Dom Orani Tempesta expressa orações por jovens falecidos em incêndio no Flamengo

O Arcebispo do Rio de Janeiro, Cardeal Orani João Tempesta, manifestou através de sua conta no Twitter suas orações pelos 10 jovens falecidos nesta sexta-feira, em decorrência de um incêndio no Centro de Treinamento (CT) do Flamengo.

“Que Deus acolha em sua infinita misericórdia os jovens vítimas do incêndio que atingiu o CT do Flamengo, nesta manhã. Rezemos!”, escreveu o Arcebispo.

Na manhã desta sexta-feira, as chamas atingiram os alojamentos do Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na zona oeste Rio de Janeiro, onde dormiam os jovens de 14 a 17 anos, da categoria de base do Flamengo. Além dos dez falecidos, três ficaram feridos.

De acordo com a imprensa local, a suspeita é de que a causa do incêndio tenha sido um curto-circuito no ar condicionado.

Funcionários da base do Flamengo informaram que, devido às fortes chuvas que atingiram a cidade na noite de quarta-feira, os treinos de quinta e sexta-feira haviam sido cancelados e os atletas que moram no Rio de Janeiro foram para casa. Por isso, estavam no alojamento apenas atletas de outras cidades.

Nas redes sociais, diversas pessoas, instituições e times de futebol do Brasil e de outros países expressaram sua solidariedade ao Flamengo e aos familiares das vítimas, com o uso da hashtag #ForçaFlamengo.

“Que grande tristeza a perda da vida desses jovens atletas e outros membros do clube! Nos unimos às famílias e a dor de todos aqueles que trabalham no Clube de Regatas do Flamengo. Contem com nossas orações e nosso carinho fraterno”, escreveu Pe. Augusto Bezerra, da Arquidiocese do Rio de Janeiro.

“Nossas orações pelos meninos e pelas famílias. Após a tragédia das chuvas que, em virtude da falta de investimentos, mais uma vez ceifou vidas e destruiu propriedades, agora a dor dos garotos e de suas famílias, sonhos que não serão realizados, misericórdia”, comentou Pe. Jorge Luiz Neves, conhecido como Pe. Jorjão, ao compartilhar uma imagem do escudo do Flamengo.

O governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e o prefeito Marcelo Crivella decretaram luto oficial de três dias.

Por sua vez, Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ) informou que “não haverá futebol no estado do Rio de Janeiro no fim de semana devido à tragédia ocorrida no Ninho do Urubu” e decretou luto oficial.

As partidas que seriam disputadas neste fim de semana foram adiadas, entre as quais a de Flamengo e Fluminense, remarcada para 14 de fevereiro, e Vasco e Resende, que será em 13 de fevereiro.

Os próprios times de futebol demonstraram sua solidariedade, mostrando que a rivalidade fica apenas dentro de campo.

Em usa conta de Twitter, o Fluminense disse que “lamenta profundamente o incêndio ocorrido no Ninho do Urubu e se solidariza com a dor do Clube de Regatas do Flamengo. Nossos pensamentos estão com as vítimas e seus familiares”.

“O futebol brasileiro se une em solidariedade às vítimas dessa tragédia”, expressou o Vasco da Gama.

“Hoje não tem rivalidade, não tem disputa, não tem vitória. Estamos todos derrotados e a dor é muito grande. Força ao Flamengo, às vítimas e a todas as famílias das pessoas envolvidas na tragédia do Ninho do Urubu”, manifestou o Botafogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × 4 =