Os pêsames do Papa Francisco pelas vítimas do submarino russo

Respondendo aos jornalistas, o diretor “interino” da Sala de Imprensa da Santa Sé fala da dor do Pontífice pelas 14 vítimas do incêndio no interior de um submarino russo. Nesta quinta-feira, no Vaticano, a visita do presidente Vladimir Putin.

Barbara Castelli – Cidade do Vaticano

“O Santo Padre foi informado da tragédia do submarino russo. Exprime os seus pêsames e a sua proximidade às famílias das vítimas e às pessoas atingidas por esta catástrofe”. É o que relata o diretor interino da Sala de Imprensa do Vaticano, Alessandro Gisotti, respondendo às perguntas dos jornalistas.

Moscou abre uma investigação sobre o que ocorreu

O incêndio iniciado a bordo, enquanto o submarino se encontrava em águas territoriais russas, causou a morte de catorze marinheiros por asfixia. O submarino, utilizado para pesquisas científicas em profundida, encontra-se agora na base marítima militar de Severomorsk, no norte da Rússia. O presidente russo Vladimir Putin, que será recebido em audiência nesta quinta-feira pelo Papa, convocou ontem com urgência uma reunião com o ministro da Defesa, cancelando todos os seus compromissos programados. Na conclusão do encontro, o líder do Kremlin falou de “uma grande perda” e pediu uma investigação para verificar o que ocorreu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

20 + um =