Dia Mundial para a erradicação da pobreza

O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza surgiu por iniciativa do Padre Joseph Wresinski, em 17 de outubro de 1987.

Manuel Tavares – Cidade do Vaticano

Comemora-se, nesta quarta-feira, 17 de outubro, o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza no Mundo, que, este ano, tem como tema: “Junto aos mais distantes, construir um mundo inclusivo de respeito universal dos direitos humanos e a dignidade”.

Esta data tem o objetivo de conscientizar a sociedade e os governos de todo o mundo sobre o elevado número de pessoas que ainda estão vivendo em extrema pobreza, expostos à miséria, fome crônica e violência.

A pobreza extrema é considerada um crime contra os Direitos Humanos, e todos os governos devem assegurar que os seus habitantes vivam com qualidade de vida e dignidade.

De acordo com dados da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), mais de 840 milhões de pessoas continuam passando fome excessiva, em todo o planeta.

A erradicação da pobreza e da fome é um dos oito objetivos do “Desenvolvimento do Milênio”, definidos, no ano 2000, pelos 193 países membros da Organização das Nações Unidas.

No Brasil, segundo as estimativas, cerca de 16 milhões de pessoas vivem em situação de pobreza extrema.

Origem deste Dia Internacional

O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza surgiu por iniciativa do Padre Joseph Wresinski, em 17 de outubro de 1987.

Na ocasião, Wresinski reuniu cerca de 100 mil pessoas para celebrar o primeiro Dia Mundial para a Erradicação da Miséria, na Praça dos Direitos Humanos e Liberdade, em Paris, lugar onde foi assinada a Declaração dos Direitos Humanos, em 1948.

Um enorme cartaz foi colocado diante da Torre Eiffel com a seguinte escrita: “Onde homens e mulheres estão condenados a viver em extrema pobreza, os direitos humanos são violados. Unir-nos para que sejam respeitados é um dever sagrado” (P. Joseph Wresinski).

Partindo desta iniciativa do Padre Wresinski, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, decretou, em 1992, o dia 17 de outubro como Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza.

Pobreza Mundial

A pobreza está diminuindo de forma impressionante. Em 1990, quase 43% da população mundial vivia em extrema pobreza, com menos de 1 dólar e meio por dia. Este número diminuiu para 21%, mas ainda há muito a desejar, especialmente no continente africano.

Entre os dez Países mais pobres do mundo estão: República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Malauí, Libéria, Burundi, Níger, Moçambique, Eritreia, Guiné e Madagascar.

Movimento “ATD Quarto Mundo” no Brasil

O Movimento “ATD Quarto Mundo” – Ação de todos pela Dignidade – fundado na França pelo Padre Joseph Wresinski (1957), há alguns anos, também está presente no Brasil, em busca de novos caminhos para combater a miséria.

Em 2007, um grupo de amigos e aliados reuniu-se na Comunidade do Caxambu, Petrópolis, para formar uma Associação “Amigos ATD Quarto Mundo”. Além de apoiar o Movimento no país, desenvolveu diversas atividades, entre as quais uma biblioteca de rua com muitos livros, contos, brincadeiras, música e arte.

Desde junho de 2012, uma equipe de voluntários brasileiros dedicou suas forças e ações às pessoas excluídas, para mudar, não apenas a situação das suas famílias, mas do povo do Quarto mundo.

No cenário internacional, o Brasil é um dos países que participam da avaliação dos “Objetivos do Milênio para o Desenvolvimento”, mediante três instituições parceiras: Brasil pela Dignidade, Raízes em Movimento e Verdejar Socioambiental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

onze − dez =