Mestre da vida

    A palavra “mestre” está relacionada com o saber, com o conhecimento e com a prática dessa bagagem que determinada pessoa porta consigo. O mestre tem uma mensagem a transmitir e normalmente é feita com credibilidade e conhecimento de causa. No conhecimento está a fonte do poder, a base para a construção da realidade que é trabalhada, tendo como fim o bem comum.

    Jesus Cristo se apresenta como Mestre para construir uma realidade diferente daquela que o mundo vinha presenciando. O foco principal que Ele perseguia era a qualidade da vida humana, portanto é Mestre da vida. Seu olhar perpassava pela história e não se conformava com as práticas da opressão. Lutou contra o legalismo do tempo e projetou uma sociedade introjetada no princípio do amor.

    Os mestres estão por aí. São muitos, mas correm o perigo de fazer pouco e deixar atrofiar sua capacidade de construir uma nova sociedade e um Brasil de brasileiros felizes. O interessante é entender que isso é possível, mesmo com os desafios da realidade moderna. Basta que todos estejam olhando e agindo numa mesma direção. Ações contraditórias causam resultados que prejudicam.

    As atitudes de falsidade não são próprias dos mestres e conhecedores da verdade e nem de cumplicidade com as injustiças que dominam a sociedade. Jesus é chamado de Mestre porque sua vida sempre revelava simplicidade, coerência e inconformidade com o legalismo e as injustiças de seu tempo. O seu falar e agir incomodava e desafiava as autoridades inconsequentes de seu tempo.

    Todas as pessoas têm algum conhecimento que as tornam mestres. Podemos aplicar o adágio: “Ninguém é tão competente que não tenha a receber e nem tão ignorante que não tenha o que dar”. A vida é cheia de virtudes, às vezes naturais e também conquistadas através do estudo, dos cursos e coisas parecidas. O certo é que está em nossas mãos a construção de ambientes de vida saudável.

    Deve ser meta do mestre da vida a construção do bem. Quem tem conhecimento e criatividade tem o poder de transformar os instrumentos do mal em sinais que apontam as condições para uma vida melhor. Não pode guardar suas habilidades para si mesmo agindo de forma egoísta e sem visão comunitária. A socialização de saberes sobre a vida ajuda outros na prática do bem.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    onze − 1 =