Dom Paulo Celso Dias, preside Santa Missa para o Rio Celebra

O projeto Rio Celebra tem o intuito de  transmitir Santas Missas ao vivo,pelos meios de comunicação diretamente das comunidades do Estado do Rio de Janeiro. A principal característica da celebração é estar espalhando por todo o Rio de Janeiro as palavras de paz, amor e esperança. No sábado  7 de julho o local escolhido foi o  Hospital São Francisco na Providência de Deus que fica no bairro Usina na cidade do Rio de Janeiro, esse mesmo hospital foi visitado pelo Papa Francisco em sua vinda ao Brasil, o hospital é administrado pelos frades  da Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus. A santa Missa do sábado passado, foi presidida por Dom Paulo Celso, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, na assembleia estiveram presentes, assistidos pelo hospital, direção do hospital, religiosos, colaboradores, convidados e seminaristas. Dom Paulo Celso que tem seis meses de bispo, na homilia falou sobre o Vinho novo em odres velhos, sobre “sermos renovados constantemente para levarmos a boa nova do Reino de Cristo a humanidade, pessoas tristes, não passam nada de bom, não convencem á  ninguém, peçamos ao Espírito Santo que nos renove e nos molde todos os dias”.

Histórico de Dom Paulo Celso Dias

Nascido na cidade de Lagarto (SE), em 14 de abril de 1963, padre Paulo ordenou se sacerdote em 13 de maio de 1989, no Colégio Nossa Senhora da Piedade em Lagarto, na diocese de Estância. O padre é formado em Filosofia pela Faculdade Eclesiástica de Filosofia João Paulo II, no Rio de Janeiro, em 1984, e em Teologia pela Universidade Católica de Salvador, na Bahia, em 1988. Também é formado em Direito Canônico, pelo Pontifício Instituto Superior de Direito Canônico, do Rio de Janeiro, em 2000.

Padre Paulo concluiu, em 2006, o curso de Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, e especialização em Psicologia Hospitalar, pela Cesanta – Santa Casa da Misericórdia, também do Rio, em 2008.

Exerceu as funções de Assistente Eclesiástico da Pastoral da Saúde, na arquidiocese do Rio, de 2012 a 2014 e de Coordenador Arquidiocesano da Pastoral da Saúde, na arquidiocese do Rio de Janeiro de 2015 a 2017.

 

Fonte: Anderson Serra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × dois =