Igreja na Venezuela continua “em defesa do povo” diante da crise [VÍDEO]

A Conferência Episcopal da Venezuela (CEV) reiterou sua preocupação com a grave crise que afeta o país, assegurando que se mantêm sempre “em defesa do povo”.

Através de um vídeo publicado em sua conta oficial no YouTube, a CEV recordou que os bispos”levantaram suas vozes para denunciar e repudiar as injustiças que dia a dia prejudicam toda a nação, assim como também a onda de violência que começou entre a população”.

“Em meio às condições adversas que o país experimenta e o alto risco vivido pelos cidadãos nos últimos anos, o episcopado venezuelano se manteve em defesa do povo diante de tantos acontecimentos que o fazem sofrer”, expressaram.

Nas primeiras cenas, podem ser vistos os protestos e a violência devido à repressão militar da GNB (Guarda Nacional Bolivariana), atos que são rejeitados pela igreja Católica na Venezuela.

Além disso, o vídeo mostra a situação de extrema fome que a população está vivendo. “Olha o que jogam fora no lixo, daqui é que nós comemos”, diz uma mulher venezuelana, enquanto procuram e pegam um pouco de “alimento” do lixo.

Em seguida, a CEV reitera seu compromisso de acompanhar solidariamente o povo venezuelano, em particular os mais pobres e excluídos.

“A Igreja nos ajuda bastante. Estou agradecido com Deus, em primeiro lugar, e com as pessoas que são responsáveis ​​por este trabalho que é feito aqui”, expressou um jovem na Casa da Misericórdia, o projeto da Cáritas Venezuela, que visa proporcionar o acesso à alimentação e à saúde às pessoas em situação vulnerável.

A precariedade da situação traz como consequência que os cidadãos venezuelanos se abasteçam com água de poços, reservatórios, etc., sem saberem se é água potável ou adequada para consumo humano. “Temos crianças pequenas e não temos sequer uma gota de água para dar-lhes”, comenta uma mãe venezuelana.

Uma das situações mais críticas ocorre por causa dos cortes de energia, onde pacientes e doentes são afetados, e inclusive, perdem a vida por causa da falha nos equipamentos médicos.

Diante desta crise, a Igreja na Venezuela “anima e dá esperança aos cidadãos, fiéis e a todos os homens e mulheres de boa vontade”.

“Unindo esforços para buscar uma solução pacífica para a saída dos conflitos existentes. Venezuela! Vive e caminha com Jesus Cristo, Senhor da história!”, asseguraram os bispos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × um =