: PAI NOSSO, que estais no céu, santificado seja o vosso nome;10venha a nós o vosso Reino; seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu.11O pão nosso de cada dia nos dai hoje;12perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos aos que nos ofenderam;13e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.14Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, vosso Pai celeste também vos perdoará.15Mas se não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai vos perdoará. – Palavra da Salvação.

22
  • 6ª-feira da 11ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    22/06/2018

    Primeira Leitura – 2Rs 11,1-4.9-18.20

    Leitura do Segundo Livro dos Reis – Naqueles dias: 1Quando Atalia, mãe de Ocozias, viu morto o seu filho, decidiu exterminar toda a descendência real.2Josebá, porém, filha do rei Jorão e irmã de Ocozias, tomou Joás, filho de Ocozias, e fê-lo escapar do massacre dos filhos do rei, escondendo-o com sua ama de leite no quarto de dormir. Esconderam-no assim, de Atalia, de maneira que pôde escapar à morte.3Ele esteve seis anos oculto com Josebá no templo do Senhor, enquanto Atalia reinava sobre a terra.4No sétimo ano, Jojada convocou junto de si, no templo do Senhor, os centuriões dos cários e dos cursores. Fez com eles um pacto, e, depois de tê-los feito jurar no templo do Senhor, mostrou-lhes o filho do rei. 9Os centuriões executaram fielmente as ordens do sacerdote Jojada. Tomando cada um os seus homens, tanto os que começavam o serviço no sábado, como os que o terminavam, foram ter com o sacerdote Jojada.10Jojada deu-lhes as lanças e os escudos do rei Davi, que se encontravam no templo do Senhor.11Os guardas postaram-se, de mãos armadas, ao longo do altar e do templo, desde a extremidade sul até a extremidade norte do templo, à volta do rei.12Então Jojada fez sair o menino-rei, pôs-lhe a coroa na cabeça e entregou-lhe a Lei. Proclamaram-no rei, ungiram-no e todos o aplaudiram, gritando: Viva o rei!13Ouvindo Atalia o clamor que faziam os guardas e o povo, entrou no templo do Senhor, pelo meio da multidão.14E eis que espetáculo se ofereceu aos seus olhos: lá estava o rei, de pé no estrado, segundo o costume, tendo ao seu lado os chefes e as trombetas, enquanto o povo se alegrava, tocando as trombetas. Então ela rasgou as suas vestes, gritando: Traição, traição!15Mas o sacerdote Jojada ordenou aos centuriões que comandavam as tropas: Levai-a para fora, entre vossas fileiras, e se alguém quiser segui-la, feri-o com a espada. Porque o pontífice proibira que a matassem no templo do Senhor.16Lançaram-lhe as mãos e, ao chegarem ao palácio real pelo caminho da entrada dos cavalos, mataram-na ali.17Jojada fez entre o Senhor, o rei e o povo, uma aliança, segundo a qual o povo devia pertencer ao Senhor. Fez também uma aliança entre o rei e o povo.18Todo o povo entrou então no templo de Baal e o devastou; destruíram os altares, as imagens, e mataram o sacerdote de Baal, Matã, diante dos altares. O pontífice Jojada pôs guardas no templo do Senhor. 20Todo o povo da terra se alegrou, e a cidade ficou em paz. No palácio real, porém, Atalia era passada ao fio da espada. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 131,11. 12. 13-14. 17-18 (R.13)

    R. O Senhor preferiu Jerusalém por sua morada.
    11 O Senhor fez a Davi um juramento, uma promessa que jamais renegará: ‘Um herdeiro que é fruto do teu ventre colocarei sobre o trono em teu lugar! R. 

    12 Se teus filhos conservarem minha Aliança e os preceitos que lhes dei a conhecer, os filhos deles igualmente hóo de sentar-se eternamente sobre o trono que te dei!’ R. 

    13 Pois o Senhor quis para si Jerusalém e a desejou para que fosse sua morada: 14 ‘Eis o lugar do meu repouso para sempre, eu fico aqui: este é o lugar que preferi!’ R. 

    17 ‘De Davi farei brotar um forte Herdeiro, acenderei ao meu Ungido uma lâmpada. 18 Cobrirei de confusão seus inimigos, mas sobre ele brilhará minha coroa!’ R.

    Evangelho – Mt 6,19-23

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 19Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furtam e roubam.20Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões não furtam nem roubam.21Porque onde está o teu tesouro, lá também está teu coração.22O olho é a luz do corpo. Se teu olho é são, todo o teu corpo será iluminado.23Se teu olho estiver em mau estado, todo o teu corpo estará nas trevas. Se a luz que está em ti são trevas, quão espessas deverão ser as trevas! – Palavra da Salvação.

23
  • Sábado da 11ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    23/06/2018

    Primeira Leitura – 2Cr 24,17-25

    Leitura do Segundo Livro das Crônicas – 17Depois da morte de Jojada, os chefes de Judá vieram e se prostraram diante do rei, e o rei os ouviu.18Abandonaram o templo do Senhor, Deus de seus pais, e se puseram a adorar as imagens de asserá e outros ídolos, e tamanhas faltas atraíram a ira divina contra Judá e Jerusalém.19Enviou-lhes o Senhor profetas para os converterem a ele; porém, pregaram em vão, e não foram escutados.20Então o espírito de Deus apossou-se de Zacarias, filho do sacerdote Jojada, o qual se apresentou diante do povo: Eis, disse ele, o que diz o Senhor: Por que transgredis as ordens do Senhor? Nada conseguireis. Porque abandonastes o Senhor, o Senhor vos abandonará.21Mas eles se revoltaram contra ele e o apedrejaram por ordem do rei no átrio do templo do Senhor.22Joás, esquecido dos benefícios que Jojada lhe dispensara, mandou matar o filho. Porem, ao expirar, disse Zacarias: Que o Senhor o veja, e faça vingança!23Ao fim de um ano, o exército dos sírios atacou Joás; invadiu Judá e Jerusalém, massacrou os chefes do povo e enviou todo o seu despojo ao rei de Damasco.24Embora os sírios tivessem vindo em pequeno número, o Senhor lhes entregou um enorme exército, porque Judá tinha abandonado o Senhor, Deus de seus pais. Assim os sírios fizeram justiça a Joás.25Apenas se afastaram, deixando-o como presa de grandes sofrimentos, seus homens, revoltados contra ele por causa do assassínio do filho do sacerdote Jojada, assassinaram-no em seu leito. Assim morreu e sepultaram-no na cidade de Davi, mas não nos sepulcros dos reis. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 88,4-5. 29-30. 31-32. 33-34 (R.29a)

    R. Guardarei eternamente para ele a minha graça!
    ‘Eu firmei uma Aliança com meu servo, meu eleito, e eu fiz um juramento a Davi, meu servidor: 5 Para sempre, no teu trono, firmarei tua linhagem, de geração em geração garantirei o teu reinado!’ R. 

    29 Guardarei eternamente para ele a minha graça e com ele firmarei minha Aliança indissolúvel. 30 Pelos séculos sem fim conservarei sua descendência, e o seu trono, tanto tempo quanto os céus, há de durar’. R. 

    31 ‘Se seus filhos, porventura, abandonarem minha lei e deixarem de andar pelos caminhos da Aliança; 32 se, pecando, violarem minhas justas prescrições e se não obedecerem aos meus santos mandamentos: R. 

    33 eu, então, castigarei os seus crimes com a vara, com açoites e flagelos punirei as suas culpas. 34 Mas não hei de retirar-lhes minha graça e meu favor e nem hei de renegar o juramento que lhes fiz. R.

    Evangelho – Mt 6,24-34

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 24Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou odiará a um e amará o outro, ou dedicar-se-á a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e à riqueza.25Portanto, eis que vos digo: não vos preocupeis por vossa vida, pelo que comereis, nem por vosso corpo, pelo que vestireis. A vida não é mais do que o alimento e o corpo não é mais que as vestes?26Olhai as aves do céu: não semeiam nem ceifam, nem recolhem nos celeiros e vosso Pai celeste as alimenta. Não valeis vós muito mais que elas?27Qual de vós, por mais que se esforce, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida?28E por que vos inquietais com as vestes? Considerai como crescem os lírios do campo; não trabalham nem fiam.29Entretanto, eu vos digo que o próprio Salomão no auge de sua glória não se vestiu como um deles.30Se Deus veste assim a erva dos campos, que hoje cresce e amanhã será lançada ao fogo, quanto mais a vós, homens de pouca fé?31Não vos aflijais, nem digais: Que comeremos? Que beberemos? Com que nos vestiremos?32São os pagãos que se preocupam com tudo isso. Ora, vosso Pai celeste sabe que necessitais de tudo isso.33Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas em acréscimo.34Não vos preocupeis, pois, com o dia de amanhã: o dia de amanhã terá as suas preocupações próprias. A cada dia basta o seu cuidado. – Palavra da Salvação.

     

24
  • Natividade de São João Batista. Solenidade
    Dia Todo
    24/06/2018

    Primeira Leitura – Is 49,1-6

    Leitura do Livro do Profeta Isaías – 1Ilhas, ouvi-me; povos de longe, prestai atenção! O Senhor chamou-me desde meu nascimento; ainda no seio de minha mãe, ele pronunciou meu nome.2Tornou minha boca semelhante a uma espada afiada, cobriu-me com a sombra de sua mão. Fez de mim uma flecha penetrante, guardou-me na sua aljava.3E disse-me: Tu és meu servo, (Israel), em quem me rejubilarei.4E eu dizia a mim mesmo: Foi em vão que padeci, foi em vão que gastei minhas forças. Todavia, meu direito estava nas mãos do Senhor, e no meu Deus estava depositada a minha recompensa.5E agora o Senhor fala, ele, que me formou desde meu nascimento para ser seu Servo, para trazer-lhe de volta Jacó e reunir-lhe Israel, (porque o Senhor fez-me esta honra, e meu Deus tornou-se minha força).6Disse-me: Não basta que sejas meu servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os fugitivos de Israel; vou fazer de ti a luz das nações, para propagar minha salvação até os confins do mundo. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 138(139),1-3.13-14ab.14c-15 (R. 14a)

    R. Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me formastes!

    Senhor, vós me sondais e conheceis, sabeis quando me sento ou me levanto; de longe penetrais meus pensamentos; percebeis quando me deito e quando eu ando, os meus caminhos vos são todos conhecidos. R.

    13 Fostes vós que me formastes as entranhas, e no seio de minha mãe vós me tecestes. 14a Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, 14b porque de modo admirável me formastes! R.

    14c Até o mais íntimo, Senhor me conheceis; 15 nenhuma sequer de minhas fibras ignoráveis, quando eu era modelado ocultamente, era formado nas entranhas subterrâneas. R.

    Segunda Leitura – At 13,22-26

    Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, Paulo disse: 22Depois, Deus o rejeitou e mandou-lhes Davi como rei, de quem deu este testemunho: Achei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que fará todas as minhas vontades.23De sua descendência, conforme a promessa, Deus fez sair para Israel o Salvador Jesus.24João tinha pregado, desde antes da sua vinda, o batismo do arrependimento a todo o povo de Israel.25Terminando a sua carreira, dizia: Eu não sou aquele que vós pensais, mas após mim virá aquele de quem não sou digno de desatar o calçado.26Irmãos, filhos de Abraão, e os que entre vós temem a Deus: a nós é que foi dirigida a mensagem de salvação. – Palavra do Senhor.

    Evangelho – Lc 1,57-66

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas – 57Completando-se para Isabel o tempo de dar à luz, teve um filho.58Os seus vizinhos e parentes souberam que o Senhor lhe manifestara a sua misericórdia, e congratulavam-se com ela.59No oitavo dia, foram circuncidar o menino e o queriam chamar pelo nome de seu pai, Zacarias.60Mas sua mãe interveio: Não, disse ela, ele se chamará João.61Replicaram-lhe: Não há ninguém na tua família que se chame por este nome.62E perguntavam por acenos ao seu pai como queria que se chamasse.63Ele, pedindo uma tabuinha, escreveu nela as palavras: João é o seu nome. Todos ficaram pasmados.64E logo se lhe abriu a boca e soltou-se-lhe a língua e ele falou, bendizendo a Deus.65O temor apoderou-se de todos os seus vizinhos; o fato divulgou-se por todas as montanhas da Judéia.66Todos os que o ouviam conservavam-no no coração, dizendo: Que será este menino? Porque a mão do Senhor estava com ele. – Palavra da Salvação.

25
  • 2ª-feira da 12ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    25/06/2018

    Primeira Leitura – 2Rs 17,5-8.13-15a.18

    Leitura do Segundo Livro dos Reis – Naqueles dias: 5Depois atacou Samaria e assediou-a por três anos.6No ano nono do reinado de Oséias, o rei da Assíria apoderou-se de Samaria e deportou os israelitas para a Assíria, estabelecendo-os em Hala, às margens do Habor, rio de Gozan, e nas cidades da Média. Causas da ruína de Israel7Assim aconteceu porque os filhos de Israel tinham pecado contra o Senhor, seu Deus, que os tinha tirado do Egito e libertado da opressão do faraó, rei dos egípcios. Eles adoraram outros deuses,8adotaram os costumes das nações que o Senhor tinha expulsado diante dos israelitas e seguiram os costumes estabelecidos pelos reis de Israel. 13O Senhor tinha advertido Israel e Judá pela boca de seus profetas e videntes: Renunciai às vossas más ações; guardai meus mandamentos e minhas leis; observai toda a lei que prescrevi a vossos pais e que vos transmiti pelos meus servos, os profetas.14Mas eles não o quiseram ouvir, e endureceram o seu coração, como o tinham feito seus pais, que se tornaram infiéis ao Senhor, seu Deus.15aDesprezaram os seus preceitos e a aliança estabelecida com seus pais, não atenderam às advertências que lhes tinha feito, e seguiram as vaidades, tornando-se eles mesmos vaidades; 18Por isso, o Senhor ficou profundamente indignado contra os israelitas e lançou-os para longe de sua face. Só a tribo de Judá subsistiu. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 59, 3. 4-5. 12-13 (R. 7b)

    R. Vossa mão nos ajude, ouvi-nos Senhor!
    Rejeitastes, ó Deus, vosso povo e arrasastes as nossas fileiras; vós estáveis irado: voltai-vos! R. 

    Abalastes, partistes a terra, reparai suas brechas, pois treme. 5 Duramente provastes o povo, e um vinho atordoante nos destes. R. 

    12 se vós, Deus, rejeitais vosso povo e não mais conduzis nossas tropas? Dai-nos, Deus, vosso auxílio na angústia; nada vale o socorro dos homens! 13 Mas com Deus nós faremos proezas, e ele vai esmagar o opressor. R.

    Evangelho – Mt 7,1-5

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1Não julgueis, e não sereis julgados.2Porque do mesmo modo que julgardes, sereis também vós julgados e, com a medida com que tiverdes medido, também vós sereis medidos.3Por que olhas a palha que está no olho do teu irmão e não vês a trave que está no teu?4Como ousas dizer a teu irmão: Deixa-me tirar a palha do teu olho, quando tens uma trave no teu?5Hipócrita! Tira primeiro a trave de teu olho e assim verás para tirar a palha do olho do teu irmão. – Palavra da Salvação.

26
  • 3ª-feira da 12ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    26/06/2018

    Primeira Leitura – 2Rs 19,9b-11.14-21.31-35a.36

    Leitura do Segundo Livro dos Reis – Naqueles dias: 9Senaquerib mandou novamente mensageiros a Ezequias para dizer-lhe:10Isto direis a Ezequias, rei de Judá: Não te deixes enganar pelo Deus no qual puseste a tua confiança, pensando que Jerusalém não será entregue nas mãos do rei da Assíria.11Ouviste contar como os reis da Assíria trataram todos os países, e como os devastaram: só tu, pois, haverias de escapar? 14Ezequias tomou a carta das mãos dos mensageiros e leu-a; subiu depois ao templo e abriu-a diante do Senhor,15rogando-lhe: Senhor, Deus de Israel, que estais sentado sobre querubins, só vós sois o Deus de todos os reinos da terra. Vós fizestes os céus e a terra.16Inclinai, Senhor, os vossos ouvidos e ouvi! Abri, Senhor, os vossos olhos e vede! Ouvi a mensagem de Senaquerib, que mandou blasfemar o Deus vivo!17É verdade, Senhor, que os reis da Assíria destruíram as nações e devastaram os seus territórios,18atirando ao fogo os seus deuses, mas isso porque não eram deuses, e sim objetos feitos pelas mãos do homem, objetos de madeira e de pedra: por isso foram destruídos.19Mas vós, Senhor, nosso Deus, salvai-nos agora das mãos de Senaquerib, a fim de que todos os povos da terra saibam que vós, o Senhor, sois o único Deus.20Isaías, filho de Amós, mandou dizer a Ezequias: Eis o que diz o Senhor, Deus de Israel: Ouvi a oração que me fizeste a respeito de Senaquerib, rei da Assíria.21Eis o oráculo do Senhor contra ele: A virgem, filha de Sião, despreza-te e zomba de ti. A filha de Jerusalém meneia a cabeça por trás de ti. 31Pois de Jerusalém surgirá um resto e do monte Sião sobreviventes. Eis o que fará o zelo do Senhor dos exércitos.32Por isso, eis o oráculo do Senhor ao rei da Assíria: Não entrará nesta cidade nem atirará flechas contra ela, não lhe oporá escudo nem a cercará de trincheiras.33Mas voltará pelo caminho por onde veio, sem entrar na cidade – oráculo do Senhor.34Protegerei esta cidade para salvá-la, por minha causa e de Davi, meu servo.35Ora, nessa mesma noite o anjo do Senhor apareceu no campo dos assírios e feriu cento e oitenta e cinco mil homens. 36Senaquerib, rei da Assíria, retirou-se, tomou o caminho de sua terra e deteve-se em Nínive. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 47,2-3a. 3b-4. 10-11 (R. Cf. 9d)

    R. O Senhor estabelece sua cidade para sempre.
    Grande é o Senhor e muito digno de louvores na cidade onde ele mora; 3a seu Monte santo, esta colina encantadora é a alegria do universo. R. 

    3b Monte Sião, no extremo norte situado, és a mansão do grande Rei! 4 Deus revelou-se em suas fortes cidadelas um refúgio poderoso. R. 

    10 Recordamos, Senhor Deus, vossa bondade em meio ao vosso templo; 11 com vosso nome vai também vosso louvor aos confins de toda a terra. R.

    Evangelho – Mt 7,6.12-14

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo Segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 6Não lanceis aos cães as coisas santas, não atireis aos porcos as vossas pérolas, para que não as calquem com os seus pés, e, voltando-se contra vós, vos despedacem. 12Tudo o que quereis que os homens vos façam, fazei-o vós a eles. Esta é a lei e os profetas.13Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta e espaçoso o caminho que conduzem à perdição e numerosos são os que por aí entram.14Estreita, porém, é a porta e apertado o caminho da vida e raros são os que o encontram. – Palavra da Salvação.

27
  • 4ª-feira da 12ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    27/06/2018

    Primeira Leitura – 2Rs 22,8-13; 23,1-3

    Leitura do Segundo Livro dos Reis – Naqueles dias: 8O sumo sacerdote Helcias disse ao escriba Safã: Encontrei no templo do Senhor o livro da Lei. Helcias deu esse livro a Safã,9o qual, depois de tê-lo lido, voltou ao rei e prestou-lhe contas da missão que lhe fora confiada: Teus servos juntaram o dinheiro que se encontrava no templo e entregaram-no aos encarregados do templo do Senhor.10O escriba Safã disse ainda ao rei: O sacerdote Helcias entregou-me um livro.11E leu-o em presença do rei. Quando o rei ouviu a leitura do livro da Lei, rasgou as vestes,12e ordenou ao sacerdote Helcias, a Aicão, filho de Safã, a Acobor, filho de Mica, ao escriba Safã e ao seu oficial Azarias, o seguinte:13Ide e consultai o Senhor de minha parte, da parte do povo e de todo o Judá, acerca do conteúdo deste livro que acaba de ser descoberto. A cólera do Senhor deve ser grande contra nós, porque nossos pais não obedeceram às palavras deste livro, nem puseram em prática tudo o que aí está prescrito. 23,1O rei convocou à sua presença todos os anciãos de Judá e de Jerusalém,2e subiu ao templo do Senhor com todos os homens de Judá e todos os habitantes de Jerusalém, os sacerdotes, profetas e todo o povo, pequenos e grandes. Leu então, diante deles, o texto completo do livro da Aliança que fora descoberto no templo do Senhor.3O rei, de pé na tribuna, renovou a aliança em presença do Senhor, comprometendo-se a seguir o Senhor, a observar os seus mandamentos, suas instruções e suas leis, de todo o seu coração e de toda a sua alma, e a cumprir todas as cláusulas da aliança contida no livro. Todo o povo concordou com essa aliança. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 118, 33. 34. 35. 36. 37. 40 (R. 33a)

    R. Ensinai-me a viver vossos preceitos, ó Senhor!
    33 Ensinai-me a viver vossos preceitos; quero guardá-los fielmente até o fim! R. 

    34 Dai-me o saber, e cumprirei a vossa lei, e de todo o coração a guardarei. R. 

    35 Guiai meus passos no caminho que traçastes, pois só nele encontrarei felicidade. R. 

    36 Inclinai meu coração às vossas leis, e nunca ao dinheiro e à avareza. R. 

    37 Desviai o meu olhar das coisas vós, dai-me a vida pelos vossos mandamentos! R. 

    40 Como anseio pelos vossos mandamentos! Dai-me a vida, ó Senhor, porque sois justo! R.

    Evangelho – Mt 7,15-20

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores.16Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinhos e figos dos abrolhos?17Toda árvore boa dá bons frutos; toda árvore má dá maus frutos.18Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má, bons frutos.19Toda árvore que não der bons frutos será cortada e lançada ao fogo.20Pelos seus frutos os conhecereis. – Palavra da Salvação.

28
  • Santo Irineu, Bispo e Mártir.
    Dia Todo
    28/06/2018

    Primeira Leitura – 2Rs 24,8-17

    Leitura do Segundo Livro dos Reis – 8Joaquin tinha dezoito anos quando começou a reinar, e reinou durante três meses em Jerusalém. Sua mãe chamava-se Noesta, filha de Elnatã, e era natural de Jerusalém.9Fez o mal aos olhos do Senhor, como o tinha feito seu pai.10Foi nesse tempo que vieram os homens de Nabucodonosor, rei de Babilônia, contra Jerusalém, e sitiaram-na.11Depois, Nabucodonosor veio pessoalmente diante da cidade, enquanto suas tropas a sitiavam.12Joaquin, rei de Judá, foi ter com o rei de Babilônia, ele e sua mãe, suas tropas, seus oficiais e seus eunucos; e o rei de Babilônia o prendeu. Isso foi no oitavo ano de seu reinado.13E como o Senhor tinha anunciado, levou dali todos os tesouros do templo do Senhor e do palácio real, e quebrou todos os objetos de ouro que Salomão, rei de Israel, tinha feito para o santuário do Senhor.14Levou para o cativeiro toda a Jerusalém, todos os chefes e todos os homens de valor, ao todo dez mil, com todos os ferreiros e artífices; só deixou os pobres.15Deportou Joaquin para Babilônia, com sua mãe, suas mulheres, os eunucos do rei e os grandes da terra.16Todos os homens de valor, em número de sete mil, os ferreiros e os artífices, em número de mil, e todos os homens aptos para a guerra, o rei de Babilônia os deportou para Babilônia.17Em lugar de Joaquin, o rei de Babilônia constituiu rei seu tio Matanias, cujo nome mudou para Sedecias. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 78,1-2. 3-5. 8. 9 (R. 9b)

    R. Por vosso nome e vossa glória, libertai-nos, ó Senhor!
    Invadiram vossa herança os infiéis, profanaram, ó Senhor, o vosso templo, Jerusalém foi reduzida a ruínas! 2 Lançaram aos abutres como pasto os cadáveres dos vossos servidores; e às feras da floresta entregaram os corpos dos fiéis, vossos eleitos. R.

    Derramaram o seu sangue como água em torno das muralhas de Sião, e não houve quem lhes desse sepultura! 4 Nós nos tornamos o opróbrio dos vizinhos, um objeto de desprezo e zombaria para os povos e àqueles que nos cercam. 5 Mas até quando, ó Senhor, veremos isto? Conservareis eternamente a vossa ira? Como fogo arderá a vossa cólera? R.

    8Não lembreis as nossas culpas do passado, mas venha logo sobre nós vossa bondade, pois estamos humilhados em extremo. R.

    Ajudai-nos, nosso Deus e Salvador! Por vosso nome e vossa glória, libertai-nos! Por vosso nome, perdoai nossos pecados! R.

    Evangelho – Mt 7,21-29

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 21Nem todo aquele que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.22Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não pregamos nós em vosso nome, e não foi em vosso nome que expulsamos os demônios e fizemos muitos milagres?23E, no entanto, eu lhes direi: Nunca vos conheci. Retirai-vos de mim, operários maus!24Aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as põe em prática é semelhante a um homem prudente, que edificou sua casa sobre a rocha.25Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa; ela, porém, não caiu, porque estava edificada na rocha.26Mas aquele que ouve as minhas palavras e não as põe em prática é semelhante a um homem insensato, que construiu sua casa na areia.27Caiu a chuva, vieram as enchentes, sopraram os ventos e investiram contra aquela casa; ela caiu e grande foi a sua ruína.28Quando Jesus terminou o discurso, a multidão ficou impressionada com a sua doutrina.29Com efeito, ele a ensinava como quem tinha autoridade e não como os seus escribas. – Palavra da Salvação.

29
  • 6ª-feira da 12ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    29/06/2018

    Primeira Leitura – 2Rs 25,1-12

    Leitura do Segundo Livro dos Reis – 1No ano nono de seu reinado, no décimo dia do décimo mês, Nabucodonosor veio com todo o seu exército contra Jerusalém; levantou seu acampamento diante da cidade e fez aterros em redor dela.2O cerco da cidade durou até o décimo primeiro ano do reinado de Sedecias.3No nono dia do (quarto) mês, como a cidade se visse apertada pela fome e a população não tivesse mais o que comer,4fizeram uma brecha na muralha da cidade, e todos os homens de guerra fugiram de noite pelo caminho da porta que está entre os dois muros, junto do jardim do rei. Entretanto, os caldeus cercavam a cidade. Os fugitivos tomaram o caminho da planície do Jordão,5mas o exército dos caldeus perseguiu o rei e alcançou-o nas planícies de Jericó. Então as tropas de Sedecias o abandonaram e se dispersaram.6O rei foi preso e conduzido a Rebla, diante do rei de Babilônia, o qual pronunciou sentença contra ele.7Degolou na presença de Sedecias os seus filhos, furou-lhe os olhos e o levou para Babilônia ligado com duas cadeias de bronze.8No sétimo dia do quinto mês, no décimo nono ano do reinado de Nabucodonosor, rei de Babilônia, Nabuzardã, chefe da guarda e servo do rei de Babilônia, entrou em Jerusalém.9Incendiou o templo do Senhor, o palácio real e todas as casas da cidade.10E as tropas que acompanhavam o chefe da guarda demoliram o muro que cercava Jerusalém.11Nabuzardã, chefe da guarda, deportou para Babilônia o que restava da população da cidade, os que já se tinham rendido ao rei de Babilônia e todo o povo que restava.12O chefe da guarda só deixou ali alguns pobres como viticultores e agricultores. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 136,1-2. 3. 4-5. 6 (R. 6a)

    R. Que se prenda a minha língua ao céu da boca, se de ti Jerusalém, eu me esquecer!
    Junto aos rios da Babilônia nos sentávamos chorando, com saudades de Sião. 2 Nos salgueiros por ali penduramos nossas harpas. R.

    Pois foi lá que os opressores nos pediram nossos cânticos; nossos guardas exigiam alegria na tristeza: ‘Cantai hoje para nós algum canto de Sião!’ R.

    Como havemos de cantar os cantares do Senhor numa terra estrangeira? 5 Se de ti, Jerusalém, algum dia eu me esquecer, que resseque a minha mão! R.

    Que se cole a minha língua e se prenda ao céu da boca, se de ti não me lembrar! Se não for Jerusalém minha grande alegria! R. 

    Evangelho – Mt 8,1-4

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – 1Tendo Jesus descido da montanha, uma grande multidão o seguiu.2Eis que um leproso aproximou-se e prostrou-se diante dele, dizendo: Senhor, se queres, podes curar-me.3Jesus estendeu a mão, tocou-o e disse: Eu quero, sê curado. No mesmo instante, a lepra desapareceu.4Jesus então lhe disse: Vê que não o digas a ninguém. Vai, porém, mostrar-te ao sacerdote e oferece o dom prescrito por Moisés em testemunho de tua cura. – Palavra da Salvação.

30
  • Sábado da 12ª Semana do Tempo Comum
    Dia Todo
    30/06/2018

    Primeira Leitura – Lm 2,2.10-14.18-19

    Leitura do Livro das Lamentações – 2Bet. O Senhor destruiu sem piedade todas as moradias de Jacó. E em seu furor arruinou as fortificações da filha de Judá. Lançou por terra e conspurcou o reino e seus príncipes. 10Iod. Sentados no chão, taciturnos, jazem os anciãos da filha de Sião. Jogaram poeira sobre os cabelos; vestiram-se com sacos; e as virgens de Jerusalém pendem a fronte para a terra.11Caf. Ardiam-me os olhos, de tantas lágrimas; fremiam minhas entranhas. Minha bílis se espalhou por terra, ante a ruína da filha de meu povo, quando nas ruas da cidade desfaleciam os meninos e as crianças de peito.12Lamed. Onde há pão (e onde há vinho)?!, diziam eles às mães, desfalecendo, quais feridos, nas ruas da cidade, e entregando a alma no regaço materno.13Mem. Que dizer? A quem te comparar, filha de Jerusalém? Quem irá salvar-te e consolar-te, ó virgem, filha de Sião? É imensa como o mar tua ruína: quem poderá curar-te?14Nun. Os teus profetas tinham visões apenas extravagantes e balofas. Não manifestaram tua malícia, o que teria poupado teu exílio. Os oráculos que te davam eram apenas mentiras e enganos. 18Sade. Seu coração clama ao Senhor. Ó muralha da filha de Sião, transborda dia e noite a torrente de tuas lágrimas! Não te dês descanso, e teus olhos não cessem de chorar!19Cof. Levanta-te à noite; grita ao início de cada vigília; que se derrame teu coração ante a face do Senhor. Ergue para ele as mãos, pela vida de teus filhos que caem de inanição, em todos os cantos das ruas. – Palavra do Senhor.

    Salmo – Sl 73,1-2. 3-4. 5-7. 20-21 (R. 19b)

    R. Não esqueçais até o fim a humilhação dos vossos pobres.
    Ó Senhor, por que razão nos rejeitastes para sempre e vos irais contra as ovelhas do rebanho que guiais? 2 Recordai-vos deste povo que outrora adquiristes, desta tribo que remistes para ser a vossa herança, e do monte de Sião que escolhestes por morada! R. 

    Dirigi-vos até lá para ver quanta ruína: no santuário o inimigo destruiu todas as coisas;
    e, rugindo como feras, no local das grandes festas, lá puseram suas bandeiras vossos ímpios inimigos. R. 

    Pareciam lenhadores derrubando uma floresta, ao quebrarem suas portas com martelos e com malhos. 7 Ó Senhor, puseram fogo mesmo em vosso santuário! Rebaixaram, profanaram o lugar onde habitais! R. 

    20 Recordai vossa Aliança! A medida transbordou, porque nos antros desta terra só existe violência! 21 Que não se escondam envergonhados o humilde e o pequeno, mas glorifiquem vosso nome o infeliz e o indigente! R.

    Evangelho – Mt 8,5-17

    Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus – Naquele tempo: 5Entrou Jesus em Cafarnaum. Um centurião veio a ele e lhe fez esta súplica:6Senhor, meu servo está em casa, de cama, paralítico, e sofre muito.7Disse-lhe Jesus: Eu irei e o curarei.8Respondeu o centurião: Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha casa. Dizei uma só palavra e meu servo será curado.9Pois eu também sou um subordinado e tenho soldados às minhas ordens. Eu digo a um: Vai, e ele vai; a outro: Vem, e ele vem; e a meu servo: Faze isto, e ele o faz…10Ouvindo isto, cheio de admiração, disse Jesus aos presentes: Em verdade vos digo: não encontrei semelhante fé em ninguém de Israel.11Por isso, eu vos declaro que multidões virão do Oriente e do Ocidente e se assentarão no Reino dos céus com Abraão, Isaac e Jacó,12enquanto os filhos do Reino serão lançados nas trevas exteriores, onde haverá choro e ranger de dentes.13Depois, dirigindo-se ao centurião, disse: Vai, seja-te feito conforme a tua fé. Na mesma hora o servo ficou curado.14Foi então Jesus à casa de Pedro, cuja sogra estava de cama, com febre.15Tomou-lhe a mão, e a febre a deixou. Ela levantou-se e pôs-se a servi-los.16Pela tarde, apresentaram-lhe muitos possessos de demônios. Com uma palavra expulsou ele os espíritos e curou todos os enfermos.17Assim se cumpriu a predição do profeta Isaías: Tomou as nossas enfermidades e sobrecarregou-se dos nossos males (Is 53,4). – Palavra da Salvação.

São Jacinto